Política

Prefeitura de Brasileia realiza alvorada em comemoração aos 107 anos do município

Iniciando as comemorações dos 107 anos de Brasileia, a prefeitura juntamente com a banda da Policia Militar (PM) de Rio Branco resgatam uma das mais antigas tradições da cidade, o alvorada, que há cinco anos não era mais realizado.

Publicados

Política

Iniciando as comemorações dos 107 anos de Brasileia, a prefeitura juntamente com a banda da Policia Militar (PM) de Rio Branco resgatam uma das mais antigas tradições da cidade, o alvorada, que há cinco anos não era mais realizado.

 Por Raylanderson Frota 

Fernanda Hassem de Brasileia

Brasileia se originou a partir de um antigo Seringal Carmen, em 3 de Julho de 1910 (Foto: Raylanderson Frota)

A alvorada percorreu as principais ruas e pontos da cidade, despertando a população que aos poucos saia de suas casas e ficavam olhando pela janela para saudar os músicos que passavam.

O morador João Evangelista, 84 anos, ficou muito emocionado ao poder reviver essa tradição no município. “É muito emocionante poder vivenciar essa festa novamente, desde a minha infância que todos os anos, no dia 3 de julho, era comum os músicos militares passar pelas ruas tocando e cantando os parabéns para a cidade. Estou muito honrado e agradecido com a prefeita Fernanda Hassem e o Vice – prefeito Carlinhos do Pelado por trazer novamente a tradição e a alegria ao povo de Brasileia” destacou Evangelista.

Leia Também:  Manifestantes da AV. vão para a prefeitura e prefeito se esconde diz Manoel Martins.

Durante a caminhada foi realizada a queima de fogos preparada e organizada pela equipe da prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Educação. “Hoje é uma data muito importante, Brasileia comemora 107 anos e nós estamos aqui juntamente com a banda da Policia Militar para poder saudar e parabenizar os munícipes de Brasileia dando continuidade a nossa festa”, informou Ramiege Silva, secretária de Educação.

A alvorada teve inicio em frente a prefeitura passando pelas ruas Odilon Pratagi até a praça Valdemir Lopes e dando continuidade até os principais pontos da cidade encerrando na saída da cidade com destino a Assis Brasil. E as atividades continuam no decorrer de todo o dia até a noite com o desfile das bandas de fanfarra de Brasileia, Xapuri, Epitaciolândia e Rio Branco.

História de Brasileia

Localizado a 237 km ao sul de Rio Branco, na fronteira com a Bolívia, tem limites com os municípios de Epitaciolândia, Assis Brasil, Sena Madureira e Xapuri. Brasileia se originou a partir de um antigo Seringal Carmen, em 3 de Julho de 1910, usando o nome de Brasília.Posteriormente, em 1943, o nome da cidade foi mudado, para não ser confundida com a nova capital federal. Recebendo um novo nome, derivada da união das palavras Brasil (Bras) e Hiléia (floresta), utilizada até hoje.

Leia Também:  Ordean Silva concede a primeira entrevista depois da sua reeleição e reafirma, ‘Irei cuidar de todos os Guajaraenses, independente se tenham votado em mim ou não

Fernanda Hassem de Brasileia 2

Fernanda Hassem de Brasileia 3

Fernanda Hassem de Brasileia 4

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Política

”Tá sobrando dinheiro na Prefeitura de Rio Branco?”, questiona deputada Perpétua Almeida sobre retirada de canteiros da via Chico Mendes

Publicados

em

A deputada federal Perpétua Almeida (PCdoB-AC) esteve nesta sexta-feira, 12, visitando os trabalhadores e moradores da via Chico Mendes, no Segundo Distrito de Rio Branco.

Segundo a parlamentar, é quase unânime a insatisfação com a obra de revitalização da ciclovia da avenida. Isto porque, desde junho, a Prefeitura de Rio Branco começou a retirar os canteiros que formavam a principal ciclovia da avenida.

“A Prefeitura está gastando dinheiro pra destruir o que está pronto. Por que Bocalom não está tapando buracos nas ruas com o dinheiro dinheiro que está gastando para fazer isso aqui? A prefeitura tem tanto dinheiro pra jogar fora assim?”.

Perpétua afirma que acionará o Ministério Público para tomar as providências cabíveis.

Reclamação geral

O vendedor Wesley considera a obra desnecessária e ironizou: “Não existe isso em lugar nenhum. Não sei aonde está o Ministério Público que não vê isso. O cara quebrou o que está feito por puro capricho. A população não merece isso, não. Estava feito e bonito. Era só pintar e podia ser até de azul, como o Bocalom gosta”.

Leia Também:  Manifestantes da AV. vão para a prefeitura e prefeito se esconde diz Manoel Martins.

Veja o Vídeo:

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA