RIO BRANCO

Política

Léo de Brito representa o Acre em reunião do Diretório do PT em Minas

O deputado federal Léo de Brito será o representante do Acre, a pedido do presidente regional do PT, Ermício Sena, na reunião do Diretório Nacional do partido

Publicados

Política

O deputado federal Léo de Brito será o representante do Acre, a pedido do presidente regional do PT, Ermício Sena, na reunião do Diretório Nacional do partido

Da Assessoria

Léo do PT

Léo vai abre a programação do ato político em celebração aos 35 anos do PT, realizado em Belo Horizonte, (MG), nesta sexta-feira (6). A comemoração conta com a presença da presidente Dilma Roussef e do ex-presidente Lula.

Para Leo de Brito, que está iniciando o primeiro mandato, o momento é extremamente oportuno para reunir as lideranças. “A atual conjuntura é de reflexão para os novos desafios que teremos. O partido ainda é novo e passa por um processo permanente de reconstrução. A reunião tem a intenção de nortear o partido para este início de governo”, declarou.

Do Acre, Sibá Machado, recém-eleito líder do PT na Câmara, também participa do evento que, além do aniversário de fundação do partido, comemora os 13 anos à frente do Governo Federal. A ocasião será marcada por discussões entre os dirigentes, pautados em temas de grande relevância atualmente, como o futuro da sigla, reestruturação interna e reaproximação com os movimentos sociais.

Leia Também:  Prefeitura comemora dois anos da Feira da Reforma Agraria com produtores

Militante desde a adolescência e filiado ao PT desde 1997, Leo é ex-presidente regional do partido e agora compõe sua bancada, a maior da legislatura, com 70 deputados. Ele fala da satisfação de poder representar o Acre na Câmara e no encontro. “Considero esta uma ocasião histórica, de definição de rumos. A responsabilidade é grande, mas venho me preparando há algum tempo para ela. Para contribuir com o futuro do Acre e com o PT”, afirma.

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Política

No Parlasul, Deputada Perpétua fala da urgência de o Brasil retomar compromissos com a preservação ambiental

Publicados

em

“É urgente que o Brasil assuma suas responsabilidades com a preservação ambiental”. A afirmação foi feita pela deputada Perpétua Almeida (PCdoB-AC) durante discurso em sessão do Parlasul nesta segunda-feira, 6, no Uruguai.

A parlamentar destacou a importância da retomada do acordo Mercosul-União Europeia, estagnado por conta do retrocesso na questão ambiental no Brasil.

“Países como Alemanha, França, Holanda e Noruega pressionam o Brasil, travando o acordo, pois, nosso governo não vem cumprindo os compromissos internacionais sobre meio ambiente, permitindo o avanço do desmatamento e das queimadas na Amazônia, no Pantanal, no Cerrado e outros biomas. Triste situação acompanhada com angústia por toda a comunidade do Mercosul e por todos nós que sempre defendemos esse acordo”.

Perpétua recorda que durante a COP-36 a União Europeia sinalizou a retomada do acordo desde que o Brasil assuma seus compromissos de preservação ambiental e redução das emissões de carbono.

“Para nós, colegas parlamentares, foi um vexame, que depois da COP 26 os números reais apareceram, e viu-se que atingimos este ano a maior taxa de desmatamento e devastação dos últimos 15 anos na Amazônia. No parlamento brasileiro, estamos estudando atualmente um pacote ambiental para dar suporte a estes compromissos. Mas temos que manter a pressão e sermos capazes, como parlamento, de reverter o desmonte do setor de fiscalização e proteção ambiental promovido pelo então ministro Ricardo Salles, que elevou o Brasil aos piores e vergonhosos números na devastação ambiental”, disse.

Leia Também:  Bairro José Hassem pode ser fechado a qualquer momento por causa de ponte

Veja o Vídeo:

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: Vereador diz que o prefeito Kiefer Cavalcante paga mais de 5 mil para dono de empresa que faz faculdade em Rio Branco – Vereador Ronaldo Reis de Feijó, gravou um vídeo onde fez graves denúncias contra a atual gestão do prefeito Kiefer Cavalcante a quem acusa de perseguição política e possível pagamentos irregulares em sua gestão. De acordo com o vereador, o prefeito demitiu a sua esposa só aconteceu depois que trouxe a tona um pagamento supostas irregularidades o que confirma a perseguição política que vem sofrendo por parte do gestor.

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter: 3 de Julho Notícias

Youtube: 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook: 3 de Julho Notíci

Página do Instagram: 3 de Julho Noticias

Veja o Vídeo:

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página do Instagram 3 de Julho Noticias, seja membro e compartilhe.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA