Política

História real, Prefeitura fictícia

História real, Prefeitura fictícia

Publicados

Política

Manda quem pode, obedece quem tem juízo

Por Alemão Monteiro

prefe

Esta é uma história real de uma Prefeitura fictícia onde:

O Prefeito que é pra mandar mas não manda, tem um que manda mas não é o Prefeito, quem é pra obedecer também manda e quem está mandando não quer obedecer.

Quem dita as regras não assina nada e quem assina desconhece todas as regras, é um carro desgovernado onde quem pilota está com a habilitação vencida e o verdadeiro condutor não sabe dirigir.

Prefere andar no lugar do carona, não se sabe se por medo, pressão ou por não conhecer o terreno onde pisa.

Um veículo que já ultrapassou todos os sinais vermelhos e vive sempre em alerta. A luz do óleo permanece acesa, combustível sempre na reserva e os faróis baixos indicam que não dá para ir tão longe nesta caminhada.

A prefeitura vive em meio a uma verdadeira crise de comando onde todos mandam e ninguém obedece.

Gostou? Então Curta!!!

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Prefeito de Assis Brasil Zum, ficou conhecido na cidade como "pai do salário atrasado"

Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Política

Temos ex-secretário milionário, compra de bois, fazenda na Bolívia e apartamento fora do Acre, está escandalizada a corrupção em Brasileia, diz Marinete

Publicados

em

Veja o Vídeo:

A vereadora Marinete Mesquita não poupou palavras para enfatizar que a corrupção no município de Brasileia por meio da gestão da prefeita Fernanda Hassem está escandalizada, quando na verdade milhões de recursos foram aprovados para 2022 e não se sabe onde foram empregados.

Essa fala da parlamentar voltada para os casos de corrupção na gestão da prefeita Fernanda se deu devido o poder executivo enviar um projeto de lei solicitando crédito adicional suplementar, mesmo após a Câmara de Vereadores ter aprovado R$ 120.000.000,00 (cento e vinte milhões de reais) e mais 30% de remanejamento para o orçamento anual e o município está um caos.

Marinete cita que R$ 12 milhões foram destinados para a agricultura e os serviços não estão chegando para os produtores, sobretudo, os pequenos produtores. Mesquita questiona ainda com qual moral, com qual justificativa chega um projeto do executivo solicitando crédito suplementar e aonde foram gastos os R$ 120 milhões para que venham pedir mais dinheiro?

“Estão ignorando a nossa existência aqui e estão fazendo com propriedade porque quando chegam esses projetos imorais tem como resultado a aprovação. Então tem como fazer isso porque boa parte dos senhores não se prestam ao devido respeito que esta Casa deve ter e não adianta um ou dois vereadores ficarem aqui clamando, nós queremos as prestações de contas. Me diga em que foram dispensados esses 120 milhões para ter o poder de pedir crédito adicional”, destacou.

Leia Também:  Veja as Fotos: Tião Viana e Nazaré Araújo são empossados na Aleac

Marinete afirma ainda que a falta de zelo de gestores com o erário públicos está feio! O escândalo está feio! A cara de pau desta gestão está feia! A falta de respeito com a população está demasiada, passou da conta.

“Eu não quero acreditar que este projeto será aprovado nesta Casa. Aí, sim! Eu vou utilizar-me do meu poder, das redes sociais e vou desmascarar esse município que inclusive a Federal está batendo nas portas aí, senhoras e senhores. Temos secretários aí, “ex-secretário” milionários, temos denúncias graves, de compra de bois com dinheiro na mão, com dinheiro na bolsa. É muito escândalo! Fazendas na Bolívia, apartamentos fora do Acre, casas reformadas é tanta coisa que eu não conseguiria fazer se eu ganhasse R$ 50 mil por mês, eu não conseguiria! Está escandalizada a questão da corrupção no município de Brasileia”, concluiu a vereadora Marinete Mesquita.

Veja o Vídeo:

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA