RIO BRANCO

Polícia

Policial Civil aposentado pode ter sido a primeira vítima por morte causada pelo coronavírus no Acre

Publicados

Polícia

Portal do Rosas – O Policial Civil aposentado Raimundo Moreira Lima, 82. pode ter sido a primeira vítima fatal do coronavírus no Acre.

A prioridade da causa da morte do Policial Civil teria sido uma parada cardiorrespiratória.

Internado do Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco (Huerb), o policial foi a óbito ontem à noite.

A exemplo do que acontece com as vítimas do coronavírus, Raimundo Moreira não pôde ser velado pelos parentes e amigos.

“O coronavírus matou o homem. Eles não deram nem o corpo para a família enterrar. Pegaram o homem, enrolaram num papel alumínio, puseram no caixão e foram enterrar eles mesmos”, diz um áudio que circula em grupos de WhatsApp.

Na sua página no Facebook, o autor do áudio faz mais cobranças.

Sesacre diz que aguarda exames para saber se policial morreu por coronavírus

A entidade de saúde destacou que diante do quadro grave do paciente, que deu entrada na emergência do PS com insuficiência respiratória na noite desta sexta-feira, 27, os profissionais coletaram as amostras para o exame de Covid-19.

Leia Também:  Adolescentes de 13 e 14 anos que sumiram após culto em igreja no Acre são achadas

O diagnóstico está no momento sob análise dos profissionais do Centro Mérieux, seguindo normalmente ao prazo de 48 horas para a sua divulgação.

Por isso mesmo, esclarece que é impossível afirmar, até a presente data, ‘que o seu falecimento foi em decorrência de complicações por eventual contaminação por coronavírus’.

Entretanto, a Sesacre comunica também que são falsos os áudios e as mensagens em redes sociais afirmando que a família foi impedida pelos profissionais do hospital de velar e de sepultar o paciente. O velório ocorre normalmente em Rio Branco.

A Sesacre solicitou que familiares e amigos usassem de discrição no velório, evitando que as pessoas se juntassem muito próximas umas das outras, na cerimônia fúnebre e no sepultamento. “Mas apenas isso. Não podemos deixar de liberar o funeral para a família. Qualquer pessoa sabe que isso é inconcebível”, explica a gerente de Assistência do Pronto-Socorro de Rio Branco, Mônica Nascimento. Com Informação Contilnet

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Polícia

Homem conhecido por Sombra é preso enquanto carregava corpo com pernas decepadas em barco pelo Rio Môa

Publicados

em

Homem é flagrado enquanto carregava corpo de vítima torturada em barco na zona rural do AC – Foto: Arquivo

Claudinei Sombra dos Santos, de 19 anos, foi flagrado enquanto carregava o corpo de um homem dentro de um barco pelo Rio Môa, na zona rural do município de Mâncio Lima. A vítima, que ainda não foi identificada, foi morta com tiros e teve as pernas decepadas. O corpo segue no Instituto Médico Legal (IML) em Cruzeiro do Sul.

Segundo o portal G1 Acre, o suspeito descia de barco pelo rio saindo da comunidade Timbaúba em direção a Mâncio Lima, quando passou pela base do Exército na comunidade São Salvador. Foi então que os militares fizeram uma abordagem e perceberam que ele estava muito nervoso e, ao verificarem o barco, encontraram o corpo da vítima.

A polícia foi acionada e foram enviadas duas equipes – uma da Polícia Civil e outra da Polícia Militar – para fazer o translado do corpo e a condução do preso. O local onde o suspeito foi flagrado fica a cerca de 10 horas de barco da cidade de Mâncio Lima e ele foi preso nesse domingo (16).

Leia Também:  Veja o Vídeo: Acidente em Brasiléia deixa vítima fatal na avenida Rui Lino

Conforme o delegado responsável pelas investigações, José Obetaneo do Santos, a motivação do crime ainda está sendo apurada.

“Vamos concluir o flagrante e verificar qual foi a verdadeira motivação desse crime. Na conversa preliminar com o acusado, ele apenas disse que se desentendeu com esse homem e que não o conhecia e que por conta desse desentendimento veio o dolo de matar e ele matou. O médico legista disse que ele foi alvejado por disparo arma de fogo e teve as pernas decepadas. A vítima foi torturada”, disse o delegado.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA