Política

Vereador, Ronaldo Reis, denuncia perseguição do município de prefeito de Feijó e ameaça do deputado Marcus Cavalcante

Publicados

Política

Vereador de Feijó, Ronaldo Reis, deputado Marcus Cavalcante e seu irmão prefeito de Feijó Kiefer

Nos últimos dias, o vereador de Feijó, Ronaldo Reis (PSD), tem sofrido uma série de ataques como retaliação às denúncias feitas contra a administração do prefeito Kiefer Cavalcante (PP).

Um áudio amplamente divulgado nas redes sociais mostra o deputado estadual Marcus Cavalcante (PTB), irmão de Kiefer, ameaçando um funcionário, que seria amigo do vereador Ronaldo. A gravação, em tom de ameaça, sugere que Ronaldo pare com as denúncias afim de manter o amigo no cargo comissionado do governo do Estado.

“Esse cargo é político. O Ronaldo é que vai saber se quer continuar ou não. Infelizmente, se ele não quiser, nós vamos ter que transferir esse cargo para algum vereador que esteja nos apoiando”, disse Marcus na gravação.

Marcus Cavalcante pode ter cometido o crime de improbidade administrativa ao deixar claro que a CEC serve para angariar apoio dos vereadores ao irmão prefeito, sem obedecer critérios técnicos para a ocupação do cargo.

Leia Também:  Prefeito de Assis Brasil agradece Gladson Cameli, pelos investimentos do governo no município

Na última semana, uma denúncia antiga contra o vereador foi desenterrada na tentativa de intimidá-lo. Em 2018, sem qualquer prova, Ronaldo foi acusado de agredir jovens que cumpriam medidas socioeducativas, quando ainda era agente no ISE. O vereador desmentiu as denúncias e confirma ser vítima de perseguição política.

O vereador Ronaldo Reis disse que não vai se intimar mediante as calúnias. “Deixo bem claro, eu não vou me calar mediante isso. Vou continuar denunciando. Eu sou um fiscal do povo, eu não vou me eximir das minhas atribuições. Estou bem convicto do que eu penso para uma sociedade mais justa. Então, não vão ser essas mentiras que vão me calar”, finalizou.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Política

“Cadê os R$ 1 milhão da creche e onde está os mais de R$ 900 mil do Ginásio? Cadê a ordem de serviço?”, cobra vereadora Marinete Mesquita

Publicados

em

A vereadora do Município de Brasileia, Marinete Mesquita trouxe alguns questionamentos importantes a serem esclarecidos pela prefeitura de Brasileia, durante a sessão desta terça-feira (24). Dentre esses questionamentos estão a situação da construção de uma creche para atender a demando do município.

De acordo com a parlamentar, em 2019, o deputado federal Leo de Brito destinou uma emenda parlamentar no valor de R$ 800.000,00 (oitocentos mil reais) para a realização da obra, passado o período extremo de pandemia a gestão da prefeita Fernanda Hassem afirmou que a emenda destinada não era mais suficiente para a construção da creche.

Diante da situação, a vereadora Marinete afirmou que o deputado Leo de Brito complementou a emenda com mais R$ 200.000,00 (duzentos mil reais) totalizando assim o valor de R$ 1.000.000,00 (um milhão de reais) para a concretização das obras da creche. As emenda já estão disponíveis para a execução e até o momento nem a ordem de serviço foi dada, e a pergunta que fica é: Por que?

O deputado Leo de Brito também destinou uma emenda no valor de R$ 965.000,00 (novecentos e sessenta e cinco mil reais) para a ampliação do Ginásio Poliesportivo de Brasileia, mas até agora essa ampliação não aconteceu e nem se tem previsão para acontecer.

Leia Também:  Ver. Ivelina Marques parabeniza encontro dos vereadores na capital

Marinete falou também sobre dois pedido que ela encaminhou para a secretaria municipal de saúde. Ao secretário Francélio, Marinete solicitou que analisassem “gentilmente” a possibilidade de estender o horário de atendimento nas Unidades. Na oportunidade Mesquita justificou a problemática com o Hospital Regional, mas até o momento a parlamentar afirma que não recebeu nenhuma resposta.

Já na sessão anterior, Marinete reforçou o pedido e usou como exemplo os mutirões que estão acontecendo no município de Epitaciolândia. Para a sua surpresa a vereadora Marinete descobriu que há um programa que está disponível para os municípios. O referido programa busca ampliar o acesso aos serviços de atenção primária à saúde por meio do funcionamento da Unidades Básicas ou Unidade de Saúde da Família com horário estendido e para facilitar ainda mais há recursos disponíveis bastando apenas o município aderir, basta somente querer.

Veja o Vídeo:

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA