RIO BRANCO

Política

Prefeitura de Brasiléia abandona Academia da Saúde Ampliada no Parque Centenário

Administração do PMDB em Brasiléia é um caos com o abandona da Academia da Saúde Ampliada Parque Centenário que pede Socorro

Publicados

Política

Administração do PMDB em Brasiléia é um caos com o abandona da Academia da Saúde Ampliada Parque Centenário que pede Socorro
ç
Por Francisco Datas Castro 3 de Julho Noticias
P22-06-15_16.12[1]
P22-06-15_16.12O abandono do Parque não termina ainda, existe no interior do Parque Centenário a Academia da Saúde Ampliada que gastou R$ 178.442,29 – Recursos vindo do Governo Federal por meio do Ministério da Saúde, e com a contrapartida da Prefeitura de Brasiléia. Tendo a data de início da tal construção 27/12/2013 (termino da obra em 120 dias). E agora?
k
Não houve nenhuma prestação de contas; tal Academia Ampliada nunca foi terminada, não existe fiscalização por parte dos vereadores e do Conselho Municipal de Saúde e tão pouco por parte do Ministério Público do Estado, e hoje está no mais completo abandono por parte do poder público municipal, e não seria por conta da alagação, foi por desleixo mesmo. 
k
Até os equipamentos que foram retirados das unidades de saúde e colocada no Parque para as atividades físicas estão se estragando, em pleno abandono e ninguém da prefeitura faz nada, simplesmente esqueceram. Agora com essas barreiras  ninguém vai ao Parque para se exercitar na academia ao ar livre instalada no local, como antigamente. Mas acredito que, se o espaço público fosse limpado e conservado ficaria lotado de gente; o local apresentaria melhor aparência e estrutura para os moradores da cidade que antigamente frequentavam, mas que agora estão se estragando a toa.
j
Diante desses gastos, vem a indagação: cadê a Secretaria Municipal de Saúde? Cadê o Conselho Municipal de Saúde? Porque a Secretaria Municipal de Saúde não admite ser fiscalizada ou por que não fornecem as informações solicitadas pelos próprios profissionais da saúde? Chamamos atenção do Ministério Público do Estado e dos vereadores em geral para fiscalizarem esses gastos e a não conclusão da Construção da Academia Ampliada? Lembrando que não pode ser alegada por conta da alagação porque se tratar do ano de 2013.
j
Esse é o prédio da Academia de Saúde Ampliada que deveria estar terminada, porém hoje estar completamente abandonada pela atual gestão e pela Secretaria Municipal de Saúde. 
j
Esses são os restos de equipamentos para as atividades físicas, estão completamente abandonados e muitos estragados, sem manutenção, sem nada. 
k
Vamos algumas informações relacionadas a matéria, em especial sobre o que foi feito com os valores enviado pelo Ministério da Saúde para a construção da Academia de Saúde Ampliada, logo estaremos com novas matérias.
P22-06-15_16.16[1]
P22-06-15_16.15[2]
P22-06-15_16.12[4] P22-06-15_16.13 P22-06-15_16.15[1] P22-06-15_16.16[1]

Todo conteúdo é de inteira responsabilidade de seus autores. Este conteúdo é publicado e autenticado diretamente por Francisco Datas Castro

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Dança das cadeiras em Brasiléia mesmo com “Prefeito em Brasília”

Propaganda

Política

Leo de Brito apresenta denúncia contra presidente da Petrobras por práticas abusivas no aumento de combustíveis

Publicados

em

O deputado federal Leo de Brito (PT-AC) e parlamentares da bancada do Partido dos Trabalhadores (PT) na Câmara dos Deputados apresentaram denuncia, na Procuradoria da República no Distrito Federal, contra o presidente da Petrobras, Joaquim Silva e Luna, alegando que ele está cometendo crime contra a ordem econômica e contra as relações de consumo praticado pela presidência da Petrobras.

A denúncia ressalta que desde 2016 o consumidor brasileiro vem sofrendo prejuízos, agravados consideravelmente ao longo do ano de 2021, em razão de práticas abusivas praticadas pela Petrobras S.A., em razão das políticas estabelecidas pelo presidente Joaquim Silva e Luna na prática de reajuste de combustíveis.

“Não existe lei. O Preço de Paridade de Importação [PPI] é uma escolha de governo, instituída por Michel Temer e mantida por Jair Bolsonaro e pelo atual presidente da Petrobras”, destaca o documento assinado por Leo de Brito.

Quanto aos crimes contra a ordem econômica e contra as relações de consumo, a denúncia destaca que vários são os princípios constitucionais reitores da ordem econômica previstos no artigo 170 da Constituição Federal. “Esse dispositivo define que, a ordem econômica tem por fundamentos a valorização do trabalho humano e a livre iniciativa e por objetivo assegurar a todos existência digna, conforme os ditames da justiça social”.

Leia Também:  Zequinha Lima assume a gestão de olho na subida do Rio Juruá, que já alcançou a cota de transbordamento e atingiu 08 bairros de Cruzeiro do Sul

Bohn Gass, Leo de Brito, Reginaldo Lopes, Padre João, Patrus Ananias, José Guimarães, Paulão, Carlos Zarattini, Joseildo Ramos e Enio Verri pedem adoção de providências legais imediatas (administrativas ou judiciais) com vistas à apuração das infrações e da autoria das ações expostas no documento de denúncia apresentado à Procuradoria da República no Distrito Federal, propondo, ao final, as medidas cabíveis.

“Diante da gravidade dos fatos, requer-se desde já a adoção das seguintes providências preliminares: Abertura de Inquérito Civil e posterior Ação Civil Pública e promoção das demais ações judiciais pertinentes; responsabilização de todos quantos tenham, por ação ou omissão, dado causa aos ilícitos noticiados. Esperamos contar com a sempre diligente e combativa atuação do Ministério Público, em defesa da ordem democrática e da sociedade brasileira”, concluem os parlamentares da bancada do PT na Câmara.

Visita ao TCU para tratar da privatização da Eletrobras

E ainda preocupado e atento a outro aumento que vem causando transtornos aos acreanos, o deputado federal Leo de Brito foi ao Tribunal de Contas da União (TCU) para tratar sobre o processo de desestatização da Eletrobras.

Leia Também:  Canil de Tarauacá virou ponto de usuários de drogas

“Acabamos de receber a notícia de que teremos mais um aumento na energia elétrica, anunciado pela Aneel [Agência Nacional de Energia Elétrica], a partir da próxima segunda-feira, dia 13. Será um aumento de quase 10% para as 280 mil unidades consumidoras no Acre. O povo não aguenta mais isso. Por isso, estou no TCU para tratar dessa maquiagem que fizeram para privatizar a Eletrobras”, afirmou Brito.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA