RIO BRANCO

Política

Ao receber novo lote de vacinas Gladson diz que estado quer comprar 1 milhão de doses

Publicados

Política

Governador Gladson Cameli recebeu o lote de medicamentos no pátio do aeroporto de Rio Branco Fotos: Odair Leal

Assessoria – A segunda remessa de vacinas contra a Covid chegou ao Acre ao meio-dia deste domingo, 24, transportada gratuitamente pela companhia Azul Linhas Aéreas. São 5.080 doses produzidas pelo laboratório britânico Astrazeneca, fabricada no Brasil pela Fiocruz. O governador Gladson Cameli e o secretário de saúde, Alysson Bestene, receberam o lote de medicamentos no pátio do aeroporto de Rio Branco, de onde a carga seguiu escoltada pela Polícia Federal e pelo Grupo Especial de Fronteira (Gefron) até o local onde vai ficar armazenada para distribuição.

O governador informou que igual ao que ocorreu com o primeiro lote, parte dessa remessa será enviada para as 21 cidades do estado, destinada exclusivamente para os profissionais da saúde. Ele anunciou, ainda, que vai a São Paulo tentar comprar um milhão de doses.

“Eu não vou ficar aqui parado esperando mandarem pra gente. Vou a São Paulo procurar os meios para que a gente possa comprar um milhão de doses, pra que a gente não fique mais nessa dúvida, de uns sim e outros, não. Todos nós precisamos de uma resposta à altura e eu sou responsável como governador por buscar essas soluções”, enfatizou Cameli.

Leia Também:  Portal Transparência Covid-19 da Prefeitura de Rio Branco disponibiliza gastos no combate ao novo coronavírus

O secretário de Saúde, Alysson Bestene, disse que o número de doses enviadas ao Acre atinge uma cobertura de 20% dos profissionais de saúde, garantindo que as vacinas irão chegar a todas as cidades, como ocorreu na semana passada.

“Vamos agora montar a logística para distribuição e encaminhar para os municípios a quantidade conforme a orientação do Ministério da Saúde. Aqui em Rio Branco vamos dar continuidade à imunização a partir desta segunda-feira, 25”, garante.

Fiscalização para evitar irregularidades

O governador esclareceu que o Acre montou um rígido sistema de controle para evitar irregularidades na distribuição das doses, como ocorreu em outros estados. O Ministério Público, segundo ele, tem amplo e total acesso a esse sistema. Gladson afirmou que não vai tolerar que pessoas que não estão na lista das prioridades sejam contempladas agora com a vacina.

“Não foi o governador quem impôs essa regra, foi o governo federal e o Ministério da Saúde, e nós vamos seguir a risca. A fiscalização, a presença dos órgãos de controle vai garantir esta transparência. Eu sei que todos querem. Eu peço que as pessoas tenham paciência, porque vai chegar a vez de todos. Não vamos perder a esperança que eu vou até o último momento na busca pelas doses para imunizar todo os acreanos”, diz Cameli.

Leia Também:  A pedido de Gladson Cameli, secretário nacional da Defesa Civil acompanha cheia dos rios no Acre

O governador informou que igual ao que ocorreu com o primeiro lote, parte dessa remessa será enviada para as 21 cidades do estado Fotos: Odair Leal

E veja também no Plantão 3 de Julho Notícias:

Veja o Vídeo Abaixo: As manifestações contra o governo de Jair Bolsonaro já iniciaram e seguem neste sábado com mais manifestações pedindo o impeachment do presidente (Cloroquina), devido o seu descaso com a pandemia e sobretudo com o estado do Amazonas.

Acompanhe nossas redes Sociais

Twitter 3 de Julho Notícias

Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook 3 de Julho Notíci

Veja o Vídeo:

E veja também no Plantão 3 de Julho Notícias:

Veja o Vídeo Abaixo: O amor é a força mais poderosa da existência humana. Sem ele perdemos nossa humanidade. É o sentimento que dar sentido a vida, que nos une, que nos torna feliz, mas que pode também nos trazer tristezas e traumas.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Política

Morador grava vídeo denunciando as péssimas condições de rua na atual gestão de Fernanda Hassem

Publicados

em

Um morador da rua Rondônia gravou um vídeo denunciando as péssimas condições da referida Via, segundo ele, os moradores que precisam trafegar pela rua não aguentam mais o abandono por parte da atual gestão de Fernanda Hassem, segundo ele há pelo menos 6 anos que a localidade não recebe manutenção da prefeitura de Brasileia.

Os moradores, revoltados com a situação resolveram tornar público essa situação para que o Poder Público tome providências quanto a esta situação específica. Vale destacar que não só a rua Rondônia encontra-se nesta condição, mas a maioria das vias do município encontra-se em péssimas condições.

Por se tratar de uma rua que dá acesso a escola infantil Menino Jesus e a uma distribuidora de gás os moradores almejam ainda mais uma melhoria, pois segundo eles, no período do inverno, os alunos enfrentam grande dificuldades para chegar a escola, onde saem de casa limpos e chegam na escolas sujos de lama por conta da falta de dignidade no tráfego.

“A cada chuva que cai o açude aumenta mais se jogar tambaqui aqui se cria porque a situação está cada vez pior, tá com mais de 6 anos que essa rua não recebe um tapa buracos, aqui quando as crianças estão indo para a escola elas sofrem”, concluiu um morador.

Leia Também:  A pedido de Gladson Cameli, secretário nacional da Defesa Civil acompanha cheia dos rios no Acre

Veja o Vídeo:

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA