Política

Com recurso de R$ 9 milhões indicados por Mara Rocha, Prefeito de Epitaciolândia assina ordem de serviço para asfaltamento

Publicados

Política

A Deputada Federal Mara Rocha esteve em Epitaciolândia, acompanhando o prefeito Sérgio Lopes na assinatura da Ordem de Serviços para pavimentação asfáltica de ruas no município no valor de R$ 9 milhões.

Os recursos foram oriundos de indicação da Deputada Mara e irão pavimentar ao menos 9 ruas nos bairros Beira Rio e Liberdade melhorando a trafegabilidade dos moradores. A deputada Mara Rocha é a parlamentar que mais alocou recursos para a região do Alto Acre. Foram mais de R$ 50 milhões em um único mandato contemplando todos os municípios.

Estiveram presentes na solenidade o vice-governador Major Rocha, Primeira-dama, Alliny Saldanha, as Vereadoras Lucimar Monteiro (Preta), Seliene Lima, Secretário de Obras, Wenderson Phelipe, equipe municipal e comunidade em geral.

“Estou extremamente feliz com a assinatura dessa Ordem de Serviço. É importante ver que nosso trabalho parlamentar pode, verdadeiramente, fazer a diferença na vida da população de Epitaciolândia, que terá uma melhora na qualidade de vida e na infraestrutura”, afirmou a Deputada.

O Vice-Governador Major Rocha fez questão de lembrar do trabalho da Deputada Mara Rocha para Epitaciolândia e o Vale do Acre: “A Deputada Mara Rocha tem lutado para garantir o desenvolvimento da região. É importante lembrar que ela garantiu os recursos para a construção da nova ponte, que ligará Epitaciolândia a Brasiléia e melhorará a trafegabilidade na região”.

Leia Também:  Prefeitura de Brasiléia abre Processo Seletivo com remuneração de R$ 1.200,00

“Tenho compromisso com o desenvolvimento do Acre e tenho trabalhado nesse objetivo a partir das prefeituras. Melhor infraestrutura, melhores obras estruturantes, tudo isso significa desenvolvimento para a população”, finalizou Mara Rocha

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Política

Vereadora Marinete “taca fogo” e fala das 500 vacas que foram compradas com dinheiro na bolsa, e estão em áreas de reserva

Publicados

em

Veja o Vídeo:

A vereadora Marinete Mesquita usou a tribuna na manhã desta terça-feira (09) para falar das denúncias que a mesma tem recebido enquanto parlamentar com relação ao assédio moral que está acontecendo no Poder executivo para que os servidores votem em determinados candidatos.

A mesma relata que foi procurada por servidores que necessitam do emprego e ouviu com atenção a humilhação que lhe fora relatada. Na oportunidade, a parlamentar não hesitou em orientar esses servidores a colherem provas para que efetivem a devida denúncia nos órgãos competentes para que essas práticas imorais e desrespeitosas sejam banidas do funcionalismo público.

Marinete falou ainda sobre a denúncia sobre mensalinho via pix que vem acontecendo na gestão da prefeita Fernanda Hassem. Mesquita destaca que essa situação é falta de esperteza, ou burrice mesmo. A nobre edil destaca que as pessoas que estão cometendo isso, deveriam aprender com a patroa: “se vão comprar alguma coisa, leva o dinheiro na mão, na bolsa, não faz pix. As 500 vacas que foram compradas com dinheiro na bolsa, isso é ser inteligente, não deixou nenhum rastro”, destacou.

Leia Também:  Deputada Maria Antônia e ex-prefeito Dêda participam da confraternização dos mototaxistas de Brasileia

Dando continuidade em sua manifestação, Marinete foi bem incisiva quando solicitou a investigação por parte dos órgão competentes, para que investiguem o laranjal que tem no município de Brasileia e Epitaciolândia, e em se tratando das 500 vacas muitas delas estão em áreas de reservas e dentro de terras de colegas que são autoridades e que a falta de fiscalização tem facilitado, pois se confia porque parente é quem comanda os órgão que deveria fiscalizar.

“Fica aqui o nosso pedido também para que os órgãos competentes comecem a fiscalizar de fato e investigar o verdadeiro laranjal que existe nos municípios de Brasileia e Epitaciolândia. Um verdadeiro laranjal!!!”, concluiu a parlamentar.

Veja o Vídeo:

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA