RIO BRANCO

Política

Ministério da Integração libera R$ 2,2 milhões para o Acre

Verba deve ser usada em ações de socorro e assistência.

Publicados

Política

Verba deve ser usada em ações de socorro e assistência.

Caio FulgêncioDo G1 AC

Mais 330 famílias estão no abrigo montado no Parque de Exposições (Foto: Amanda Borges/G1)

Mais 330 famílias estão no abrigo montado no Parque de Exposições (Foto: Amanda Borges/G1)

Portaria foi publicada no Diário Oficial da União nesta sexta (28).

O Governo Federal, por meio do Ministério da Integração Nacional, autorizou o repasse de R$ 2,2 milhões  para o Governo do Acre, com o intuito de executar ações de socorro, assistência e restabelecimento de serviços essenciais. A portaria foi publicada no Diário Oficial da União nesta sexta-feira (28).

Segundo a secretária da Casa Civil, Márcia Regina, a verba repassada é destinada às pessoas desabrigadas pela cheia do Rio Acre que foram encaminhadas ao aluguel social. Deve ser usada também para auxiliar no retorno das famílias que estão no abrigo montado no Parque de Exposições e também para assistência aos imigrantes, em Brasiléia.

“Nós tiramos uma parcela da população para o aluguel social e essa verba é para a manutenção até que as casas do Programa Minha Casa, Minha Vida e Cidade do Povo sejam entregues”, explica.

Leia Também:  Deputado Jenilson Leite: Membros da CPI da energia solicitam perícia do IPEM nos medidores de energia no Acre

De acordo com a publicação, o governo acreano tem o prazo de 365 dias para execução das obras e serviços, contados a partir da data de publicação. O  valor repassado deve ser obrigatoriamente utilizado para esses fins.

Após o término do prazo de vigência, o Estado terá que apresentar prestação de contas no prazo de 30 dias. O Rio Acre atingiu nesta sexta-feira (28) o nível de 14,65m. No abrigo público montado no Parque de Exposições Marechal Castelo Branco, na capital, estão alojadas 331 famílias, ou seja, 1.308 pessoas.

Na quarta-feira (26) o governador do Acre, Tião Viana, decretou situação de emergência devido enchente do Rio Madeira, em Porto Velho (RO), que cobre parte da BR-364. O trecho da estrada liga o Acre a Rondônia e é a única via de acesso terrestre para o resto do Brasil. Com a inundação, o estado fica isolado.

COMENTE ABAIXO:

Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Política

Morador grava vídeo denunciando as péssimas condições de rua na atual gestão de Fernanda Hassem

Publicados

em

Um morador da rua Rondônia gravou um vídeo denunciando as péssimas condições da referida Via, segundo ele, os moradores que precisam trafegar pela rua não aguentam mais o abandono por parte da atual gestão de Fernanda Hassem, segundo ele há pelo menos 6 anos que a localidade não recebe manutenção da prefeitura de Brasileia.

Os moradores, revoltados com a situação resolveram tornar público essa situação para que o Poder Público tome providências quanto a esta situação específica. Vale destacar que não só a rua Rondônia encontra-se nesta condição, mas a maioria das vias do município encontra-se em péssimas condições.

Por se tratar de uma rua que dá acesso a escola infantil Menino Jesus e a uma distribuidora de gás os moradores almejam ainda mais uma melhoria, pois segundo eles, no período do inverno, os alunos enfrentam grande dificuldades para chegar a escola, onde saem de casa limpos e chegam na escolas sujos de lama por conta da falta de dignidade no tráfego.

“A cada chuva que cai o açude aumenta mais se jogar tambaqui aqui se cria porque a situação está cada vez pior, tá com mais de 6 anos que essa rua não recebe um tapa buracos, aqui quando as crianças estão indo para a escola elas sofrem”, concluiu um morador.

Leia Também:  Vereadora Tereza com certeza denuncia os desmandos da atual gestão no CAT de Brasiléia

Veja o Vídeo:

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA