RIO BRANCO

Política

Após encerrar parceria por falta de repasses à Colônia Souza Araújo, Diocese e governo voltam a conversar sobre convênio

Publicados

Política

Governador Gladson Cameli vistou o bispo da Diocese de Rio Branco, Dom Joaquim, para garantir assistência aos ex-hansenianos — Foto: Odair Leal/Secom

A Diocese de Rio Branco e o governo do Acre se reuniram para debater os impasses e a retomada da parceria de mais de 50 anos que garante assistência à Casa de Acolhida Souza Araújo, que atende ex-hansenianos na capital acreana. No último dia 6, após seis meses sem repasses da Secretaria de Saúde do Estado (Sesacre), a Diocese decidiu não renovar o convênio. Do G1 Acre.

A decisão foi tomada devida à falta de repasses, que, inclusive, ocasionaram o corte de energia elétrica no dia 24 de junho por falta de pagamento de uma dívida de R$ 3 mil.

Na época, em nota, a Sesacre disse que tinha total interesse em celebrar o Termo de Fomento com a Diocese, desde que o Plano de Trabalho fosse ajustado para atender às normativas vigentes e que nunca se furtou em se reunir para prestar esclarecimentos sobre a necessidade dessa reformulação.

O governador Gladson Cameli e a secretária de Saúde, Paula Mariano, visitaram o bispo da Diocese, Dom Joaquim Pertíñez, na Casa Paroquial, em Rio Branco, nessa segunda (19).

O governo informou que a visita foi uma iniciativa para retomar o convênio e assistir os moradores do abrigo. Após o encontro, Cameli pediu que a secretária-adjunta da Seacre, Muana Araújo, sentasse com o 2º vice-presidente das Obras Sociais da Diocese, padre Jairo Coelho, para as tratativas necessárias.

O padre Jairo Coelho confirmou a reunião, mas disse que, ‘por enquanto, não tem nada concreto’.

Fim do convênio

No dia 6 de julho, após 55 anos de parceria, a Diocese divulgou um comunicado informando que após reuniões com membros da igreja católica e apresentação de algumas propostas foi decidido que a parceria com o governo não seria renovada.

Leia Também:  Jenilson Leite afirma que todos os governadores têm seus méritos

No comunicado, a Diocese disse que tinha contas em atraso de seis meses de vencimento do convênio feito entre o estado e a Casa de Acolhida que acabou resultando no acúmulo de dívidas com fornecedores e empréstimos feitos para pagar os funcionários. O montante chega a R$ 1 milhão.

“Portanto, por esse e muitos outros motivos, as Obras Sociais da Diocese de Rio Branco decidiram encerrar essas tratativas e negociações, informando à Secretaria de Saúde do Estado do Acre que não será firmado um novo convênio por nossa parte”, diz parte do comunicado.

O documento destacou também que os valores disponibilizados pelo governo ‘seriam insuficientes e totalmente inapropriados para manter dignamente a Casa de Acolhida Souza Araújo, que tem uma história de mais de 50 anos, dado que não contemplam os meses retroativos’.

A Diocese frisou ainda que as tratativas e negociações com o Estado para firmar o convênio sempre foram feitas ‘entre troncos e barrancos’ e com inúmeras dificuldades desde as gestões passadas. Mesmo assim, sempre houve a renovação da parceria.

Custeio

Com o fim do convênio, a Diocese comunicou que a igreja mesmo iria decidir quais os caminhos deveriam ser tomados pelas Obras Sociais da Diocese sobre os cuidados e manutenções do abrigo.

“É com profundo pesar que entendemos não ser do interesse do governo do estado do Acre a assistência e cuidado com as pessoas portadoras de hanseníase. E não é nosso interesse travar uma batalha contra o atual governo”, pontuou.

Impasse de anos

Esse não foi o primeiro impasse que o abrigo teve para se manter após vencer o contrato com a Sesacre. Em 2019, a Casa ficou por 8 meses sem receber os repasses.

Leia Também:  Prefeitura de Brasileia realiza o Bye Bye Férias com alunos das escolas municipais

A instituição recebia R$ 220 mil por mês do governo do estado por meio de uma lei de subvenção social. Porém, o contrato venceu em dezembro de 2020 e ainda não foi renovado.

No mês de maio, a Diocese chegou a fazer uma campanha para arrecadar fundos para tentar cobrir parte das despesas mensais, que giram em torno de R$ 180 mil, porém, o padre informou que foi arrecadado cerca de R$ 20 mil apenas.

E veja também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo: Um vídeo exclusivo foi divulgado por Leo Dias, nele o DJ Ivis aparece chorando e pedindo perdão a ex-mulher Pamella e a todas as mulheres. Segundo as informações, a gravação desse vídeo aconteceu 20 minutos antes de sua prisão. A intenção de Ivis, ao reconhecer os erros que cometeu, era pedir perdão a Pamella Holanda, sua ex-esposa, a todas as mulheres e aos fãs.

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter 3 de Julho Notícias

Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook 3 de Julho Notíci

Veja o Vídeo:

E veja também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo: O Horto Florestal foi fundado como Horto Municipal em 1974 e se caracteriza como um Parque Urbano de 17 hectares de área que se localiza a 5 km do centro da cidade de Rio Branco e às margens do Igarapé São Francisco.

Veja o Vídeo:

Inscreva-se no Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe.

Inscreva-se no Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Inscreva-se na Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Política

Deputada Mara Rocha anuncia 800 mil em emendas para saúde e compra de caminhonete e um trator para Capixaba

Publicados

em

Na última sexta-feira, 03/12, o Prefeito Manoel Maia, recebeu a visita da Deputada Federal Mara Rocha, acompanhada do senhor Laedes Félix, presidente da Associação de Produtores Rurais Horta Nativa, localizada no ramal Zaqueu Machado, e do também produtor rural, o Senhor Agripino Silva.

Na oportunidade, a Deputada Federal anunciou a contemplação do município de Capixaba com a destinação de 800 mil reais em emendas no Orçamento Geral da União de 2022.

Deste valor, a Deputada destinou 200 mil para o Piso de Atenção Básica da Saúde (PAB Saúde). Já os outros 600 mil reais, que foram destinados em forma de emenda de transferência especial, serão para custear a compra de uma caminhonete para a prefeitura no valor de 250 mil reais, e um trator com grade niveladora e grade aradora para atender a Associação Horta Nativa, fruto de uma promessa da Deputada para a Associação.

A Deputada também se colocou a disposição em continuar ajudando Capixaba com a destinação de emendas, e conversou com o prefeito sobre as demandas e necessidades do município.

Leia Também:  Fernanda Hassem, Tião Viana e Leila Galvão fazer visitas no bairro Leonardo Barbosa

O prefeito Manoel Maia, agradeceu pelo apoio e a atenção da Deputada com o município, e garantiu que essas emendas serão usadas nos objetivos a que foram destinadas, com zelo e transparência com o dinheiro público.

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: Vereador diz que o prefeito Kiefer Cavalcante paga mais de 5 mil para dono de empresa que faz faculdade em Rio Branco – Vereador Ronaldo Reis de Feijó, gravou um vídeo onde fez graves denúncias contra a atual gestão do prefeito Kiefer Cavalcante a quem acusa de perseguição política e possível pagamentos irregulares em sua gestão. De acordo com o vereador, o prefeito demitiu a sua esposa só aconteceu depois que trouxe a tona um pagamento supostas irregularidades o que confirma a perseguição política que vem sofrendo por parte do gestor.

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter: 3 de Julho Notícias

Youtube: 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook: 3 de Julho Notíci

Página do Instagram: 3 de Julho Noticias

Veja o Vídeo:

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página do Instagram 3 de Julho Noticias, seja membro e compartilhe.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA