Política

Três Messes De Salário Atrasado Vira Causa De Justiça Em Assis Brasil

Reunião com empresa terceirizada e prestadores de serviço acontece nesta quarta-feira em Assis Brasil

Publicados

Política

Reunião com empresa terceirizada e prestadores de serviço acontece nesta quarta-feira em Assis Brasil

DR.Betinho Prefeito de Assis Brasil - FOTO ALEMÃO MONTEIRO

DR.Betinho Prefeito de Assis Brasil – FOTO ALEMÃO MONTEIRO

ALEMÃO COM INFORMAÇÃO DE JERRY CORREIA

Depois da notícia que deveriam procuram a justiça para receberem seus três meses de salário atrasado, os servidores temporários que prestam serviço para prefeitura de Assis Brasil vão ouvir agora a versão da empresa Menezes e Dantas, contratada pelo prefeito Betinho desde o início do ano.
 
Segundo o advogado da empresa, todos os documentos e comprovantes de transferência de valores serão mostrados para o público e autoridades presentes na reunião. Ele informou ainda que a empresa não tem nada para esconder e vai provar que é mais uma vítima da própria prefeitura de Assis Brasil.
 
A reunião vai acontecer às 18 horas na Câmara dos Vereadores e deve contar com a participação de todos os temporários que estão com três meses de salário atrasado. Também foram convidados para o encontro o Promotor de Justiça de Assis Brasil e o Juiz da cidade, além de vereadores e comerciantes.
COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Juízo Cível de Brasiléia determina que Município mantenha prédio para abrigar idosos em situação de risco

Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Política

“Cadê os R$ 1 milhão da creche e onde está os mais de R$ 900 mil do Ginásio? Cadê a ordem de serviço?”, cobra vereadora Marinete Mesquita

Publicados

em

A vereadora do Município de Brasileia, Marinete Mesquita trouxe alguns questionamentos importantes a serem esclarecidos pela prefeitura de Brasileia, durante a sessão desta terça-feira (24). Dentre esses questionamentos estão a situação da construção de uma creche para atender a demando do município.

De acordo com a parlamentar, em 2019, o deputado federal Leo de Brito destinou uma emenda parlamentar no valor de R$ 800.000,00 (oitocentos mil reais) para a realização da obra, passado o período extremo de pandemia a gestão da prefeita Fernanda Hassem afirmou que a emenda destinada não era mais suficiente para a construção da creche.

Diante da situação, a vereadora Marinete afirmou que o deputado Leo de Brito complementou a emenda com mais R$ 200.000,00 (duzentos mil reais) totalizando assim o valor de R$ 1.000.000,00 (um milhão de reais) para a concretização das obras da creche. As emenda já estão disponíveis para a execução e até o momento nem a ordem de serviço foi dada, e a pergunta que fica é: Por que?

O deputado Leo de Brito também destinou uma emenda no valor de R$ 965.000,00 (novecentos e sessenta e cinco mil reais) para a ampliação do Ginásio Poliesportivo de Brasileia, mas até agora essa ampliação não aconteceu e nem se tem previsão para acontecer.

Leia Também:  Governador Gladson Cameli comemora a aprovação do Fundeb na Câmara dos Deputados

Marinete falou também sobre dois pedido que ela encaminhou para a secretaria municipal de saúde. Ao secretário Francélio, Marinete solicitou que analisassem “gentilmente” a possibilidade de estender o horário de atendimento nas Unidades. Na oportunidade Mesquita justificou a problemática com o Hospital Regional, mas até o momento a parlamentar afirma que não recebeu nenhuma resposta.

Já na sessão anterior, Marinete reforçou o pedido e usou como exemplo os mutirões que estão acontecendo no município de Epitaciolândia. Para a sua surpresa a vereadora Marinete descobriu que há um programa que está disponível para os municípios. O referido programa busca ampliar o acesso aos serviços de atenção primária à saúde por meio do funcionamento da Unidades Básicas ou Unidade de Saúde da Família com horário estendido e para facilitar ainda mais há recursos disponíveis bastando apenas o município aderir, basta somente querer.

Veja o Vídeo:

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA