Política

Deputado diz que acreanos estão reféns em suas casas

O parlamentar disse que é preciso tomar providências para que os casos de violência não aumentem.

Publicados

Política

O parlamentar disse que é preciso tomar providências para que os casos de violência não aumentem.

Deputado estadual Edvaldo Souza (PSDC)/Foto: Assessoria Aleac

Deputado estadual Edvaldo Souza (PSDC)/Foto: Assessoria Aleac

O deputado estadual Edvaldo Souza (PSDC) usou sua página pessoal no Facebook e no blog que mantém diariamente para externar a indignação com o que ele chama de ‘violência desenfreada’ que tomou conta do Estado.

O parlamentar, que também é apresentador em uma emissora local, lamentou a morte do 3° sargento da Polícia Militar, Cleiton Aquino, que faleceu vítima de um disparo efetuado por um assaltante.

Edvaldo afirmou que os acreanos estão reféns dentro das próprias casas.

“Temos leis que só beneficiam a quem comete o ato criminoso. Os furtos e assaltos viraram rotina em Rio Branco. Venho alertando com frequência para a violência desenfreada. A morte do sargento Cleiton é um dos exemplos que temos”, ressaltou.

O deputado repudiou, ainda, o que ele chama de sentimento de impunidade que ele afirma imperar no Estado, no quesito violência.

“O que vemos nisso tudo é que a cada dia os índices de crimes contra o patrimônio crescem em larga escala. Os assaltantes se tornaram mais audaciosos. Furtam, assaltam e matam em plena luz do dia. Isto é lamentável”, declarou.

O parlamentar disse que é preciso tomar providências para que os casos de violência não aumentem.

“Mais verbas para as polícias, mais investimentos no setor que, acima de tudo, deve ser tratado como prioridade. O Acre não pode se transformar no Rio de Janeiro ou em São Paulo, onde os grupos de criminosos organizados colocam as instituições públicas contra a parede, ameaçando torná-las reféns de suas ações criminosas”, diz.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Com a presença do Presidente Dêda, PROS de Epitaciolândia decide apoiar a pré-candidatura do delegado Sérgio Lopes

Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Política

Com afastamento de Sérgio Petecão e Márcio Bittar, Acre terá dois novos representantes no senado federal

Publicados

em

Das três cadeiras do Acre no senado federal, duas estarão com gente nova no assento. Maria das Vitórias assumirá a vaga do Senador Sérgio Petecão (PSD) e Eduardo Veloso assume a vaga de Márcio Bittar (União Brasil).

Ambos são suplentes dos titulares, que ficarão em média de 4 a cinco meses fora do mandato e assim abrem espaços para as caras novas. Maria das Vitórias tem 79 anos de idade e já foi deputada estadual, secretária de Assistência social e era esposa do falecido Deputado federal João Tota.

A mesma assumirá a cadeira do seu titular Petecão, que se afasta para se dedicar exclusivamente a campanha de governo do Acre. Natural da Paraíba e vivendo a décadas em Cruzeiro do Sul, Maria das Vitórias tem uma grande credibilidade na região do Juruá e pode dar uma grande contribuição na campanha de Petecão, inclusive o o filho João Tota, será o vice na chapa de governo do PSD.

Eduardo Veloso é médico oftalmologista, um dos mais respeitados do estado e de uma família tradicional de Rio Branco. Eduardo foi cotado para ser vice de Gladson Cameli na última eleição e nos 45 do segundo tempo, foi trocado por Werles Rocha. Com tudo ele virou suplente de Márcio Bittar, que vai se afastar para fazer um tratamento de saúde e também se dedicar a campanha da esposa Márcia Bittar (PL), que disputará o senado na chapa de Gladson Cameli (PP).

Leia Também:  Brasiléia sedia Encontro Estadual do PMDB

Sobre o desempenho de ambos, só saberemos quando iniciar os trabalhos de verdade.

A posse dos novos senadores está marcada para ocorrer no final deste mês, dentro de poucos dias

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA