Política

Em reunião com Sebrae, deputado Luiz Gonzaga debate incentivos para o turismo do Vale do Juruá

Publicados

Política

Assessoria – O deputado estadual Luiz Gonzaga (PSDB), primeiro-secretário da Assembleia Legislativa do Acre, partipou na quinta-feira (9) de uma reunião com a deputada federal Vanda Milani (Solidariedade), presidente da Associação Comercial de Cruzeiro do Sul, Luiz Cunha, gerente regional do Sebrae em Cruzeiro do Sul, Jairo Negreiros, vereador Elter Nóbrega, e representes da sociedade civil para tratar sobre as dificuldades e propor estratégias de incentivo ao turismo na região do Juruá.

De acordo com o deputado Luiz Gonzaga, Cruzeiro do Sul e as demais cidades do Juruá apresentam um grande potencial turístico que com apoio do poder público pode se tornar uma forte ferramenta de desenvolvimento econômico para a região.

“A região do Juruá conta com atrações e belezas naturais que chamam a atenção de brasileiros de todo o país e até estrangeiros. Precisamos incentivar mais o turisno no nosso estado que é lindo por natureza. Temos umas das culinárias mais ricas do Brasil e precisamos levar isso ao mundo. Por isso, fiz questão de participar da reunião com Sebrae e colocar o mandato à disposição para incentivar o turismo local”, disse o deputado.

Leia Também:  Matos, buracos, lixos e entulhos: É assim no aniversário do Bujari

Vale ressaltar que o deputado tucano tem um grande apreço pelo turismo do Vale do Juruá. Gonzaga, durante suas visitas a outros países em agendas políticas, faz questão de levar consigo a cultura indígenas e ribeirinha do Juruá.

O gerente do Sebrae, Jairo Negreiros, afirmou que o Vale do Juruá tem um potencial turístivo diferenciado das demais regiões do Acre e isso precisa ser explorado.

“Temos aqui no Juruá o turismo religioso, que é uma das maiores festas da região Norte, temos a grande concentração de adeptos da cultura ayahuasqueira, temos o etnoturismo, temos o turismo de aventura e observação de pássaros. Enfim, além do turismo de negócios que tem atraído mais empresários. Nos reunimos para traçar estratégias para fomentar o turismo que é o setor que mais sofreu com a pandemia. Reuniões como essas são importantes, Quero parabenizar o deputado Gonzaga que sempre lutou pelo fortalecimento do turismo acreano”, disse.

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: Daniel Zen, diz que os atos antidemocráticos realizado no dia 7 por apoiadores de Bolsonaro. Sobre a pauta da alta dos combustíveis no País e no Acre, o deputado afirmou que falta informações para esclarecer as pessoas e culpabilidade. “O governo Bolsonaro é principal culpado pelo caos no País, só ver o perfil da maioria dos que saíram as ruas no dia de ontem. Homens brancos, ricos e que estavam ali porque mesmo? Lutando por emprego, moradia e dignidade que não era! Quem aumenta a Energia e o combustível e maltrata o povo, é o Bolsonaro”, disse.

Leia Também:  Vereadores de Brasiléia apresentam indicações em quarta sessão ordinária

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter 3 de Julho Notícias

Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook 3 de Julho Notíci

Veja o Vídeo:

Inscreva-se no Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Inscreva-se no Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Inscreva-se na Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Política

Vereadora do mesmo partido de Gladson Cameli é presa em Feijó por estelionato, furto e exploração de trabalhadores rurais

Publicados

em

Vereadora Aurelinda Portela de Feijó – Foto: Reprodução

Nas primeiras horas desta segunda-feira, 8, Polícia Civil em ação conjunto com o Ministério Público do Acre MP/AC por meio da Promotoria Criminal de Feijó, resultou no cumprimento do mandado de prisão da vereadora Aurelinda da Silva Portela (PP), de 51 anos de idade.

Além da prisão da investigada, a justiça determinou o sequestro de 251 animais bovinos das propriedades da filha e do marido dela.

A mulher é investigada pelo cometimento dos crimes de estelionato e furto mediante fraude, praticados contra indivíduos integrantes dos grupos vulneráveis de trabalhadores rurais, indígenas e idosos, geralmente pessoas analfabetas.

No dia 28 de junho de 2021, a vereadora foi presa em flagrante, juntamente com sua filha e seu esposo, pela Polícia Federal, por ter cometido os crimes de estelionato e apropriação indébita e, durante a audiência de custódia, na sede da Primeira Vara Federal de Cruzeiro do Sul, todos foram liberados sob pagamento de fiança e com cautelares judiciais consistente em não poderem ter contato com indivíduos dos grupos indígenas e de trabalhadores rurais.

Leia Também:  Vereadores de Brasiléia apresentam indicações em quarta sessão ordinária

De acordo com as investigações da Polícia Civil, a investigada continuou praticando os crimes sem qualquer receio de ser presa. “A agente agia de forma articulada, permanente e coordenada com seus parentes, fazendo novas vítimas a todo momento, se prevalecendo da vulnerabilidade dos povos indígenas e rurais, os quais, geralmente não sabem sequer contar dinheiro”. Destaca Railson Ferreira, Delegado de Polícia.

A investigação demorou mais de ano e estar alicerçada por provas que demonstram que a agente continuou aplicando golpes em novas vítimas, a exemplo de transferências bancárias, financiamentos e empréstimos bancários, chegando a casa de centenas de milhares de prejuízo às vitimas.

A presa foi conduzida a delegacia e colocada à disposição da justiça. Veja mais no portal Seringal

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA