Política

Governo nega terceirização da Saúde e quer que município assuma direção das UPAs

Secretária diz que Sesacre está sobrecarregada dos hospitais, das Upas e do Hospital das Clínicas, que também é de responsabilidade do estado.

Publicados

Política

Secretária diz que Sesacre está sobrecarregada dos hospitais, das Upas e do Hospital das Clínicas, que também é de responsabilidade do estado.

A secretária de saúde do Acre, Mônica Feres, disse, durante coletiva, que a gerência das Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) devem ser repassadas aos municípios de forma gradativa.

“Para começar, nós somos o único que as UPAs são do estado. As UPas são dos municípios. Então, a gente já está sobrecarregado dos hospitais que são nossos mesmos, das Upas e da Fundação Hospitalar que também gira tudo em torno da Sesacre”, diz a secretária.

Mônica explica que a UPA é um lugar de emergência, onde o usuário tem condição de 24 horas por dia ter um atendimento rápido, que não dá para esperar para ser atendido no posto de saúde no outro dia.

“Essa UPA deveria ser do município, mas é do Estado. A gente está abraçando essa causa, mas aos poucos, com todo apoio, a gente vai passando a responsabilidade de quem é de dever”, pontua.

Em nota, assinada pela prefeita de Rio Branco, Socorro Neri, e o secretário municipal de saúde, Oteniel Almeida, a gestão do município informou que ainda não houve tratativa sobre este assunto. Destacou ainda que a transferência de qualquer serviço do âmbito estadual para o municipal precisa ser feita de forma pactuada.

“Ao focar os esforços na melhoria da assistência prestada pelas Unidades de Saúde da Família (USF), Unidades de Referência em Atenção Primária (URAPs), Policlínica Barral y Barral e Centros de Atenção Psicossocial Álcool e outras Drogas (CAPs), a gestão municipal está contribuindo para a efetivação do direito à assistência em saúde da população da nossa capital”, destaca a nota.

Leia Também:  O Mito falhou! Quem banca os custos do enfrentamento a covid é o governo do Acre, a união só manda as vacinas afirma, Rômulo Grandidier

O texto finaliza ainda dizendo que a medida talvez acabe gerando prejuízos para quem procurasse os serviços nessas unidades.

“Por último, em prol do bem coletivo, a gestão municipal confia que a atual divisão de competências no sistema público de saúde seja respeitada e que não incorra em transferência de responsabilidades que afetaria sobremaneira a capacidade do Município no atendimento da assistência básica em saúde”, finaliza.

Secretária nega terceirização do Huerb
A secretária informou ainda que não não existe a cogitação de terceirização da saúde do Acre e acrescentou ainda que no levantamento feito no primeiro mês de trabalho foi constatado que o Acre está bem suprido de equipamentos e tudo vai ser aproveitado no sistema.

“Nós vamos fazer o negócio funcionar com os ricos ingredientes que a gente tem”, falou ao afirma que descarta totalmente essa possibilidade, quando questionada sobre terceirização.

Além disso, ela informa que vai trabalhar para reduzir a terceirização que existe, como a de teste do pezinho, por exemplo, que é feita de forma terceirizada. Além disso, ela alega que quer resgatar o que tem no estado e evitar gastos desnecessários.

Leia Também:  Vídeo: Prefeito de Epitaciolândia André Hassem e seu Pai agridem verbalmente ver. Messias

“Aliás, aqui tudo é terceirizado. Laboratório é terceirizado, teste do pezinho é terceirizado. Então, na verdade, a gente já vive mais ou menos isso. Tô querendo diminuir essa terceirização, a gente quer aproveitar o que tem aqui, porque são custos que, às vezes, não precisa”, disse.

Em março deste ano, o governador do Acre, Gladson Cameli, estudava como melhorar os atendimentos da área da saúde no estado e a privatização do Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco (Huerb) voltou a ser pensada. A informação foi confirmada pelo porta-voz do governo na época, Rogério Wenceslau.

“Existe a vontade do governo de caminhar neste sentido. O que há é o início de uma discussão para uma solução melhor na gestão da saúde pública. Dentro desse contexto, existe a possibilidade de terceirizar alguns setores. Não é toda a estrutura da saúde, isso tem que ficar claro. É principalmente a gestão”, disse o porta-voz.

Em janeiro do ano passado, o governo de Tião Viana chegou a publicar o edital de chamamento para a terceirização do gerenciamento do hospital. O documento foi publicado no Diário Oficial do Estado (DOE).

Além do Huerb, a ideia da antiga gestão era terceirizar também as Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) dos bairros Sobral, Cidade do Povo e do Segundo Distrito, que fica na Via Verde, em Rio Branco. Do G1 Acre

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Política

Assessora de comunicação de Fernanda Hassem tenta atacar o portal 3 de Julho por divulgar o caos que vem se alastrando na administração de Nandinha

Publicados

em

Assessora de comunicação da prefeitura de Brasileia Christiane Araújo – Foto: Arquivo / Christiane Araújo

Como bem disse a vereadora Marinete Mesquita em outro momento, o regime que paira sobre o município de Brasileia na gestão da prefeita Fernanda Hassem é um governo autoritário, um dos regimes antidemocrático e que não sabe lidar com o contraditório. Em virtude disto, a assessora de comunicação da prefeitura de Brasileia, Christiane Araújo, vem agindo exatamente como determina o regime implantado pela sua patroa.

Recentemente, a assessora de comunicação Christiane se viu incomodada com as inúmeras matérias críticas que denunciam e tornam público os crimes que vem acontecendo na gestão que ela defende com unhas e dentes, notícias estas publicadas pelo portal 3 de Julho Notícias, ocasião em quê Christiane tentou intimidar e desqualificar a equipe.

Pode-se dizer que Christiane está fazendo o “dever de casa”, exatamente como é mandada, isso porque agiu de forma leviana e não respeitou a liberdade de expressão e a liberdade de imprensa que faz parte do regime que paira sobre o Estado Brasileiro que é a democracia.

Um dos amparos legais podemos citar o art. 5º da Constituição Federativa do Brasil que regula os direitos e deveres individuais e coletivos. IV- É livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato;

Leia Também:  O Mito falhou! Quem banca os custos do enfrentamento a covid é o governo do Acre, a união só manda as vacinas afirma, Rômulo Grandidier

Temos também amparo na lei nº 2.083, de 12 de novembro de 1953 que regula a liberdade de imprensa – Art 1º “É livre a publicação e a circulação no território nacional de jornais e outros periódicos”;

E na lei 5.250, de 9 de fevereiro de 1967 que regula a liberdade de manifestação do pensamento e de informação – Art . 1º É livre a manifestação do pensamento e a procura, o recebimento e a difusão de informações ou ideias, por qualquer meio, e sem dependência de censura, respondendo cada um, nos termos da lei, pelos abusos que cometer.

Christiane enquanto profissional da comunicação deveria zelar pelos princípios que regem a própria categoria e sobretudo saber dessas preposições, mais ao invés disso, prefere se sujeitar a este tipo de comportamento para agradar o alto escalão do Poder Público Municipal, deixando de exercer a profissão de forma correta para se transformar em uma espécie de “Boba da Corte”, inclusive, Christiane têm se deixado manipular o que compromete o desenvolvimento do trabalho.

Como exemplo podemos citar a oportunidade em que a prefeita Fernanda Hassem teria usado a comunicação da prefeitura, no qual Christiane é a responsável da pasta para publicar matéria com informações falsas com o objetivo e denegrir a imagem da vereadora Marinete Mesquita que também já foi vítima por várias vezes de comportamento deste tipo.

Leia Também:  Sem se identificar, servidor da Sema faz relato triste do Governo Gladson Cameli

É lamentável que em pleno século XXl, nós tenhamos que testemunhar a tentativa fracassada de gestores em querer implantar ditadura e seus governos e querer impedir o direito de livre expressão.

Clique no link e veja matéria relacionada: Fernanda Hassem usa comunicação da prefeitura para publicar matéria falsa e atacar vereadora Marinete Mesquita

Veja o Vídeo:

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: Após discurso acalorado de vereadora, Fernanda chega na Câmara pálida sem um pingo de sangue ao lado do amor. Não é muito comum o Poder Legislativo receber a presença da excelentíssima prefeita Fernanda Hassem nas sessões ordinárias sem que seja algum evento especial, mas nesta terça-feira, uma seção como qualquer outra, surpreendentemente a prefeita chegou!

Acompanhe nossas Redes Sociais

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na Página do Instagram 3_de_Julho_Notícias, seja membro e compartilhe.

Veja o Vídeo:

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA