RIO BRANCO

Política

Mau administrado-Prefeito de Brasileia é CONDENADO pelo TCE

Everaldo é acusado de criar decreto para fraudar licitação

Publicados

Política

Everaldo é acusado de criar decreto para fraudar licitação

Com os decretos os prefeitos fizeram despesas de todas a montas, sem licitação.

Com os decretos os prefeitos fizeram despesas de todas a montas, sem licitação.

ALEMÃO MONTEIRO – ACAZETA.NE-TBY ADAILSON OLIVEIRA 

Os conselheiros do Tribunal de Contas condenaram o prefeito de Brasileia, Everaldo Gomes da Silva, a pagar uma multa de R$ 7.140,00 e o secretário de Finanças Jackson Araújo e o procurador Jurídico a multas de R$ 1.140,00. O trio é acusado de decretar, sem necessidade, situação de emergência administrativa e financeira.

Para a relatora do processo, conselheira Dulcinéa Benício, o decreto foi usado para burlar a lei de licitações. Com Isso, o prefeito fez diversos gastos, principalmente, com combustíveis , sem apresentar justificativas.

No início de janeiro desse ano, cinco prefeituras decretaram situação de emergência administrativa e financeira, o que, então era uma novidade entre os gestores públicos no Estado. No dia 7 de fevereiro, o Tribunal de Contas do Estado, determinou a cassação desses decretos municipais, ao mesmo tempo, instaurou inspeções nessas prefeituras.

Com os decretos os prefeitos fizeram despesas de todas a montas, sem licitação. O primeiro resultado dessas inspeções foi julgado hoje pelos conselheiros. O prefeito de Brasileia Everaldo Gomes, além da multa vai ter que fazer o acerto e apresentar na prestação de contas os gastos feitos de forma ilegal.

Leia Também:  Prefeitura de Brasileia inicia a Operação Bairros; A ação iniciou no Bairro Jatobá

Enquanto durou o decreto emergencial a prefeitura dispensou a licitação para a compra de combustíveis para todas as secretarias. Ao verificar as planilhas, os técnicos do TCE notaram que o fornecimento foi maior que o contratado pelo prefeito.

Quando se declara emergência administrativa e financeira é por que o município está sem recurso. O prefeito Everaldo foi no caminho inverso: gastou demais. Chegou a fechar um contrato com uma cooperativa por 30 dias; comprou equipamentos e material odontológico fracionados, o que é proibido pela lei de licitação.

A conselheira Dulcinéa Benício mostrou que o decreto pode ter sido criado para fraudar as compras, e a inspeção vai pesar para o prefeito quando ele fizer a prestação de contas no final do ano.

Esse é apenas o primeiro julgamento, outros quatro prefeitos ainda terão seus decretos emergências analisados pelos técnicos do TCE, que já foram aos municípios e estão preparando os relatórios.

COMENTE ABAIXO:

Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Política

Mesmo com intervenção, Prefeitura não assumirá salários atrasados dos trabalhadores do sistema de transporte de Rio Branco

Publicados

em

Como diz no ditado popular, a corda só arrebenta do lado mais fraco – Foto: Reprodução

Em meio a maior crise do sistema de transporte coletivo dos últimos tempos, a população de Rio Branco vive um dilema e acorda todo dia sem saber se terá ônibus passando em sua região.

O prefeito Tião Bocalom (PP) tentou amenizar o problema repassando R$ 2 milhões e quatrocentos mil para as empresas quitar os débitos com empregados, acordo não cumprido e que foi um dos motivos para a intervenção no setor.

Diante da negligência de não colocar os coletivos para rodar desde domingo, o prefeito resolveu assumir o sistema, desde o abastecimento a parte gerencial como todo enquanto aguarda a nova empresa que chegará para assumir a responsabilidade de transportar cerca de 15 mil usuários dia.

O diretor da RBTRANS Vilas Boas, gravou um vídeo na noite de segunda-feira (18), para pedir o retorno dos motoristas ao trabalho e afirmando que eles terão os empregos mantidos, mas que não a gestão não pode assumir a dívida dos passivos em atraso. Trocando em miúdos, os empregados que tem de um a três salários em atrasos, alguns férias, outros sem FGTS, INSS que estava sendo deixado de ser depositado pelos patrões, não terão a garantia de recebimento.

Leia Também:  Prefeitura de Brasileia inicia a Operação Bairros; A ação iniciou no Bairro Jatobá

O movimento sindical promete mais uma manifestação na manhã desta terça-feira (19), para pedir uma solução imediata para o transporte coletivo da capital e também defender os direitos dos trabalhadores, abandonados pelas empresas.

Veja o Vídeo:

Veja o Vídeo:

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA