RIO BRANCO

Política

Prefeito Ilderlei Cordeiro visita obras da Faculdade de Medicina em Cruzeiro do Sul

Além de formar médicos na região, que antes tinham que ir para outras cidades estudar, a Faculdade fomenta a economia da cidade com a geração de emprego e renda.

Publicados

Política

Além de formar médicos na região, que antes tinham que ir para outras cidades estudar, a Faculdade fomenta a economia da cidade com a geração de emprego e renda.

Acompanhado do reitor executivo do Grupo de Medicina Afya, Paulo Marcondes, o prefeito de Cruzeiro do Sul, Ilderlei Cordeiro, visitou na manhã desta sexta-feira, 14, a obra da Faculdade de Medicina, que deve ser concluída no final de julho.

“O nosso sonho está próximo de se tornar realidade. A obra termina em julho e, se Deus quiser, vamos inaugurar o curso em agosto. Agradeço a todos os parceiros em nome do Dr. Nicolau e do Paulo, bem como o deputado federal Alan Rick que iniciou todo esse debate para a implantação do curso de Medicina em Cruzeiro do Sul”, salientou o prefeito que celebra a conquista para a região.

Além de formar médicos na região, que antes tinham que ir para outras cidades estudar, a Faculdade fomenta a economia da cidade com a geração de emprego e renda.

Marcondes destacou a parceria da Prefeitura de Cruzeiro do Sul e apoio da Secretaria Municipal de Saúde no processo de instalação do curso. “Temos contato com o apoio da Prefeitura. Estamos correndo com a obra, inclusive, já fizemos a compra dos livros”, disse.

Leia Também:  PDT vai expulsar os seis deputados federais que votaram pelo Golpe

Segundo a secretaria de Saúde, Juliana Pereira, que também acompanhou a vistoria, o município só tem a ganhar com a oferta do curso. “Como bem disse nosso prefeito, a nossa cidade só tem a ganhar. A Secretaria de Saúde é parceria desde o início do processo de implantação”.

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Política

Inquérito da apreensão dos mais de 150 kg de cocaína apreendida na Van da prefeitura de Brasileia segue em segredo de justiça

Publicados

em

Delegada de Brasiléia diz que há outros suspeitos envolvidos, razão pela qual o procedimento continua em aberto – Foto: Reprodução

Segue em segredo de justiça o procedimento investigativo aberto há mais de três meses pela Polícia Civil de Brasiléia que resultou na apreensão de 156 quilogramas de cocaína pura, ocorrida na última quinta-feira (2), na BR-317. A apreensão foi feita pelo Grupo Especial de Fronteira (Gefron).  Veja mais no ac24horas

A droga estava sendo transportada por um homem de 27 anos, de iniciais S.A.C., que se dirigia a Rio Branco como passageiro de um veículo da Secretaria Municipal de Saúde da prefeitura de Brasiléia que faz o transporte de pacientes renais para a realização de sessões de hemodiálise ou consultas na capital. Ele era um desses pacientes.

A polícia investiga se o acusado, que já teve a sua prisão em flagrante convertida para prisão preventiva, teve ajuda de outras pessoas para transportar a droga. Ele embarcou no carro oficial, supostamente sozinho, cinco bolsas abarrotadas do entorpecente classificado como de alta pureza por perícia feita pela Polícia Federal.

A delegada responsável pelo caso, Carla Ivane de Britto, que também é coordenadora da Polícia Civil na Regional do Alto Acre, disse ao ac24horas que por haver outras pessoas envolvidas, o procedimento segue em curso, não sendo desconsiderados nenhum dos que figuram como suspeitos.

Leia Também:  Neto abandona Gladson e declara apoio à Tião Viana

“Esse procedimento segue em instrução (coleta de indícios e realização de oitivas) e em segredo de Justiça com o intuito de não atrapalhar as investigações e outros desdobramentos. Ressalto que por haver outras pessoas envolvidas, o nosso trabalho segue em curso, não se desconsiderando nenhuma das pessoas que temos como suspeitos”, explicou.

A delegada ainda informou que solicitará ao Judiciário a disponibilização das informações obtidas quando da lavratura do flagrante pela Polícia Federal para acrescentar o que for relevante ao procedimento da Polícia Civil que tramita na Delegacia Geral de Brasiléia.

Pelas investigações feitas até o momento, a droga teria como destino a capital cearense, Fortaleza, onde poderia, pelo grau de pureza, ser comercializada por até R$ 40 mil o quilograma, que renderia ao crime um montante superior a R$ 7 milhões, segundo estimou o coordenador do Gefron, delegado Rêmulo Diniz.

Veja o Vídeo:

Veja o Vídeo:

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: Vereador diz que o prefeito Kiefer Cavalcante paga mais de 5 mil para dono de empresa que faz faculdade em Rio Branco – Vereador Ronaldo Reis de Feijó, gravou um vídeo onde fez graves denúncias contra a atual gestão do prefeito Kiefer Cavalcante a quem acusa de perseguição política e possível pagamentos irregulares em sua gestão. De acordo com o vereador, o prefeito demitiu a sua esposa só aconteceu depois que trouxe a tona um pagamento supostas irregularidades o que confirma a perseguição política que vem sofrendo por parte do gestor.

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter: 3 de Julho Notícias

Youtube: 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook: 3 de Julho Notíci

Página do Instagram: 3 de Julho Noticias

Veja o Vídeo:

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página do Instagram 3 de Julho Noticias, seja membro e compartilhe.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA