RIO BRANCO

Política

Nicolau Júnior defende melhores condições de trabalho para agentes penitenciários

O objetivo de Nicolau Júnior é garantir a esses agentes melhores condições de trabalho.

Publicados

Política

O objetivo de Nicolau Júnior é garantir a esses agentes melhores condições de trabalho. 

Da Assessoria

Nicolau Júnior

O deputado estadual Nicolau Junior (PP) reuniu-se no final da tarde de ontem (3) com secretário estadual de Segurança Pública, Emylson Farias, em Rio Branco. Ele fez parte da comissão de deputados liderada pelo presidente da Assembleia Legislativa do Acre, Ney Amorim (PT), o líder do governo, Lourival Marques (PT), o líder do PT, Daniel Zen, o deputado Dr. Jenilson (PCdoB) e a deputada Eliane Sinhasique (PMDB) que foram dialogar com o executivo sobre a violência contra agentes penitenciários e a garantia de mais estrutura de trabalho para a categoria.

A agenda foi resultado dos protestos iniciados durante a sessão solene que aconteceu na manhã de ontem (3) no parlamento, por conta do assassinato de mais um agente penitenciário ocorrido na capital.

“O nosso objetivo é garantir a esses agentes melhores condições de trabalho. Dialogamos com o governo no sentido de aumentar o efetivo com um novo concurso público, o reforço do banco de horas e o apoio dos demais operadores de segurança pública na segurança dos presídios”, argumentou.

Leia Também:  Deputada Leila Galvão destaca início de pré-Enem no campus da Universidade do Alto Acre

Junior lembrou que em Cruzeiro do Sul existe falta de efetivo. Outro problema apontado pelo progressista é a precária estrutura do presídio feminino no Juruá. O deputado avalia que a estruturação dos presídios e dos operadores do sistema é fundamental para garantir a sensação de segurança das pessoas.

“Estamos apelando ao secretário Emylson, ao governo do Estado, que olhe e entenda as necessidades da categoria de agentes penitenciários e realize ações emergenciais, a fim de conter o avanço da criminalidade que vem assolando a todos”, acrescentou.

O secretário pediu 45 dias para começar a resolver as prioridades. Uma comissão de deputados, agentes penitenciários e equipe do governo vão continuar dialogando. 

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Política

Inquérito da apreensão dos mais de 150 kg de cocaína apreendida na Van da prefeitura de Brasileia segue em segredo de justiça

Publicados

em

Delegada de Brasiléia diz que há outros suspeitos envolvidos, razão pela qual o procedimento continua em aberto – Foto: Reprodução

Segue em segredo de justiça o procedimento investigativo aberto há mais de três meses pela Polícia Civil de Brasiléia que resultou na apreensão de 156 quilogramas de cocaína pura, ocorrida na última quinta-feira (2), na BR-317. A apreensão foi feita pelo Grupo Especial de Fronteira (Gefron).  Veja mais no ac24horas

A droga estava sendo transportada por um homem de 27 anos, de iniciais S.A.C., que se dirigia a Rio Branco como passageiro de um veículo da Secretaria Municipal de Saúde da prefeitura de Brasiléia que faz o transporte de pacientes renais para a realização de sessões de hemodiálise ou consultas na capital. Ele era um desses pacientes.

A polícia investiga se o acusado, que já teve a sua prisão em flagrante convertida para prisão preventiva, teve ajuda de outras pessoas para transportar a droga. Ele embarcou no carro oficial, supostamente sozinho, cinco bolsas abarrotadas do entorpecente classificado como de alta pureza por perícia feita pela Polícia Federal.

A delegada responsável pelo caso, Carla Ivane de Britto, que também é coordenadora da Polícia Civil na Regional do Alto Acre, disse ao ac24horas que por haver outras pessoas envolvidas, o procedimento segue em curso, não sendo desconsiderados nenhum dos que figuram como suspeitos.

Leia Também:  Prefeito Bira organiza os últimos preparativos para a festa do 20 de Janeiro em Xapuri

“Esse procedimento segue em instrução (coleta de indícios e realização de oitivas) e em segredo de Justiça com o intuito de não atrapalhar as investigações e outros desdobramentos. Ressalto que por haver outras pessoas envolvidas, o nosso trabalho segue em curso, não se desconsiderando nenhuma das pessoas que temos como suspeitos”, explicou.

A delegada ainda informou que solicitará ao Judiciário a disponibilização das informações obtidas quando da lavratura do flagrante pela Polícia Federal para acrescentar o que for relevante ao procedimento da Polícia Civil que tramita na Delegacia Geral de Brasiléia.

Pelas investigações feitas até o momento, a droga teria como destino a capital cearense, Fortaleza, onde poderia, pelo grau de pureza, ser comercializada por até R$ 40 mil o quilograma, que renderia ao crime um montante superior a R$ 7 milhões, segundo estimou o coordenador do Gefron, delegado Rêmulo Diniz.

Veja o Vídeo:

Veja o Vídeo:

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: Vereador diz que o prefeito Kiefer Cavalcante paga mais de 5 mil para dono de empresa que faz faculdade em Rio Branco – Vereador Ronaldo Reis de Feijó, gravou um vídeo onde fez graves denúncias contra a atual gestão do prefeito Kiefer Cavalcante a quem acusa de perseguição política e possível pagamentos irregulares em sua gestão. De acordo com o vereador, o prefeito demitiu a sua esposa só aconteceu depois que trouxe a tona um pagamento supostas irregularidades o que confirma a perseguição política que vem sofrendo por parte do gestor.

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter: 3 de Julho Notícias

Youtube: 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook: 3 de Julho Notíci

Página do Instagram: 3 de Julho Noticias

Veja o Vídeo:

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página do Instagram 3 de Julho Noticias, seja membro e compartilhe.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA