RIO BRANCO

Política

Deputado Sibá Machado, participa de reunião do colégio de líderes

Entenda o papel do Líder partidário: Líderes que representem pelo menos 31 deputados podem: requerer verificação de votação no plenário.

Publicados

Política

Entenda o papel do Líder partidário: Líderes que representem pelo menos 31 deputados podem: requerer verificação de votação no plenário.

Da Assessoria

Sibá Machado

A atividade exercida por um deputado na função de líder é parte essencial do processo legislativo. Além de nortear a discussão e a votação de propostas, os líderes acumulam uma série de atribuições importantes, principalmente ligadas à articulação política e ao trabalho de unificação do discurso partidário.

Durante as votações, cabe ao líder expressar a opinião de quem ele representa: o partido, o bloco parlamentar, o governo ou a oposição. Ele também participa do colégio de líderes – órgão que, entre outras atribuições, define a pauta de votações do plenário. O colegiado é formado pelos líderes da Maioria, da Minoria, dos partidos, dos blocos e do governo.

No plenário, cabe ao líder orientar a bancada quanto ao voto; falar por sua bancada no período destinado às comunicações das lideranças; e inscrever integrantes da bancada no horário destinado às comunicações parlamentares. O líder pode solicitar: a votação em globo de destaques; a dispensa da discussão de matérias que tenham parecer favorável de todas as comissões; o adiamento da discussão e da votação de um projeto. Também é função do líder registrar candidatos para concorrer a cargos da Mesa Diretora.

Líderes que representem pelo menos 31 deputados podem:
requerer verificação de votação no plenário.
Líderes que representem pelo menos 52 deputados podem:
solicitar votação secreta;
solicitar regime de prioridade para propostas;
solicitar o adiamento de votação de propostas em regime de urgência;
apresentar destaques para votação em separado;
apresentar emendas aglutinativas;
apresentar emendas a propostas que estão sendo votadas em segundo turno
Líderes que representem pelo menos 103 deputados podem:
apresentar requerimentos de urgência para propostas;
apresentar emendas a propostas votadas em regime de urgência no Plenário
Líderes que representem a maioria absoluta dos membros da Câmara (257 deputados) podem:
requerer a inclusão na pauta do plenário de propostas para votação imediata.

Comissões

Nas comissões, os líderes têm a prerrogativa de encaminhar as votações e pedir a verificação do quorum para validar uma determinada votação, mesmo que não seja integrante da comissão. Também compete aos líderes indicar os parlamentares para compor as comissões e, a qualquer tempo, substituí-los. São eles, ainda, que indicam os candidatos a presidente das comissões a que tem direito seu partido/bloco. Os líderes também podem solicitar a criação de uma comissão especial para analisar uma proposta mais complexa.

Quem tem direito a líder

Leia Também:  Após poucos minutos de sereno, moradores da Rua Manoel Ribeiro pedem socorro em meio tanta lama

De acordo com o Regimento Interno da Câmara, para ter direito a uma liderança a representação partidária deve ter pelo menos cinco deputados. Os partidos menores não têm direito a compor liderança e não integram o colégio de líderes. Entretanto, nesse caso, o Regimento permite a indicação de um integrante para expressar a posição do partido nas votações.

O texto regimental concede ainda à Maioria e à Minoria o direito de escolherem líderes, ficando a cargo do presidente da República a indicação de deputados para exercerem a liderança do governo na Câmara.

Espontaneamente, as representações de dois ou mais partidos podem constituir um bloco parlamentar, que passará a ter uma liderança comum, exercida por apenas um líder. Visto simbolicamente como um partido grande, o bloco parlamentar depende de pelo menos 16 deputados para ser criado, e sempre que o desligamento de uma bancada implicar a perda desse quorum fixado o bloco é extinto.

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Política

Prefeito Mazinho diz que vem sofrendo perseguição por Wânia Pinheiro, a jornalista que foi filmada escondendo celular da PF

Publicados

em

O prefeito de Sena Madureira, Mazinho Serafim, usou as redes sociais para falar da perseguição que está sofrendo por parte da jornalista Wânia Pinheiro, através de seu site de noticias e a falta de esclarecimento dos motivos que levaram a comunicadora a tentaram atrapalhar as investigações da Policia Federal, sobre isso Wânia não diz nada!

De acordo com o gestor, o site de Wânia Pinheiro postou uma matéria criticando a forma como a coleta de lixo é realizada em Sena Madureira, haja vista que, o referido município não dispõe de um coletor. Infelizmente Sena Madureira é um dos município que não tem aterro sanitário e por esse motivo o Governo Federal não libera mais emenda parlamentar para comprar caminhão coletor de lixo adequado.

Na mesma oportunidade, o prefeito questiona Wânia por não ter explicado por que aparece em um vídeo divulgado pela polícia federal juntamente com a ex-chefe de gabinete do Governador Gladson Cameli, Rosâgela Gama, que inclusive se encontra presa, em que tenta esconder um celular para atrapalhar o trabalho dos agentes federais na operação Ptolomeu, que investiga a quadrilha que desviou R$ 820nmilhões dos cofres do Estado.

Leia Também:  governo anuncia isenção de 100% no imposto da energia

Veja a publicação abaixo

A Wânia Pinheiro ver problemas em um caminhão de coleta de lixo e não explica o porquê tentou esconder provas para prejudicar o trabalho da Policia Federal

Meus amigos! Hoje saiu uma matéria no site Contilnet, de propriedade da senhora WÂNIA PINHEIRO, criticando a forma que a coleta de lixo é realizada em nosso município, visto que temos apenas caminhão caçamba para realizar este tipo de trabalho, pois o Governo Federal não libera mais emenda parlamentar para comprar caminhão coletor de lixo adequado, para cidades que NÃO POSSUEM ATERRO SANITÁRIO, que é o caso de Sena Madureira. Haja vista que a única cidade do Estado que está apta a obter esse recurso, é a capital, Rio Branco, por possuir Aterro Sanitário.

Por ser minha adversária política, ela ver problema em tudo que diz respeito a nossa gestão. Mas até hoje não explicou porque aparece em um vídeo divulgado pela polícia federal juntamente com a ex-chefe de gabinete do Governador Gladson Cameli, ROSÂNGELA GAMA, que inclusive se ENCONTRA PRESA, em que tenta ESCONDER UM CELULAR para atrapalhar o trabalho dos agentes federais na operação Ptolomeu, que investiga a QUADRILHA QUE DESVIOU 820 MILHÕES dos cofres do Estado.

Leia Também:  Juntos por Cruzeiro do Sul: Presidente da Aleac, Nicolau Júnior, participa de lançamento da Operação Verão 2021

É fácil criticar o trabalho dos outros, mas ela precisa ter o mínimo de decência e falar sobre essa sua ação vergonhosa, pois tentou fazer com que a Polícia Federal não chegasse a quem desviou o dinheiro do povo. Use seu portal para dar uma explicação a população dona WÂNIA PINHEIRO, o povo do Acre não é cego, todos viram a baixaria que a senhora tentou fazer.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA