RIO BRANCO

Política

Maior indústria de máquinas pesadas da China estuda negócios no Acre

A XCMG é uma empresa estatal, a maior fabricante de máquinas para construção civil da China e a quinta no mundo

Publicados

Política

A XCMG é uma empresa estatal, a maior fabricante de máquinas para construção civil da China e a quinta no mundo

 Por Samuel Bryan 

Comitiva da montadora XCMG esteve com o governador Tião Viana estreitando relações diplomáticas (Foto: Sérgio Vale/Secom)

Comitiva da montadora XCMG esteve com o governador Tião Viana estreitando relações diplomáticas (Foto: Sérgio Vale/Secom)

O governador Tião Viana recebeu na tarde desta quinta-feira, 11, representantes da indústria estatal de máquinas pesadas da China, XCMG. A comitiva da empresa foi formada pelo presidente mundial da montadora, Yansong Wang, e o presidente da indústria no Brasil, Jinshing Cui, que vieram ao Acre para conhecer as potencialidades da região, além de demonstrar interesse em instalações próprias no Estado para poderem negociar com o mercado andino.

A XCMG é uma empresa estatal, a maior fabricante de máquinas para construção civil da China e a quinta no mundo. A empresa conta com mais de 35 mil funcionários, distribuídos em 22 fábricas em sua cidade sede, Xuzhou, além de outras instalações em Shanghai e Beijing, também na China. Possui uma montadora em Pouso Alegre (MG), num investimento de 500 milhões de dólares.

Leia Também:  Bolívia Evo Morales é reeleito com mais de 60% dos votos.

“Vivemos um momento em que podemos transformar o Acre num portal para o Pacífico. Por 500 anos o Oceano Atlântico foi nossa maior rota comercial, mas nos próximos séculos será o Pacífico”, disse o governador Tião Viana ao apresentar as potencialidades do Estado. Ele também falou que esteve recentemente no Peru – em viagem por terra – e encontrou a Rodovia Interoceânica em perfeitas condições. Segundo o governador, utilizando-a em vez do Canal do Panamá, pode-se economizar até 14 dias para a China.

O presidente mundial da XCMG, Yansong Wang, conta que sua visita também tem um caráter diplomático entre o Acre e a China. Ele conheceu de perto empreendimentos do Estado voltados à área de alimentos, madeira, criação de animais e plantio, e convidou o governador para uma visita à China.

Wang destacou ainda que tentará agendar uma nova visita do embaixador chinês ao Acre e ressaltou a importância do projeto da Ferrovia Interoceânica, que tem parceria entre Brasil e China.

“O Acre é um estado estratégico para alcançar os países andinos. A XCMG tem estabelecido um fundo de investimentos de R$ 30 milhões para o Brasil. E até maio deste ano finalizaremos o projeto da ferrovia, e esperamos que o governo do Brasil dê prioridade”, explicou Yansong Wang.

Leia Também:  Deputado Jenilson Leite auxilia no socorro à moradores de bairros afetados pela forte chuva na capital

Tião Viana também relatou as vantagens da instalação de uma indústria da XCMG na Zona de Processamento de Exportação (ZPE) acreana, e o presidente Wang prometeu um estudo de viabilidade. O deputado federal Leo de Brito acompanhou a reunião e garantiu apoio nos interesses da indústria no Acre.

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Política

Morador grava vídeo denunciando as péssimas condições de rua na atual gestão de Fernanda Hassem

Publicados

em

Um morador da rua Rondônia gravou um vídeo denunciando as péssimas condições da referida Via, segundo ele, os moradores que precisam trafegar pela rua não aguentam mais o abandono por parte da atual gestão de Fernanda Hassem, segundo ele há pelo menos 6 anos que a localidade não recebe manutenção da prefeitura de Brasileia.

Os moradores, revoltados com a situação resolveram tornar público essa situação para que o Poder Público tome providências quanto a esta situação específica. Vale destacar que não só a rua Rondônia encontra-se nesta condição, mas a maioria das vias do município encontra-se em péssimas condições.

Por se tratar de uma rua que dá acesso a escola infantil Menino Jesus e a uma distribuidora de gás os moradores almejam ainda mais uma melhoria, pois segundo eles, no período do inverno, os alunos enfrentam grande dificuldades para chegar a escola, onde saem de casa limpos e chegam na escolas sujos de lama por conta da falta de dignidade no tráfego.

“A cada chuva que cai o açude aumenta mais se jogar tambaqui aqui se cria porque a situação está cada vez pior, tá com mais de 6 anos que essa rua não recebe um tapa buracos, aqui quando as crianças estão indo para a escola elas sofrem”, concluiu um morador.

Leia Também:  Mais de 260 seções eleitorais de Rio Branco e Bujari passam por desinfecção para votação

Veja o Vídeo:

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA