Política

Influência de Clodoaldo Rodrigues, na prefeitura de Cruzeiro, pode se tornar um problema para Zequinha Lima

Publicados

Política

Os bastidores da eleição estão fervendo e as movimentações feitas por pré-candidatos estão tendo desdobramentos das mais diversas formas – Foto: Reprodução

Em Cruzeiro do Sul, o atual prefeito Zequinha Lima (PP), será peça fundamental para campanha do governador Gladson Cameli, que também deverá ser o principal apoiador da campanha do atual presidente da ALEAC, Nicolau Júnior, a reeleição. Acontece que outras candidaturas podem trazer dor de cabeça e exigir habilidade do gestor, afinal ele tem uma correlação de forças compondo sua administração.

De todos os possíveis nomes que tem entrada e influência com lideranças da administração de Zequinha, o ex-vereador e prefeito Clodoaldo Rodrigues (Republicanos) é o nome que mais pode trazer conflitos. Por ter assumido a prefeitura por pouco, 4 meses e meio, Clodoaldo fez boas relações e parte de sua equipe foi reaproveitada por Zequinha e isso se deu por serem na época do mesmo grupo político.

A esposa de Clodoaldo, Delcimar Leite é atualmente a secretária de Desenvolvimento Social, uma das maiores e poderosas pastas da gestão. Na limpeza pública e Meio Ambiente e alguns setores da saúde, Clodoaldo transita muito bem e isso já foi percebido por Zequinha Lima que já foi inclusive alertado por assessores próximos.

Leia Também:  Prefeitura de Sena realiza seminário para tratar sobre a atualização do Plano de Saneamento Básico

Segundo a fonte do site 3 de Julho, um evento realizado por Clodoaldo recentemente, demonstrou sua influência em setores da administração, a contar pela ajuda que teve para mobilizar e garantir a presença de apoiadores no ato político que foi realizado na cidade e que tinha objetivo de promover sua pré-candidatura a deputado estadual.

O jogo é bruto e é jogado, e para cada investida de Clodoaldo daqui para frente o prefeito Zequinha Lima certamente estará ligado nos movimentos.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Política

Os irmãos Hassem deram um chá de cadeira em Márcia Bittar e não compareceram em reunião na câmara de Brasileia

Publicados

em

A pré-candidata ao Senado, Márcia Bittar, esteve no município de Brasileia com o intuito de se reunir na Câmara de Brasileia, com os novos filiados do grupo do casal Bittar, os pré-candidatos Tadeu Hassem e Israel Milani, acompanhado da esposa, prefeita Fernanda Hassem, mas o problema é que na hora da reunião, os irmãos Hassem e o Primeiro Damo deram um chá de cadeira em Márcia e não apareceram.

Segundo informações repassadas a redação do site 3 de Julho Notícias com exclusividade, a reunião contou apenas com a presença de Márcia Bittar e poucos apoiadores, dentre eles a presidente da Câmara, Arlete Amaral; o ex-vereador Vagner Galli; Blandina; Zemar e outros. Já a turma dos irmãos Hassem não apareceu, comportamento este, tido com ingratidão, haja vista que, quando foi para Tadeu e Israel se filiarem aos partidos políticos sob comando de Márcio Bittar, o casal juntamente com um dos filhos se fizeram presentes no ato como forma de dar boas vindas.

Dentre as muitas especulações, a que apresenta mais força é de que o grupo não quer aparecer publicamente com os Bittar, pois isso colocaria os irmão Hassem em maus lenços pelo fato de estares iludindo outros políticos com o argumento de apoio.

Leia Também:  Minoru caiu na graça do povo. Exala honestidade, espírito público e competência

Atualmente, o Casal Bittar encontra-se em situações estreitas com o governador Gladson Cameli, precisamente ambos os grupos estão rompidos, por ventura tem políticos tirando proveito desta situação e fazendo jogo triplo. As relações entre os irmão Hassem estão cada vez mais comprometedora, isto porquê a prefeita de Brasileia, Fernanda Hassem e Cia, prometeu apoiar, o senador Petecão, grupo no qual a sogra está acomodada; prometeu apoiar o grupo do senador Márcio Bittar, onde o irmão Tadeu Hassem e o esposo Israel estão filiados e por último após fazer as pazes com o Governador Gladson prometeu apoio, inclusive, Fernanda já colocou boa parte da família e amidos mais próximos no governo com cargos de chefia e altas CECs.

Dentre os nomeados está a esposa de Tadeu, Higia, e uma sobrinha dos irmão Hassem esse seria um dos motivos para que os Hassem não apareçam na foto com os Bittar, para não correr o risco os altos cargos da família.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA