RIO BRANCO

Política

Afastado da prefeitura de Acrelândia, Jonas Dales volta a vida de balconista de farmácia

Afastado do cargo desde a última quinta-feira (29), o prefeito Jonas Dales, do município de Acrelândia, localizado cerca de 100 km da capital, voltou a vida de balconista de farmácia.

Publicados

Política

Afastado do cargo desde a última quinta-feira (29), o prefeito Jonas Dales, do município de Acrelândia, localizado cerca de 100 km da capital, voltou a vida de balconista de farmácia.

Desde ontem (3) que ele atende no balcão da Drogaria Brasil. Acusado por improbidade administrativa e de dificultar o trabalho de investigação da Justiça, Jonas Dales está proibido de entrar nos órgãos públicos e de ter acesso a qualquer tipo de documento. 

Em entrevista a um site local da cidade de Acrelândia, o prefeito afastado disse que até que seu recurso seja julgado – ele espera reverter decisão da Justiça – ele vai passar o tempo atendendo aos clientes.

Embora a banca de advocacia tenha agido rápido no pedido de reforma da decisão que lhe tirou do cargo por 60 dias, a situação não é tão simples assim.

Em seu relatório, o desembargador Roberto Barros, do Tribunal de Justiça do Acre, levou em consideração que a manutenção de Jonas Dales, no cargo de Chefe do Executivo, “prejudicará a instrução dos procedimentos investigatórios instaurados no âmbito da Promotoria de Justiça”. Ainda segundo o processo, o referido prefeito vem utilizando a máquina administrativa para impor a sua vontade.

Leia Também:  Freteiros protestam na Av. Marinho Montes por causa de possa d'água

O promotor de Justiça da Cidade, Teotônio Rodrigues Júnior, que solicitou o afastamento por 180 dias, classificou a decisão de afastar o prefeito do cargo, como “urgente e imperiosa”, o prefeito é acusado entre outras coisas de impor pressão nas pessoas para dificultar o acesso da Justiça a provas que podem mantê-lo longe da gestão municipal por muitos dias.

Desde que assumiu a gestão municipal em janeiro de 2013, Jonas vem acumulando processos por improbidade administrativa. Essa é a segunda vez que ele é afastado da sua cadeira somente esse ano. Em janeiro, por força de liminar, o prefeito também foi afastado por descumprir o Estatuto da Criança e do Adolescente nas ações de manutenção do Conselho Tutelar do município.

Prefeito Jonas

Fonte: ac24horas

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Política

Junto com Sindicato Rural, prefeitura e Bancos; vereador debatem sobre melhoria para Cruzeiro do Sul

Publicados

em

Nosso parlamento cumpre os últimos dias de recesso, no entanto nossos vereadores continuam atuando firmemente a favor da sociedade cruzeirense seja na zona urbana ou nos ramais de nossa cidade. Diante disso, nossos parlamentares João Keleu, Betão da Br, Elter Nóbrega, Mazinho da Br, Noeca e Franciney Freitas, participaram de uma importante reunião nesta segunda-feira, 24, entre Prefeitura, Câmara de Vereadores, Sindicato dos Trabalhadores Rurais e Representantes dos bancos públicos para discutirem melhorias e melhor acesso por parte dos produtores rurais as diversas modalidades de créditos rurais existentes.

Na reunião ficou definido que o poder público através do legislativo e executivo estarão empenhados, dentro da legalidade, atuar no auxilio da legalização dos produtores e elaboração de projetos junto com os bancos para que o sindicato possa expedir a DAP, Declaração de Aptidão ao Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar, para que assim as famílias possam ter acesso aos créditos e possam fomentar nossa produção rural.

Nossos vereadores ficaram impressionados e felizes com a quantidade de recursos oriundos nas instituições bancarias para a fomentação da agricultura familiar faltando, apenas, as orientações e a legalização dos procedimentos burocráticos que este parlamento irá trabalhar para que nossas famílias rurais possam permanecer no campo e viver dignamente com boas condições de vidas.

Leia Também:  Freteiros protestam na Av. Marinho Montes por causa de possa d'água

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: Em meio a maior crise do sistema de transporte coletivo dos últimos tempos, a população de Rio Branco vive um dilema e acorda todo dia sem saber se terá ônibus passando em sua região. O prefeito Tião Bocalom tentou amenizar o problema repassando R$ 2 milhões e quatrocentos mil para as empresas quitar os débitos com empregados, acordo não cumprido e que foi um dos motivos para a intervenção no setor.

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter: 3 de Julho Notícias

Youtube: 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook: 3 de Julho Notíci

Página do Instagram: 3 de Julho Noticias

Veja o Vídeo:

Veja o Vídeo:

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página do Instagram 3 de Julho Noticias, seja membro e compartilhe.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA