RIO BRANCO

Política

Governo entrega mais 7 ônibus escolares e anuncia 110 novas máquinas e R$ 100 milhões para recuperar ramais em 2021

Publicados

Política

Em mais uma demonstração de compromisso com a população interiorana, sobretudo aquelas famílias mais distantes, que vivem no campo, o governador Gladson Cameli entregou nesta segunda-feira, 9, pelo menos seis novos ônibus e um micro-ônibus para a comunidade escolar de Porto Acre, município cuja população é essencialmente rural, localizado a 86 quilômetros de Rio Branco.

Na ocasião, mais 110 máquinas e um pacote de R$ 100 milhões, que já estão sendo licitados, para a recuperação de ramais, foram anunciados para o próximo verão.

Os ônibus e o micro-ônibus farão as rotas dos ramais no entorno da Vila do V e da Vila do Incra. Ambas as comunidades estão localizadas no km 43, metade do trajeto entre a capital e a sede municipal de Porto Acre.

Os carros, comprados por R$ 1.681.332 em recursos próprios e do Fundo Nacional de Manutenção Desenvolvimento da Educação Básica, o Fundeb, fazem parte de um lote de mais de 120 veículos escolares que estão sendo entregues, entre o final deste ano e o início de 2021, para as escolas da rede de ensino rural em todo o estado.

Desse modo, será possível renovar a frota já existente e alcançar milhares de novos estudantes na porta de suas casas, crianças e jovens para os quais a única opção de ir à escola era a pé, cruzando uma dezena de quilômetros, todos os dias, de ida e volta.

Foi numa atmosfera leve, descontraída e agradável, como costumam ser os eventos públicos com a participação do governador, que o município foi lembrado pelo chefe do Executivo acreano como desafiador para a gestão pública, por ser formado por várias comunidades separadas entre si, porém, bastante populosas.

“Costumo dizer que Porto Acre vale por cinco [municípios] por ter uma zona rural [com uma comunidade] imensa. Por isso é que ele é desafiador para a administração pública”. No entanto, a entrega dos ônibus, segundo Gladson Cameli, é apenas um dos muitos compromissos que o seu governo manterá com a população rural.

“O nosso governo trabalhará, também, ao final da pandemia, para melhorar os ramais e recuperar a rodovia AC-10 até Rio Branco. E não será tapa-buracos, mas uma pavimentação asfáltica nova”, afirmou o governador para uma plateia de gestores, professores, estudantes, homens públicos e trabalhadores da região, embaixo de uma tenda montada na praça central da Vila do Incra.

Antes de começar a solenidade, os presentes fizeram um minuto de silêncio em homenagem ao vice-prefeito do município, Augusto Aquino, 60 anos, que morreu neste domingo, 8, quando era transportado numa ambulância até Rio Branco. Ele sofreu um mal súbito.

Leia Também:  Verereador Portela alerta que prefeitura de Epitaciolândia terá repasses bloqueados.

Conforme Gladson Cameli, a pandemia do novo coronavírus atrapalhou o curso normal dos investimentos previstos para a recuperação e a abertura de novos ramais, já que todos os recursos do orçamento foram voltados emergencialmente para cuidar das pessoas acometidas pela doença Covid-19.

“Tivemos que comprar equipamentos [médico-hospitalares] usando o orçamento e confesso a vocês que pedia muito a Deus para que nada acontecesse de errado. Tinha pavor em pensar que pudesse faltar um respirador [de UTI] para uma criança, por exemplo. E todo dia acordo agradecendo a Deus pela oportunidade que ele nos dá, num ano difícil de pandemia que espero que não se repita mais”, asseverou o governador.

Para 2021, no entanto, além do restante da nova frota de 120 ônibus, outras 110 máquinas estarão chegando ao Acre, zero quilômetro, para o Departamento Estadual de Estradas de Rodagem tocar as obras dos ramais que estiveram atrasadas por causa do ano atípico. Além disso, pelo menos R$ 100 milhões de emendas de bancada já estão em fase de licitação para tocar as obras dos ramais e a pavimentação asfáltica da AC-10.

Ao lado do governador, participaram da solenidade o secretário de Estado de Educação e Cultura e Esportes, Mauro Sérgio da Cruz, o deputado federal Alan Rick, o representante do prefeito de Porto Acre Bené Damasceno, Sérgio Backer, e Francineide de Souza, chefe do Núcleo da Educação no município.

Reconhecimento

Sobre o secretário de Educação, Gladson parabenizou o gestor pela forma como vem conduzindo a pasta – atento aos anseios dos municípios e da comunidade escolar, e indo até todos eles, inclusive as mais distantes, para saber, in loco, de que forma o governo pode estar auxiliando.

“Professor Mauro, o senhor está de parabéns. Cobrei muito e o senhor deu exemplo, com a sua paciência e dedicação, de que entende muito de Educação e estamos muito felizes por isso”, destacou o chefe do Executivo.

Da sua parte, o secretário de Educação afirmou que tem uma relação de cooperação com os prefeitos de todo o estado, lembrando que teve a honra de percorrer todas as escolas, inclusive as mais distantes, para ouvir os anseios dos educadores e da comunidade por uma escola melhor.

Leia Também:  Cadê o Governo? UPA da Baixada da Sobral clama por Socorro, tem apenas um Médico para vários pacientes

“Nós precisamos dar dignidade a todos os nossos alunos, e aí está a resposta que o senhor [governador] está dando. O melhor local para nossas crianças e jovens, depois da sua casa, é a escola. Ela deve ser um lugar de referência para eles”, pontuou Mauro Sérgio da Cruz.

Kits pedagógicos e uniformes

Além dos seis ônibus para 59 lugares e o micro-ônibus com 29 assentos, todos com cintos de segurança e porta especial para portadores de necessidades especiais, o governo do estado também entregou ao menos 368 kits pedagógicos e uniformes escolares que serão distribuídos aos estudantes.

As escolas contempladas com os kits são: Coronel José Plácido de Castro (235 kits), Santa Fé (51 kits), Nossa Senhora Auxiliadora (42 kits) e Central do Andirá (40 kits). Cada kit contém lápis, giz de cera, canetas, borrachas, réguas e cadernos, entre outros materiais escolares, num pacote total de R$ 5.276,08.

Já as escolas que receberam fardamento escolar são a Edmundo Pinto, a Jader Saraiva e a União e Progresso.

O que eles disseram

“Temos trabalhado em parceria pelo governo, e a determinação do governador é fazer a melhor Educação da região Norte. É preciso valorizar o professor, oferecer infraestrutura escolar e, sobre isso, já podemos contar com duas vitórias. A primeira é o novo Plano Estadual de Comunicação, e a segunda, a Base Nacional Curricular Comum. Precisamos avançar em questões como o avanço tecnológico que já faz parte do dia a dia dos nossos alunos”.

Alan Rick Miranda, deputado federal

“Eu faço questão de fazer um agradecimento especial, independentemente de cores partidárias, ao deputado Alan Rick e aos demais sete deputados federais, aos três senadores, e aos 24 deputados estaduais pelo apoio que sempre têm dado às causas em favor de nossa população. E eu, enquanto governador, venho cobrando também da minha equipe a união governamental com todos os municípios”.

Gladson Cameli, governador

“Em nome do prefeito Bené Damasceno, quero fazer um agradecimento especial ao governador Gladson Cameli que não tem deixado a desejar às nossas comunidades nas questões mais urgentes. Reconhecemos o seu empenho no combate à pandemia e esperamos que mais investimentos em qualidade de vida possam vir para o município em 2021”.

Sérgio Backer, representante do prefeito de Porto Acre, Bené Damasceno, na solenidade.

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Política

Morador grava vídeo denunciando as péssimas condições de rua na atual gestão de Fernanda Hassem

Publicados

em

Um morador da rua Rondônia gravou um vídeo denunciando as péssimas condições da referida Via, segundo ele, os moradores que precisam trafegar pela rua não aguentam mais o abandono por parte da atual gestão de Fernanda Hassem, segundo ele há pelo menos 6 anos que a localidade não recebe manutenção da prefeitura de Brasileia.

Os moradores, revoltados com a situação resolveram tornar público essa situação para que o Poder Público tome providências quanto a esta situação específica. Vale destacar que não só a rua Rondônia encontra-se nesta condição, mas a maioria das vias do município encontra-se em péssimas condições.

Por se tratar de uma rua que dá acesso a escola infantil Menino Jesus e a uma distribuidora de gás os moradores almejam ainda mais uma melhoria, pois segundo eles, no período do inverno, os alunos enfrentam grande dificuldades para chegar a escola, onde saem de casa limpos e chegam na escolas sujos de lama por conta da falta de dignidade no tráfego.

“A cada chuva que cai o açude aumenta mais se jogar tambaqui aqui se cria porque a situação está cada vez pior, tá com mais de 6 anos que essa rua não recebe um tapa buracos, aqui quando as crianças estão indo para a escola elas sofrem”, concluiu um morador.

Leia Também:  Em sessão na ALEAC, deputada Maria Antônia reitera pedido de implantação do IML no Alto Acre e presta suas condolências à companheira Luiza Carlota

Veja o Vídeo:

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA