Política

Prefeitura de Brasileia publica post no Facebook antecipando o recesso escolar, recebem várias criticas dos internauta e apaga publicação

Publicados

Política

 Após a realização do carnavale, a prefeitura de Brasileia resolveu se fingir de preocupada com SRAG ao antecipar o recesso escolar – Foto: Assessoria PMB

A prefeita Fernanda Hassem, mesmo tendo conhecimento dos casos de covid-19 no município de Brasileia e omitindo a situação para que a realização do carnaval não fosse comprometida, não se preocupou com a saúde da população e nem com as consequências que tamanha aglomeração poderia causar diante da pandemia.

Após o término da programação do carnaval fora de época, a prefeitura de Brasileia resolveu se fingir de preocupada, e demonstrando tamanha hipocrisia antecipou o recesso escolar com a justificativa de que esta seria uma ação de caráter preventivo de enfrentamento às síndromes gripais (para não falar de covid).

Preocupada com a própria imagem, a prefeitura de Brasileia fez um post em página oficial do facebook, informando que o recesso seria antecipado pelos motivos acima citados, porém as críticas foram tantas por parte dos internautas (que consideraram tamanho fingimento e hipocrisia) que o post foi retirado do ar momentos após ser publicado.

Leia Também:  Senador Petecão viabiliza construção de Conchas Acústicas em três cidades do interior do Acre

O que chama a atenção foi o fato da prefeita de Brasileia, Fernanda Hassem, não ter demonstrado preocupação quando foi para realizar o Carnavale, muito pelo contrário, a gestora estava disposta a realizar o evento a todo custo e após a diversão, a prefeitura aparece com uma conversa fiada ação de caráter preventivo de enfrentamento às síndromes gripais.

Mas em se tratando do Carnaval fora de época de Brasileia, foram tanta mídia em volta do evento que gerou uma grande expectativa no público, mas a decepção veio acompanhada de arrependimento, pois o Carnavale que a prefeita Fernanda tanto quis realizar foi uma decadência em se tratando das atrações musicais.

Os internautas não perderam a oportunidade de se manifestarem arrependidos de terem participado do que eles consideraram o pior Carnaval que já participaram, afirmando ainda que os artistas locais são melhores do que as bandas nacionais que receberam muito dinheiro público para comparecer no evento.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Política

Vereadora Marinete “taca fogo” e fala das 500 vacas que foram compradas com dinheiro na bolsa, e estão em áreas de reserva

Publicados

em

Veja o Vídeo:

A vereadora Marinete Mesquita usou a tribuna na manhã desta terça-feira (09) para falar das denúncias que a mesma tem recebido enquanto parlamentar com relação ao assédio moral que está acontecendo no Poder executivo para que os servidores votem em determinados candidatos.

A mesma relata que foi procurada por servidores que necessitam do emprego e ouviu com atenção a humilhação que lhe fora relatada. Na oportunidade, a parlamentar não hesitou em orientar esses servidores a colherem provas para que efetivem a devida denúncia nos órgãos competentes para que essas práticas imorais e desrespeitosas sejam banidas do funcionalismo público.

Marinete falou ainda sobre a denúncia sobre mensalinho via pix que vem acontecendo na gestão da prefeita Fernanda Hassem. Mesquita destaca que essa situação é falta de esperteza, ou burrice mesmo. A nobre edil destaca que as pessoas que estão cometendo isso, deveriam aprender com a patroa: “se vão comprar alguma coisa, leva o dinheiro na mão, na bolsa, não faz pix. As 500 vacas que foram compradas com dinheiro na bolsa, isso é ser inteligente, não deixou nenhum rastro”, destacou.

Leia Também:  Programa Prefeitura na Aldeia realiza atividade em comemoração ao "Dia dos Povos Indígenas" em Assis Brasil

Dando continuidade em sua manifestação, Marinete foi bem incisiva quando solicitou a investigação por parte dos órgão competentes, para que investiguem o laranjal que tem no município de Brasileia e Epitaciolândia, e em se tratando das 500 vacas muitas delas estão em áreas de reservas e dentro de terras de colegas que são autoridades e que a falta de fiscalização tem facilitado, pois se confia porque parente é quem comanda os órgão que deveria fiscalizar.

“Fica aqui o nosso pedido também para que os órgãos competentes comecem a fiscalizar de fato e investigar o verdadeiro laranjal que existe nos municípios de Brasileia e Epitaciolândia. Um verdadeiro laranjal!!!”, concluiu a parlamentar.

Veja o Vídeo:

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA