RIO BRANCO

Política

O governador Tião Viana é limpo. Diz Idésio Franke

O pedido de investigação contra o governador Tião Viana ajuizada pelo Ministério Público Federal (MPU) no Supremo Tribunal de Justiça (STJ),

Publicados

Política

O pedido de investigação contra o governador Tião Viana ajuizada pelo Ministério Público Federal (MPU) no Supremo Tribunal de Justiça (STJ)

Da Redação

artii_2-660x330

tendo como base uma suposição de benefício de recursos desviados da Petrobrás e usados na campanha de 2010, tendo por base a delação premiada dos corruptos confessos Paulo Roberto e Alberto Youssef não se sustenta, visto a inexistência de evidências, argumentos e fragilidades das provas que possam corroborar até mesmo a abertura de processo judicial.

Se nem mesmo os delatores assumem ter contactado o governador, seus coordenadores de campanha de 2010 ou prepostos, como pode o MPF arguir ilícito em relação a Tião Viana.

Os coordenadores da Campanha do Ggvernador Tião Viana, Flora Valadares e Márcio Veríssimo, não verificaram nenhuma ação irregular na arrecadação e gastos no pleito de 2010, e os procedimentos e preceitos da legislação eleitoral foram observados, uma vez que as contas foram aprovadas sem ressalvas e são públicas, estando à disposição da Justiça no TSE.

Segundo eles não houve arrecadação irregular e não houve envolvimento deles e do governador com pedidos de recursos de empresas que estão sendo arroladas no processo da operação “lava jato”.

Leia Também:  Leo de Brito abre mão de cota para passagens aéreas de cônjuge

Nunca houve nesse país tanto empenho em tentar manchar e condenar um Partido Político, tal qual está acontecendo com o Partido dos Trabalhadores (PT). De um lado a justiça, que na ânsia de envolver políticos e pessoas ligadas ao PT se precipita, abrindo inquéritos sem motivações comprovadas, induzindo sentência e condenação prévia. Do outro, a maioria da mídia golpista, insatisfeita com a inexistência das benesses de anteriores governos peessedebistas que enchiam seus cofres e anistiavam suas dívidas junto ao setor público.

É certo que nossa atrasada elite, rancorosa e golpista não tolera a inclusão social, a igualdade racial, o acesso dos pobres ao ensino superior e nossa independência econômica e soberania frente aos países do dito primeiro mundo. Boa parte da classe média, despolitizada e descomprometida com as mudanças, olhando para o seu próprio umbigo, não consegue discernir os interesses expressos nas fofocas das mídias sociais e nas informações deturpadas dos conglomerados da comunicação hegemônicos no nosso país. Não conseguem enxergar a origem da corrupção e a essência das transformações que estão sendo realizadas pelo PT e aquelas que ainda necessitam ser feitas na luta por um Brasil justo e democrático.

Leia Também:  Prefeito de Assis Brasil tenta se promover com obras de empresas privadas

Grande parte dos problemas vividos pela sociedade brasileira estão subscritos nas regras institucionais vigentes. Várias reformas precisam ser feitas, dentre elas: política-eleitoral, tributária, administrativa, agrária, educacional, comunicação, dentre outras, coisa que os partidos tradicionais e conservadores não querem.

O PT sugeriu as reformas desde as manifestações do ano passado, mas não obteve o apoio dos demais partidos. Será que a classe média descontente e a burguesia consciente do país, não conseguem ver isso, ou preferem esconder a cabeça que nem avestruz e não enfrentar os problemas na sua origem.

Conhecendo o Governador, temos a certeza da lisura e transparência de seus procedimentos no pleito eleitoral de 2010, frente a denúncias descabidas. Com o esclarecimento dos fatos prevalecerá a verdadeira versão e o reconhecimento da inocência, integridade e honra de Tião Viana, ante o imbróglio criado pelos delatores e o MPF e STJ, reestabelecendo a justiça.

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Política

Inquérito da apreensão dos mais de 150 kg de cocaína apreendida na Van da prefeitura de Brasileia segue em segredo de justiça

Publicados

em

Delegada de Brasiléia diz que há outros suspeitos envolvidos, razão pela qual o procedimento continua em aberto – Foto: Reprodução

Segue em segredo de justiça o procedimento investigativo aberto há mais de três meses pela Polícia Civil de Brasiléia que resultou na apreensão de 156 quilogramas de cocaína pura, ocorrida na última quinta-feira (2), na BR-317. A apreensão foi feita pelo Grupo Especial de Fronteira (Gefron).  Veja mais no ac24horas

A droga estava sendo transportada por um homem de 27 anos, de iniciais S.A.C., que se dirigia a Rio Branco como passageiro de um veículo da Secretaria Municipal de Saúde da prefeitura de Brasiléia que faz o transporte de pacientes renais para a realização de sessões de hemodiálise ou consultas na capital. Ele era um desses pacientes.

A polícia investiga se o acusado, que já teve a sua prisão em flagrante convertida para prisão preventiva, teve ajuda de outras pessoas para transportar a droga. Ele embarcou no carro oficial, supostamente sozinho, cinco bolsas abarrotadas do entorpecente classificado como de alta pureza por perícia feita pela Polícia Federal.

A delegada responsável pelo caso, Carla Ivane de Britto, que também é coordenadora da Polícia Civil na Regional do Alto Acre, disse ao ac24horas que por haver outras pessoas envolvidas, o procedimento segue em curso, não sendo desconsiderados nenhum dos que figuram como suspeitos.

Leia Também:  Ver. Carlinhos do Pelado esteve na zona rural ajudando na reforma de pontes

“Esse procedimento segue em instrução (coleta de indícios e realização de oitivas) e em segredo de Justiça com o intuito de não atrapalhar as investigações e outros desdobramentos. Ressalto que por haver outras pessoas envolvidas, o nosso trabalho segue em curso, não se desconsiderando nenhuma das pessoas que temos como suspeitos”, explicou.

A delegada ainda informou que solicitará ao Judiciário a disponibilização das informações obtidas quando da lavratura do flagrante pela Polícia Federal para acrescentar o que for relevante ao procedimento da Polícia Civil que tramita na Delegacia Geral de Brasiléia.

Pelas investigações feitas até o momento, a droga teria como destino a capital cearense, Fortaleza, onde poderia, pelo grau de pureza, ser comercializada por até R$ 40 mil o quilograma, que renderia ao crime um montante superior a R$ 7 milhões, segundo estimou o coordenador do Gefron, delegado Rêmulo Diniz.

Veja o Vídeo:

Veja o Vídeo:

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: Vereador diz que o prefeito Kiefer Cavalcante paga mais de 5 mil para dono de empresa que faz faculdade em Rio Branco – Vereador Ronaldo Reis de Feijó, gravou um vídeo onde fez graves denúncias contra a atual gestão do prefeito Kiefer Cavalcante a quem acusa de perseguição política e possível pagamentos irregulares em sua gestão. De acordo com o vereador, o prefeito demitiu a sua esposa só aconteceu depois que trouxe a tona um pagamento supostas irregularidades o que confirma a perseguição política que vem sofrendo por parte do gestor.

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter: 3 de Julho Notícias

Youtube: 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook: 3 de Julho Notíci

Página do Instagram: 3 de Julho Noticias

Veja o Vídeo:

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página do Instagram 3 de Julho Noticias, seja membro e compartilhe.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA