RIO BRANCO

Política

Prefeitura de Cruzeiro do Sul concorre a prêmio nacional por combate à malária

O evento agrega a 16° Mostra Brasil Aqui Tem SUS. Cruzeiro do Sul ficou selecionado dentro os 500 projetos para concorrer a premiação com o trabalho Malária em Cruzeiro do Sul.

Publicados

Política

O evento agrega a 16° Mostra Brasil Aqui Tem SUS. Cruzeiro do Sul ficou selecionado dentro os 500 projetos para concorrer a premiação com o trabalho Malária em Cruzeiro do Sul.

O esforço da gestão em reduzir e prevenir os casos de malária é destaque no Brasil. A Prefeitura de Cruzeiro do Sul, que participa do Congresso Nacional de Secretarias Municipais de Saúde, em Brasília, representada pela secretária, Juliana Pereira e a Coordenadora de Vigilância Entomológica, Muana Araújo, está concorrendo a um prêmio devido sua atuação no combate e prevenção dos casos de malária no município.

O evento agrega a 16° Mostra Brasil Aqui Tem SUS. Cruzeiro do Sul ficou selecionado dentro os 500 projetos para concorrer a premiação com o trabalho “Malária em Cruzeiro do Sul: A Municipalização do Controle Como Saída para o Caos”.

Apenas dois municípios do Acre concorrem a premiação nacional, sendo Cruzeiro do Sul um deles. Desde da Municipalização da Malária em 2017, o município apresenta índices de redução significativos. A ação efetiva da Prefeitura garantiu a diminuição de 62% casos de malária.

“Cruzeiro do Sul já foi um dos municípios com mais casos de malária no Estado. Com a decisão do prefeito Ilderlei em fazer a municipalização do combate e prevenção a malária, esse quadro mudou completamente. Saímos da zona vermelha e estamos avançando cada vez mais no controle do mosquito”, frisou a secretária de Saúde, Juliana Pereira.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Saúde: Vagas para o curso técnico em enfermagem em Assis Brasil

Propaganda

Política

Morador grava vídeo denunciando as péssimas condições de rua na atual gestão de Fernanda Hassem

Publicados

em

Um morador da rua Rondônia gravou um vídeo denunciando as péssimas condições da referida Via, segundo ele, os moradores que precisam trafegar pela rua não aguentam mais o abandono por parte da atual gestão de Fernanda Hassem, segundo ele há pelo menos 6 anos que a localidade não recebe manutenção da prefeitura de Brasileia.

Os moradores, revoltados com a situação resolveram tornar público essa situação para que o Poder Público tome providências quanto a esta situação específica. Vale destacar que não só a rua Rondônia encontra-se nesta condição, mas a maioria das vias do município encontra-se em péssimas condições.

Por se tratar de uma rua que dá acesso a escola infantil Menino Jesus e a uma distribuidora de gás os moradores almejam ainda mais uma melhoria, pois segundo eles, no período do inverno, os alunos enfrentam grande dificuldades para chegar a escola, onde saem de casa limpos e chegam na escolas sujos de lama por conta da falta de dignidade no tráfego.

“A cada chuva que cai o açude aumenta mais se jogar tambaqui aqui se cria porque a situação está cada vez pior, tá com mais de 6 anos que essa rua não recebe um tapa buracos, aqui quando as crianças estão indo para a escola elas sofrem”, concluiu um morador.

Leia Também:  Saúde: Vagas para o curso técnico em enfermagem em Assis Brasil

Veja o Vídeo:

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA