RIO BRANCO

Política

Mara Rocha faz visita surpresa à Fundhacre e constata caos na saúde; Funcionários trabalham com suspeita de Covid

Publicados

Política

Atendendo o convite do presidente da Associação dos Pacientes Renais Crônicos do Acre Vanderli Ferreira, a deputada federal Mara Rocha fez visita aos vários setores da FUNDHACRE. A parlamentar se deparou com situações difíceis tanto para os pacientes quanto para os profissionais.

Hoje o maior hospital público do Estado encontra-se sem cardiologista. Todos os profissionais saíram de férias ao mesmo tempo deixando pacientes infartados sem acompanhamento especializado.

Outro fato extremamente preocupante, é que técnicos e enfermeiros com febre e com suspeita de covid encontram-se trabalhando, aguardando exame do covid, devido à falta de profissionais para atender a população .

Segundo a enfermeira Alesta Amâncio, mais de 200 profissionais faleceram vítimas do covid -19 e o Estado não contratou novos profissionais.

“Perdemos mais de 200 colegas para o Covid 19, a FUNDACRE ficou com o quadro reduzido e o Governo do Estado não se preocupou em contratar novos profissionais para atender as muitas demandas da saúde. Hoje nós estamos sobrecarregados e trabalhando doentes, pelas seqüelas deixadas pelo Coronavirus. Na maioria dos dias, um técnico de enfermagem fica responsável por até 12 pacientes, quando a lei prevê 5 pacientes no caso de idosos. Nós estamos pedindo socorro ! Os números de casos de Covid 19 estão crescendo e a direção do hospital não oferecer sequer capotes e nem mascaras adequadas para os profissionais. Além de doentes, nós que cuidamos da saúde das pessoas somos mal remunerados e ignorados pelo Governo do Estado”, afirmou a enfermeira Alesta Amâncio.

Leia Também:  Deputada Maria Antônia se reúne com a Prefeita de Brasileia, Fernanda Hassem, na presença do Presidente da ALEAC Nicolau Júnior

Os profissionais que ficaram na linha de frente durante a pandemia, afirmaram que além do governo nunca ter pago regularmente o Auxílio Covid, recentemente suspendeu o benefício.

A deputada Mara Rocha mostrou preocupação com o descaso que constatou no maior hospital do Acre.

“Como deputada federal tenho a prerrogativa de entrar em qualquer orgão público para fiscalizar, não precisando de prévia autorização do gestor . Muito me estranha a atitude do diretor da FUNDACRE em tentar impedir a minha entrada no Hospital e plantando matérias mentirosas sobre nossa visita. Gestor que faz um bom trabalho não pode ter medo de receber a visita de um parlamentar. Para nossa tristeza encontramos o verdadeiro caos. Profissionais sobrecarregados, doentes e trabalhando com suspeita de contaminação pelo corornavirus aguardando exame para comprovação. Isso é muito grave! Ouvimos relatos de enfermarias sem água para banhar os doentes, falta de medicamentos e falta de médicos. Durante nossa visita, cargos comissionados enviados pela direção da FUNDACRE, na tentativa de intimidar e ameaçar os profissionais e pacientes, filmavam e pegavam nomes das pessoas para que as mesmas não falassem conosco. Vivemos 20 anos de um governo opressor, que infelizmente continua no comando do Governo do Estado utilizando as mesmas práticas perseguidoras, disse a deputada Mara Rocha.

Leia Também:  Medicamento em Casa: Prefeita Socorro Neri lança programa que vai beneficiar mais de 7,7 mil pessoas

Mara Rocha afirmou que levará aos órgãos de controle o relatório com os absurdos encontrados na FUNDACRE para que o Estado se adeque e seja responsabilizado.

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: O ex-deputado federal, Sibá Machado, gravou um vídeo polêmico onde fez um desabafo contra o presidente da República, Jair Bolsonaro, o Juiz Sérgio Moro e o governador do Acre, Gladson Cameli. Sibá não perdeu a oportunidade de alfinetar o gestor em se tratando do escândalo de corrupção no qual para a Polícia Federal, Cameli é tido como o chefe de uma organização Criminosa que desviou quase R$ 1 bilhão de reais dos cofres públicos do Estado.

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter: 3 de Julho Notícias

Youtube: 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook: 3 de Julho Notíci

Página do Instagram: 3 de Julho Noticias

Veja o Vídeo:

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página do Instagram 3 de Julho Noticias, seja membro e compartilhe.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Política

Deputado Leo de Brito, diz que vale-gás começa a ser pago e deve beneficiar 51 mil famílias no Acre

Publicados

em

A partir desta terça-feira, 18, começa a ser pago o “vale-gás”, auxílio que garante aos beneficiados o recebimento de 50% do valor de uma botija de gás de 13 quilos.

A lei do vale-gás se tornou possível depois que o deputado federal Leo de Brito (PT-AC) e os demais parlamentares que compõem a bancada do Partido dos Trabalhadores (PT) na Câmara dos Deputados apresentaram o Projeto de Lei 1374/21 para que se instituísse o benefício para famílias de baixa renda, tendo em vista que o país registra no último ano altas consecutivas no valor da botija de gás, levando milhões de pessoas a buscar meios alternativos e em muitos casos, que colocam suas vidas em risco, para cozinhar alimentos.

“Estou muito feliz que o auxílio gás, que foi criado por meio de um projeto de lei de minha autoria, esteja chegando agora na casa de cinco milhões e meio de brasileiros. Só no Acre, são 51 mil famílias atendidas por esse auxílio. São famílias que precisam dessa ajuda diante da grave situação de insegurança alimentar registrada no Estado atualmente. Dados apontam que cerca de 60% das famílias acreanas enfrentam a insegurança alimentar atualmente”, afirma Leo de Brito.

Leia Também:  Siglas menores não aceitando ninguém com mandato: PP e MDB abrem portas para deputados disputarem a reeleição

Como ter acesso ao vale-gás

O deputado federal acreano destaca que para ter acesso ao auxílio para compra do gás de cozinha, as famílias devem procurar a unidade de Centro de Referência em Assistência Social (CRAS) mais próximo de sua residência e realizar o cadastro.

Têm direito ao benefício às famílias inscritas no CadÚnico com renda familiar mensal, por pessoa da família, menor ou igual a meio salário mínimo. Também têm direito as famílias com integrantes do Benefício de Prestação Continuada (BPC).

Mulheres chefes de família têm prioridade para receber o benefício, assim como as mulheres vítimas de violência. Para isso, foi feito convênio com o Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

“Esse meu projeto é uma ação no combate à fome que assola nosso país e, principalmente, milhares de famílias do Acre. As pessoas estão sofrendo com a alta inflação que eleva todos os dias os preços do alimentos, dos combustíveis, na conta de luz e eu, pelo nosso mandato, sigo trabalhando para buscar alternativas para ajudar quem mais precisa, que sofre com a falta de emprego, de oportunidades”, acrescenta Leo de Brito.

Leia Também:  O Pesadelo Do 15 Para Brasiléia vive um tsunami de escândalos.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA