RIO BRANCO

Política

Bittar deixará direção do PSDB e diz que continuará ajudando

A respeito do provável sucessor, Bittar diz que vê no deputado federal Wherles Rocha o nome ideal para conduzir o partido.

Publicados

Política

A respeito do provável sucessor, Bittar diz que vê no deputado federal Wherles Rocha o nome ideal para conduzir o partido.

psdb

O ex-deputado federal Marcio Bittar afirmou na manhã de sexta-feira (20) que entregará a direção regional do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) e que não concorrerá à direção do partido na próxima eleição, mas garante que continuará ajudando na construção do projeto partidário.

“Estarei sempre ajudando o PSDB, mas acredito que seja a hora de dar oportunidade a outras pessoas de cuidarem da direção do partido. Vou estar ao lado da nova direção do partido”, diz.

O ex-deputado federal presidiu o partido nos últimos anos e ajudou no processo de consolidação da união do grupo oposicionista. Embora derrotado na última eleição, Bittar dá sinais de que continuará mantendo sua vida política ativa e diz que agora terá mais tempo para intensificar as visitas ao interior.

“Pelo menos uma semana por mês eu quero tirar para poder visitar os municípios do interior”.

A respeito do provável sucessor, Bittar diz que vê no deputado federal Wherles Rocha o nome ideal para conduzir o partido.

“Acho-o preparado e pronto para assumir. Estarei ao lado dele ajudando em tudo que for preciso”, diz.

Segundo informações de pessoas ligadas ao PSDB, Rocha também recebeu apoio integral de tucanos veteranos como os ex-deputados estaduais José Viera e Toinha Viera.

reuniaorochamarcio

 Gina Menezes, da Redação da ContilNet Notícias

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  O vexame: Menos de mil participam em comício de Aécio no Acre.

Propaganda

Política

Protagonista das grandes lutas em defesa da população, mandato do deputado Jenilson Leite é importante para o Acre

Publicados

em

O deputado estadual Jenilson Leite (PSB) consta, segundo dados da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac),  como o mais produtivo da história da Casa. São recordes de proposições legislativas em defesa do Acre, além disso, figura como o líder de projetos, indicações e resoluções dos últimos três anos consecutivos.

No parlamento acreano , o mandato de Leite tem sido o grande protagonista frente as batalhas em defesa da população. Completando quase sete anos de mandato, o parlamentar tem protagonizado os principais debates pelo bem da população acreana. Isto é, chamar a responsabilidade dos problemas que afetam os conterrâneos para si. 

Para ficar mais claro ao leitor, enumeramos alguns temas que o mandato do deputado Jenilson Leite encampou a luta.

1- A pedido de Jenilson Leite, em 28 de setembro de 2015, a Aleac realizou a 1ª audiência pública para discutir mudanças climáticas no Acre e buscar soluções para a problemática. O encontrou contou a presença da ex-ministra do Meio Ambiente , Marina Silva, do vice-presidente do Senado Federal, a época, Jorge Viana.

2- A prorrogação do tempo de validade dos concursos da Polícia Militar e da Polícia Civil é uma luta do parlamentar. Ainda no governo Tião Viana, o parlamentar assegurou a prorrogação do prazo para dois anos, renovável por mais dois. Aliás, foi ele quem iniciou no governo Cameli a luta pela convocação do cadastro de reserva.

3- Durante dois anos no comando da presidência da CCJ, o parlamentar esvaziou todos os projetos da comissão e deu parecer junto com os demais membros do colegiado. À época , Jenilson foi considerado o melhor presidente da história da principal comissão do parlamento estadual.

Leia Também:  Nicolau Júnior participa das comemorações do aniversário de 116 anos de Cruzeiro do Sul

4- Nesses quase sete anos de mandato, o representante dos acreanos na Aleac visitou todos os 22 municípios, na grande maioria, levando ações humanitária de saúde, em parceria com sindicatos e prefeituras. Já realizou diversas missões com atendimento especializado nas áreas rurais de Jordão, Feijó, Tarauacá, Plácido de Castro,  Acrelândia, Epitaciolândia, Brasileia, Porto Acre, Assis Brasil e Marechal Thaumaturgo. 

5- Desde o governo Tião Viana, Jenilson foi ferrenho opositor à proposta do gestor de entregar as UPAs e PS da capital na mão da iniciativa privada. Também tem sido assim no governo Gladson. Com forte atuação e dando apoio aos trabalhadores e sindicatos da saúde, os projetos de privatização da saúde tem encontrado resistência no parlamento.

6- No período crítico da pandemia, o parlamentar que é médico infectologista,  abdicou do mandato por um período e foi trabalhar no PS e nos hospitais do interior Acre. Salvar vidas e auxiliar os colegas de profissão.

7- A iniciativa do pagamento de bônus aos trabalhadores da saúde (todas as categorias) e dos membros da segurança pública que estavam na linha de frente à covid-19, partiu de um Anteprojeto do parlamentar. A ideia posteriormente foi posta em prática pelo governador, destarte, sem fazer referência a Jenilson.

8- A grande batalha liderada pelo parlamentar é a CPI da Energia Elétrica. Foi graças a sua persistência, na luta de Davi contra Golias, que foi possível os acreanos conseguir diminuir o reajuste concedido pela Aneel e aplicado pela Energisa, além de coibir, abusos nas contas dos talões dos consumidores. Gente que mora no seringal recebiam conta de mil reais. Um absurdo!

Leia Também:  César Messias concentra luta por casas em Brasiléia, Epitaciolândia, Xapuri e Cruzeiro do Sul

9- Agora, Leite luta contra a privatização da água em solo acreano. Na quinta-feira (21), a Aleac realizou uma audiência pública para debater o tema. O debate é de suma importância, estamos falando da maior riqueza que temos na terra, á água. Sem ela, não há vida, nem progresso. É preciso união contra a entrega de nossa riqueza suprema.

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: Vereadora Neiva Badotti solicita do secretário de Ação Social providências sobre as crianças Haitianos que fica na ponte todo os dias pedindo dinheiro, e que o Poder Público proporcione dignidade para essas crianças. Neiva solicita também que seja encaminhado um oficio para a gerente do hospital para saber se chegou algum saco funerário doado pela prefeitura, comprado com o dinheiro do covid, e que solicita que seja agendado novamente a reunião com a secretaria de segurança pública do estado, para se tratar sobre o IML, pois a mais de 20 anos o problema se arrasta e até o momento nada foi resolvido.

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter 3 de Julho Notícias

Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook 3 de Julho Notíci

Página do Instagram 3 de Julho Noticias

Veja o Vídeo:

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página do Instagram 3 de Julho Noticias, seja membro e compartilhe

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA