RIO BRANCO

Política

TCE abre processo para apurar a falta de licitação na administração do ex-prefeito padeiro

Na mesma sessão, a prestação de contas da Secretaria de Estado de Planejamento (Seplan) foi aprovada.

Publicados

Política

Na mesma sessão, a prestação de contas da Secretaria de Estado de Planejamento (Seplan) foi aprovada.

Freud Antunes 

João Edvaldo Teles de Lima, ex-prefeito de Bujari

Os conselheiros do Tribunal de Contas do Estado (TCE) decidiram na manhã desta quinta-feira (26) abrir um processo autônomo para apurar a compra de bens sem a realização de licitação na prefeitura de Bujari. A irregularidade foi encontrada na prestação de contas de 2011, quando o Pode Executivo municipal era administrado por João Edvaldo Teles de Lima.

Segundo os auditores do Tribunal, ainda foram constatados outros problemas, como dívidas deixadas para o ano seguinte sem a cobertura financeira e a falta de documentos contábeis.

No processo julgado, o ex-prefeito adquiriu R$ 1.394.682,90 em material de consumo, bens e serviços sem cumprir a lei que determina a realização de processo licitatório.

Citado para se defender de todas as irregularidades, João Edvaldo Teles de Lima pediu mais prazo para responder, mas não apresentou a documentação necessária para responder as faltas encontradas.

Com tantos problemas, as contas foram reprovadas, o ex-prefeito foi multado em R$ 3.570. Os conselheiros ainda decidiram encaminhar uma cópia do processo ao Ministério público estadual (MPE).

Leia Também:  Presidente da câmara Rogério Pontes intensifica visitas na zona rurais de Brasileia

Na mesma sessão, a prestação de contas da Secretaria de Estado de Planejamento (Seplan) foi aprovada.

COMENTE ABAIXO:

Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Política

Morador grava vídeo denunciando as péssimas condições de rua na atual gestão de Fernanda Hassem

Publicados

em

Um morador da rua Rondônia gravou um vídeo denunciando as péssimas condições da referida Via, segundo ele, os moradores que precisam trafegar pela rua não aguentam mais o abandono por parte da atual gestão de Fernanda Hassem, segundo ele há pelo menos 6 anos que a localidade não recebe manutenção da prefeitura de Brasileia.

Os moradores, revoltados com a situação resolveram tornar público essa situação para que o Poder Público tome providências quanto a esta situação específica. Vale destacar que não só a rua Rondônia encontra-se nesta condição, mas a maioria das vias do município encontra-se em péssimas condições.

Por se tratar de uma rua que dá acesso a escola infantil Menino Jesus e a uma distribuidora de gás os moradores almejam ainda mais uma melhoria, pois segundo eles, no período do inverno, os alunos enfrentam grande dificuldades para chegar a escola, onde saem de casa limpos e chegam na escolas sujos de lama por conta da falta de dignidade no tráfego.

“A cada chuva que cai o açude aumenta mais se jogar tambaqui aqui se cria porque a situação está cada vez pior, tá com mais de 6 anos que essa rua não recebe um tapa buracos, aqui quando as crianças estão indo para a escola elas sofrem”, concluiu um morador.

Leia Também:  Governador Tião Viana e prefeita Fernanda Hassem visitam propriedade que trabalha com sistema agroflorestal em Brasiléia

Veja o Vídeo:

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA