RIO BRANCO

Política

No governo Gladson é assim!! Servidor do HUERB denuncia: “falta remédios básicos e os mais complexos, o que tem estamos racionando”, afirma

Publicados

Política

Mais uma denuncia sobre a saúde no governo Gladson Cameli e de seu secretário Alysson Bestene, que recebeu o site 3 de Julho de um servidor da saúde, que presta serviços no Pronto Socorro e na Fundação Hospitalar do Acre. O mesmo relata uma situação que entra secretário, sai secretário e continua na mesma na saúde pública do Acre.

Recém retornado ao cargo de secretário, Alysson Bestene não terá tarefa fácil, em busca de melhorar o atendimento no sistema público de saúde estadual. Nesta área foi um dos pontos mais debatidos e que inclusive favoreceu a vitória do atual governador Gladson Cameli e Major Rocha, que prometeram dias melhores para o que estão na fila de espera.

O servidor afirmou que faltam, Dipirona, Tramal, Tilatil, Máscara, Fio de Sutura Nylon, Luvas de Procedimentos e sem falar nos medicamentos para alta complexidade.

“Dói na alma ver pacientes que estão há um, dois e até três anos pelejando em busca de um tratamento para suas infermidades’, sendo que não podemos fazer muita coisa, pois apenas somos parte dessa mola que roda a estrutura do sistema, disse.

Leia Também:  Angelim é a favor da reforma política para reaproximar parlamento

Perguntado sobre os resultados da passagem da equipe da secretária Mônica Feres pela pasta, o servidor resumiu como retrocesso e atraso.

“Não sabemos como tiveram coragem de deixar uma mulher tão fria, desconhecedora e negligente como a Mônica para tomar conta da saúde”, destaca.

Até o fechamento da matéria, não conseguimos contato com a equipe de comunicação da Sesacre. Deixamos o espaço reservado para as respostas dos questionamentos levantados pelo servidor.

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Política

“Prefeita se oriente, prefeitura não faz nada por nós”, diz moradora em vídeo com a vereadora Neiva Badotti

Publicados

em

Eu amo eu cuido vem fazendo vítimas a cada chuva, e nesse inverno nossa população é quem sofre – Foto: Reprodução / Arte Alemão Monteiro

A vereadora do município de Brasileia, Neiva Badotti, esteve visitando moradores em pontos do município após uma chuva que deu na região e que vem causando transtornos aos moradores que estão sendo vítimas da má gestão de Fernanda Hassem e parte de sua equipe. 

Apesar de não ter previsão de transbordamento do Rio Acre no período invernoso, alguns moradores continuam sofrendo com a água entrando em suas casas, isso porquê o serviço de drenagem do município é incompatível com a demanda de água que a redes de esgoto recebe e infelizmente no verão, a prefeitura por meio da secretaria de obras não trabalhos para resolver este problema que já vem atormentando os moradores há muito tempo.

Revoltada com a situação, a vereadora Neiva resolveu acompanhar de perto essa situação para prestar seu apoio aos moradores que sofrem com a água dentro de suas casas e cobrar mais ainda da prefeitura providências quanto a este problema para que os moradores atingidos sejam assistidos pelo Poder Público Municipal. 

Leia Também:  Enquanto eles escondem o passado de caos, nós mostramos os avanços e conquistas para Guajará, diz Ordean Silva, respondendo oposição

Neiva destaca ainda que a prefeitura tinha recursos para resolver essa situação de alagamento em alguns pontos da Cidade, mas não resolveu a situação, não se sabe se é por falta de vontade ou por falta de competência e destaca que foi aprovado muitos milhões para 2022 para que a secretaria de obras possa trabalhar e o que se espera é que de fato a prefeitura trabalhe para proporcionar mais dignidade para essas famílias.

Diante das inúmera denúncias de transbordamento nas residência tentamos contato com o secretário de Obras, Francisco Lima, para saber qual é os planos da gestão para tentar resolver essa situação com a chegada do verão, mas até a publicação desta matéria não obtivemos sucesso, desde já o espaço fica aberto para mais esclarecimentos a respeito do assunto.

Veja o Vídeo:

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: Em meio a maior crise do sistema de transporte coletivo dos últimos tempos, a população de Rio Branco vive um dilema e acorda todo dia sem saber se terá ônibus passando em sua região. O prefeito Tião Bocalom tentou amenizar o problema repassando R$ 2 milhões e quatrocentos mil para as empresas quitar os débitos com empregados, acordo não cumprido e que foi um dos motivos para a intervenção no setor.

Leia Também:  Prefeita Fernanda Hassem anuncia pagamento do mês de junho e adiantamento de 50% do 13º salário aos servidores

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter: 3 de Julho Notícias

Youtube: 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook: 3 de Julho Notíci

Página do Instagram: 3 de Julho Noticias

Veja o Vídeo:

Veja o Vídeo:

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página do Instagram 3 de Julho Noticias, seja membro e compartilhe.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA