RIO BRANCO

Política

César Messias fortalece sindicato rural de Epitaciolândia

“O que precisamos com maior urgência aqui no nosso município é um caminhão do tipo três-quartos para o transporte da produção agrícola”

Publicados

Política

“O que precisamos com maior urgência aqui no nosso município é um caminhão do tipo três-quartos para o transporte da produção agrícola”

Por assessoria parlamentar

messias

“Essa é a primeira vez que um deputado federal visita a sede do sindicato aqui de Epitaciolândia”, disse Sebastião Ferreira de Oliveira, presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Epitaciolândia (STRE) na manhã desta quarta-feira, 18, durante reunião com o deputado federal César Messias (PSB). “E ele veio aqui, poucos dias depois de eleito, para nos consultar a respeito do que necessitamos para fortalecer a nossa instituição e ajudar ainda mais os agricultores aqui do município”, completou o sindicalista.

O encontro foi realizado a pedido de César Messias que percorreu várias cidades acreanas nos últimos dias. Ele está colhendo dados para a elaboração de emendas ao Orçamento Geral da União (OGU) deste ano.

Além de Sebastião Ferreira, também participaram do encontro com deputado federal, os ex-prefeitos de Epitaciolândia Sebastião Flores e José Ronaldo, o presidente da Câmara Municipal, vereador Marcos Ribeiro (PSB), o presidente do Sindicato dos Moto-taxistas de Epitaciolândia, Antônio Rosiclei Silva e José Menezes, ex-secretário de Meio Ambiente da prefeitura de Epitaciolândia.

Leia Também:  Corre rumores em Brasileia de que Dr. Márcio Lopes poderia estar de olho em 2020, Márcio diz que não Sabe de absolutamente nada

“Em legislaturas anteriores, os novos parlamentares não tinham direito à apresentação de emendas no seu primeiro ano de mandato, pois o OGU era fechado no ano anterior. Este ano, no entanto, a presidente Dilma Rousseff disponibilizou, para cada um dos novos parlamentares da Câmara Federal, um total de R$ 10 milhões em emendas”, explicou César Messias.

Desse recurso, R$ 5 milhões terão que ser investidos diretamente na área de saúde, de acordo com o que diz o Orçamento Impositivo aprovado pelo Congresso Nacional. O restante é distribuído a critério de cada parlamentar.

“O que precisamos com maior urgência aqui no nosso município é um caminhão do tipo três-quartos para o transporte da produção agrícola”, revelou Sebastião Ferreira.

De acordo com o sindicalista, o caminhão que antes servia aos produtores executando essa atividade foi retirado pelo prefeito André Assem (PSDB). “Ele retirou o caminhão, uma moto e um servidor que prestava serviços aqui no sindicato. E o que a gente sabe é que esse caminhão já não está mais em condições de uso, assim como os demais veículos que atuavam na zona rural. Estão todos parados e quebrados”, denunciou.

Leia Também:  Raimundinho da Saúde insinua enriquecimento ilícito do presidente do Sintesac

César Messias garantiu que vai incluir a demanda do STRE em sua cota de emendas e irá se empenhar para aprová-la o quanto antes.

“Estou me comprometendo com o sindicato. Vou levantar preço e apresentar a emenda imediatamente”, garantiu o parlamentar.

O prazo para que os novos deputados estaduais apresentem suas emendas ao OGU se encerra na próxima segunda-feira, dia 23.

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Política

Inquérito da apreensão dos mais de 150 kg de cocaína apreendida na Van da prefeitura de Brasileia segue em segredo de justiça

Publicados

em

Delegada de Brasiléia diz que há outros suspeitos envolvidos, razão pela qual o procedimento continua em aberto – Foto: Reprodução

Segue em segredo de justiça o procedimento investigativo aberto há mais de três meses pela Polícia Civil de Brasiléia que resultou na apreensão de 156 quilogramas de cocaína pura, ocorrida na última quinta-feira (2), na BR-317. A apreensão foi feita pelo Grupo Especial de Fronteira (Gefron).  Veja mais no ac24horas

A droga estava sendo transportada por um homem de 27 anos, de iniciais S.A.C., que se dirigia a Rio Branco como passageiro de um veículo da Secretaria Municipal de Saúde da prefeitura de Brasiléia que faz o transporte de pacientes renais para a realização de sessões de hemodiálise ou consultas na capital. Ele era um desses pacientes.

A polícia investiga se o acusado, que já teve a sua prisão em flagrante convertida para prisão preventiva, teve ajuda de outras pessoas para transportar a droga. Ele embarcou no carro oficial, supostamente sozinho, cinco bolsas abarrotadas do entorpecente classificado como de alta pureza por perícia feita pela Polícia Federal.

A delegada responsável pelo caso, Carla Ivane de Britto, que também é coordenadora da Polícia Civil na Regional do Alto Acre, disse ao ac24horas que por haver outras pessoas envolvidas, o procedimento segue em curso, não sendo desconsiderados nenhum dos que figuram como suspeitos.

Leia Também:  Raimundinho da Saúde insinua enriquecimento ilícito do presidente do Sintesac

“Esse procedimento segue em instrução (coleta de indícios e realização de oitivas) e em segredo de Justiça com o intuito de não atrapalhar as investigações e outros desdobramentos. Ressalto que por haver outras pessoas envolvidas, o nosso trabalho segue em curso, não se desconsiderando nenhuma das pessoas que temos como suspeitos”, explicou.

A delegada ainda informou que solicitará ao Judiciário a disponibilização das informações obtidas quando da lavratura do flagrante pela Polícia Federal para acrescentar o que for relevante ao procedimento da Polícia Civil que tramita na Delegacia Geral de Brasiléia.

Pelas investigações feitas até o momento, a droga teria como destino a capital cearense, Fortaleza, onde poderia, pelo grau de pureza, ser comercializada por até R$ 40 mil o quilograma, que renderia ao crime um montante superior a R$ 7 milhões, segundo estimou o coordenador do Gefron, delegado Rêmulo Diniz.

Veja o Vídeo:

Veja o Vídeo:

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: Vereador diz que o prefeito Kiefer Cavalcante paga mais de 5 mil para dono de empresa que faz faculdade em Rio Branco – Vereador Ronaldo Reis de Feijó, gravou um vídeo onde fez graves denúncias contra a atual gestão do prefeito Kiefer Cavalcante a quem acusa de perseguição política e possível pagamentos irregulares em sua gestão. De acordo com o vereador, o prefeito demitiu a sua esposa só aconteceu depois que trouxe a tona um pagamento supostas irregularidades o que confirma a perseguição política que vem sofrendo por parte do gestor.

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter: 3 de Julho Notícias

Youtube: 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook: 3 de Julho Notíci

Página do Instagram: 3 de Julho Noticias

Veja o Vídeo:

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página do Instagram 3 de Julho Noticias, seja membro e compartilhe.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA