Política

Prefeito de Brasiléia visita desembargador

Prefeito de Brasiléia visita desembargador para resolver entraves do programa de regularização fundiária

Publicados

Política

Cartório do município vem apresentando dificuldades para garantir agilidade nas documentações dos imóveis

WILIANDRO DERZE, assessoria PMB

Da esquerda para direita, presidente do Iteracre, Glenilson Figueiredo, corregedor do TJ, Pedro Ranzi e o prefeito de Brasiléia, Everaldo Gomes – Foto: Assessoria

Da esquerda para direita, presidente do Iteracre, Glenilson Figueiredo, corregedor do TJ, Pedro Ranzi e o prefeito de Brasiléia, Everaldo Gomes – Foto: Assessoria

O prefeito de Brasiléia Everaldo Gomes visitou na manhã dessa terça-feira, 3, o desembargador e corregedor do Tribunal de Justiça, Pedro Ranzi para tratar da relação do Cartório do município nos registros de títulos definitivos realizados pelo programa de regularização fundiária. O diretor presidente do Instituto de Terras do Acre – Iteracre, Glenilson Figueiredo esteve presente e relatou os problemas encontrados na regularização dos documentos junto ao cartório da região.

As ações do programa de regularização fundiária com mapeamento e todo o trabalho de georreferenciamento estão sendo realizados e precisam ser reconhecidos pelo Cartório de Brasiléia.

De acordo com o prefeito Everaldo Gomes, os trabalhos realizados por meio de parceria entre Iteracre e prefeitura de Brasiléia já investiu muitos recursos e não pode esbarrar em dificuldades impostas pelo cartório. “Todos os documentos pedidos foral agilizados, mas sempre a burocracia e dificuldades são impostas para regularizar a documentação”, disse.

O diretor do Iteracre explicou que em vários municípios estão sendo feito os trabalhos de regularização das documentações e o único cartório que vem colocando dificuldades é o de Brasiléia. “Queremos que o desembargador veja essa situação e não deixe milhares de pessoas em Brasiléia que serão beneficiados com o titulo definitivo de seus imóveis desacreditarem em nosso trabalho que custou muitos investimentos. A prefeitura vem investindo e o Iteracre também. Queremos contemplar o município e precisamos de mais flexibilidade da direção do cartório”, destacou Glenilson.

O desembargador Pedro Ranzi disse que vai conferir se o problema é de fatores técnico ou pessoal. “Vamos analisar a situação até por que a regularização fundiária é de estrema importância e se existe algum impedimento temos que resolver para garantir o beneficio a população de Brasiléia”, esclareceu.

Participaram da reunião os assessores jurídicos do Iteracre e da prefeitura de Brasiléia para explicar os procedimentos que estavam sendo realizados junto ao cartório para que as documentações sejam reconhecidas e os títulos possam ser entregues.

Segundo o desembargador Pedro Ranzi a situação vai ser resolvida e pessoalmente estará agilizando as analises necessárias para garantir os trabalhos do programa de regularização fundiária.

Foto: Assessoria

Foto: Assessoria

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Como fica Clécio Gadelha, Lira e outros? Esposa do Vereador Rúbens de Epitaciolândia, assume cargo na 6ª Ciretran em Brasileia.

Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Política

Os irmãos Hassem deram um chá de cadeira em Márcia Bittar e não compareceram em reunião na câmara de Brasileia

Publicados

em

A pré-candidata ao Senado, Márcia Bittar, esteve no município de Brasileia com o intuito de se reunir na Câmara de Brasileia, com os novos filiados do grupo do casal Bittar, os pré-candidatos Tadeu Hassem e Israel Milani, acompanhado da esposa, prefeita Fernanda Hassem, mas o problema é que na hora da reunião, os irmãos Hassem e o Primeiro Damo deram um chá de cadeira em Márcia e não apareceram.

Segundo informações repassadas a redação do site 3 de Julho Notícias com exclusividade, a reunião contou apenas com a presença de Márcia Bittar e poucos apoiadores, dentre eles a presidente da Câmara, Arlete Amaral; o ex-vereador Vagner Galli; Blandina; Zemar e outros. Já a turma dos irmãos Hassem não apareceu, comportamento este, tido com ingratidão, haja vista que, quando foi para Tadeu e Israel se filiarem aos partidos políticos sob comando de Márcio Bittar, o casal juntamente com um dos filhos se fizeram presentes no ato como forma de dar boas vindas.

Dentre as muitas especulações, a que apresenta mais força é de que o grupo não quer aparecer publicamente com os Bittar, pois isso colocaria os irmão Hassem em maus lenços pelo fato de estares iludindo outros políticos com o argumento de apoio.

Leia Também:  (PSB) garantem que terá pre candidato a estadual pelo o alto acre

Atualmente, o Casal Bittar encontra-se em situações estreitas com o governador Gladson Cameli, precisamente ambos os grupos estão rompidos, por ventura tem políticos tirando proveito desta situação e fazendo jogo triplo. As relações entre os irmão Hassem estão cada vez mais comprometedora, isto porquê a prefeita de Brasileia, Fernanda Hassem e Cia, prometeu apoiar, o senador Petecão, grupo no qual a sogra está acomodada; prometeu apoiar o grupo do senador Márcio Bittar, onde o irmão Tadeu Hassem e o esposo Israel estão filiados e por último após fazer as pazes com o Governador Gladson prometeu apoio, inclusive, Fernanda já colocou boa parte da família e amidos mais próximos no governo com cargos de chefia e altas CECs.

Dentre os nomeados está a esposa de Tadeu, Higia, e uma sobrinha dos irmão Hassem esse seria um dos motivos para que os Hassem não apareçam na foto com os Bittar, para não correr o risco os altos cargos da família.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA