Política

Prorrogado prazo para pagar IPTU com desconto em Brasileia

A primeira data de vencimento que seria no dia 30 de junho foi prorrogada para 30 de setembro.

Publicados

Política

A primeira data de vencimento que seria no dia 30 de junho foi prorrogada para 30 de setembro.

Por Raylanderson Frota 

Os contribuintes brasileenses terão um prazo maior para o pagamento do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), 2018 em cota única e também do primeiro boleto para quem optou pelo parcelamento. 

“A prorrogação foi uma decisão tomada juntamente com a Prefeita Fernanda Hassem, que devido à crise financeira que se encontra o país, para que as pessoas consiga se adequar e planejar o orçamento e consiga pagar o IPTU. Então, a Prefeitura decidiu pela prorrogação, a fim de não prejudicar os contribuintes”, informou Silvio Cardoso, gerente do Setor de Cadastro Arrecadação e Tributos.

O pagamento em cota única até o dia 30 de setembro garante ao contribuinte um desconto de 20% no valor do imposto devido. Quem optar pelo parcelamento, terá direito a 4 parcelas, em função da prorrogação do prazo do primeiro vencimento.

O gerente do Setor de Cadastro ressaltou que estará com as equipes nas ruas entregando os carnes nas residências, caso os moradores não recebam em suas casas durante o prazo prorrogado devem se dirigir ao prédio do Setor de Cadastro localizado na rua Odilon Pratagí, nº 1001 ao lado da Câmara Municipal.

Leia Também:  Governo e prefeitura iniciam melhoramentos em avenidas e ponte de Brasiléia

Para que serve o IPTU

O Imposto Predial e Territorial Urbano é uma taxa que é paga sobre um imóvel ou terreno. A cobrança do imposto é determinada pelo Artigo 156 da Constituição Federal. Todo o dinheiro que é arrecadado com a cobrança vai para os cofres da Prefeitura, que o usa para custear despesas municipais que retornam para a população da cidade.

A exemplo dos benefícios que a Prefeitura de Brasileia conquistou com arrecadação do IPTU, é a adesão da Van para o transporte dos pacientes que realizam hemodiálise em Rio Branco, reforma do Mercado Municipal de Brasileia, camionetes e motos para as secretarias municipais.

Plantão 3 de Julho Notícias 8ª Edição

Urgente: Suspeitos de terem praticado chacina na cidade de Assis Brasil estão presos na delegacia de Brasiléia. A equipe de Inteligência da Polícia Militar do Alto Acre, em conjunto com a PF e policiais peruanos, iniciaram as investigações para identificar e prender os suspeitos.

Telejornal 3 de Julho Notícias 14ª Edição

Veja na 14ª edição as principais informações da semana como: queimadas na região do Alto Acre, o que o Prefeito Tião Flores gastou com diárias, acidentes em Brasileia e Epitaciolândia e outros.

Leia Também:  Vereadora Tereza com certeza denuncia os desmandos da atual gestão no CAT de Brasiléia

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Política

Após votar no orçamento de 1%, vereador Pantico vota contra o complementação de recursos, sua esposa está descumprindo a legislação ao acumular cargos público

Publicados

em

O vereador do município de Epitaciolândia, Francisco das Chagas Santos de Melo, mais conhecido como Pantico da água, não perde a oportunidade quando o assunto é se dar bem, o mesmo tem desenvolvido um trabalho familiar com o intuito de cuidar somente de seus próprios interesses e deixar a população largada a própria sorte. Prova disso é sua falta de posição na Câmara de Vereadores.

Desde que assumiu, o vereador Pantico tem demonstrado que não tem opinião própria e de fácil manipulação, em um momento diz que trabalha pelo povo e luta pelo povo, mas foi um dos parlamentares que votou favorável para que o gestor do município trabalhasse com apenas 1% do orçamento.

Pantico com todo o seu falso moralismo tem apresentado um comportamento no Poder Legislativo, diferente do que costuma dizer, pois todos os projetos enviados pelo Poder Executivo para votação na Câmara, o nobre vereador vota contra. Como pode um vereador dizer que trabalha pelo povo, mas veta todos os projetos que beneficiariam o povo? Sem dúvidas é no mínimo contraditório.

Leia Também:  História real, Prefeitura fictícia

Recentemente, a prefeitura de Epitaciolândia enviou um projeto que trata-se de uma emenda para abertura de crédito adicional, ou seja, permitiria que o Poder Executivo tivesse mais recursos para trabalhar em benefício para a população, porém, nesta votação, Pantico era o responsável por desempatar a votação diante dos vereadores de oposição, inclusive chegou a afirmar que votaria a favor para que o prefeito tivesse condições de trabalhar, mas na hora de votar, Pantico votou contra o projeto.

O parlamentar que fala muito em moral esqueceu de levar ao conhecimento da população que suas esposa, a Srª. Antônia Arleth Cordeiro de Moura, está descumprindo a legislação ao acumular cargos público. Antônia é servidora efetiva da prefeitura de Epitaciolândia, onde atua na área de serviços gerais, na secretaria municipal de educação, lotada na escola Pequeno Príncipe.

Vale destacar que, Antônia foi nomeada em maio de 2022, o que mostra claramente que o governo de Gladson Cameli está usando os empregos do estado para angariar votos para o processo eleitoral deste ano.

Leia Também:  Câmara de Assis Brasil vai homenagear “ex-guardas da SUCAM”

Segundo informações colhidas pela redação do site 3 de Julho Notícias, a mesma recentemente foi nomeada para ocupar um Cargo Em omissão – CEC 1 no Instituto de Meio Ambiente do Acre – IMAC com remuneração no valor de R$ 3.224,01 (três mil, duzentos e vinte e quatro reais e um centavo), mas ainda de acordo com informações, Antônia não comparece ao seu local de trabalho, caracterizando como mais um caso de funcionário fantasma no governo de Gladson Cameli e por já ser servidora pública efetiva, a esposa do vereador Pantico não pode exercer um cargo em comissão. Isso e muito mais, mostra que Pantico não passa de um falso moralista.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA