Política

Rosana Nascimento é eleita nova presidente do Sinteac; Accioly fica em 2º

A apuração dos votos foi marcada por denúncias e indícios de fraude na eleição.

Publicados

Política

A apuração dos votos foi marcada por denúncias e indícios de fraude na eleição.

Da Redação, com Agência ContilNet

Rosana Nascimento, apontada como candidata da ala radical do PT, foi eleita com 28. 4% dos votos como a nova presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Acre (Sinteac).

Rosana obteve 1978 votos e o segundo colocado, Raimundo Accioly, foi a grande surpresa pela expressiva votação: 1617 votos. O candidato da ala socialista, Justino Queiroz, obteve 901 votos, seguido de Waldir França (884) e João Sandin (880).

Rosana Nascimento é a nova presidente do Sinteac/Foto: Eudes Goes

A apuração dos votos  foi marcada por denúncias e indícios de fraude, nesta que é considerada a maior eleição sindical do Estado.

A polícia foi chamada para conter a confusão que tomou conta do processo de contagem de votos, mas mesmo assim foi a Comissão Eleitoral resolveu dar continuidade aos trabalhos e anunciar o nome do vencedor.

Raimundo Accioly afirmou à Agência ContilNet que a disputa foi acirrada e permeada por interesses políticos partidários. “O jogo é pesado, mas mesmo assim estou contente. Em Tarauacá, obtive 530 votos, contra 37 de todos os candidatos juntos”, diz.

Vale ressaltar que a nova presidente do Sinteac, Rosana Nascimento, é sindicalista há bastante tempo, tendo exercido a presidência da Central Única dos Trabalhadores (CUT).

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Prefeito de Epitaciolândia diz que os vereadores são os culpados do salário atrasado

Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Política

Com afastamento de Sérgio Petecão e Márcio Bittar, Acre terá dois novos representantes no senado federal

Publicados

em

Das três cadeiras do Acre no senado federal, duas estarão com gente nova no assento. Maria das Vitórias assumirá a vaga do Senador Sérgio Petecão (PSD) e Eduardo Veloso assume a vaga de Márcio Bittar (União Brasil).

Ambos são suplentes dos titulares, que ficarão em média de 4 a cinco meses fora do mandato e assim abrem espaços para as caras novas. Maria das Vitórias tem 79 anos de idade e já foi deputada estadual, secretária de Assistência social e era esposa do falecido Deputado federal João Tota.

A mesma assumirá a cadeira do seu titular Petecão, que se afasta para se dedicar exclusivamente a campanha de governo do Acre. Natural da Paraíba e vivendo a décadas em Cruzeiro do Sul, Maria das Vitórias tem uma grande credibilidade na região do Juruá e pode dar uma grande contribuição na campanha de Petecão, inclusive o o filho João Tota, será o vice na chapa de governo do PSD.

Eduardo Veloso é médico oftalmologista, um dos mais respeitados do estado e de uma família tradicional de Rio Branco. Eduardo foi cotado para ser vice de Gladson Cameli na última eleição e nos 45 do segundo tempo, foi trocado por Werles Rocha. Com tudo ele virou suplente de Márcio Bittar, que vai se afastar para fazer um tratamento de saúde e também se dedicar a campanha da esposa Márcia Bittar (PL), que disputará o senado na chapa de Gladson Cameli (PP).

Leia Também:  Prefeita Fernanda Hassem da continuidade na Operação Verão em Brasileia

Sobre o desempenho de ambos, só saberemos quando iniciar os trabalhos de verdade.

A posse dos novos senadores está marcada para ocorrer no final deste mês, dentro de poucos dias

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA