Política

A Comunidade do Icuriã em Assis Brasil pede socorro.

Festa do Icuriã fazia parte do calendário de eventos do município.

Publicados

Política

Festa do Icuriã fazia parte do calendário de eventos do município.
(Jerry Correia)
Assis Brasil pede socorro
Uma das comunidades mais tradicional do Acre está completamente abandonada pelo poder público. É isso o que dizem centenas de moradores do Seringal Icuriã, distante 75 km da sede do município de Assis Brasil.
 
A comunidade está completamente isolada por falta de manutenção no ramal que dá acesso a localidade. Com isso, os moradores precisam caminhar durante dias para chegarem à cidade em busca de atendimento médico e outras necessidades.
 
fdEm 2013, a Prefeitura de Assis Brasil, responsável pela manutenção do ramal, não enviou nenhuma máquina para localidade, mesmo com o apoio do Programa Ramais do Povo que destinou combustível e maquinário para tal fim.
 
Na área da saúde a situação ainda é pior. O posto de saúde da comunidade está fechado e abandonado desde o início de 2013, quando o “Doutor” Betinho assumiu a Prefeitura do município. Segundo os moradores, não existe nenhum tipo de medicamento no local e a única profissional da área de saúde que atendia os moradores foi demitida. 
Um dos moradores mais antigo da comunidade do Icuriã é o Sr. João Doca. Ele lembra com saudades os dias felizes que viveu no que ele chama de “paraíso”. “Sempre que falo do Icuriã fico muito emocionado porque ali já foi o melhor lugar pra se viver. Fiquei no Icuriã até não ter mais condições por conta de minha idade e saúde que requer cuidados. Como posso morar em um lugar isolado? Onde o único posto de saúde não funciona e o pode público não existe?”, questiona.
 
Dona Maria Araújo ainda mora na comunidade do Icuriã, mas diz não saber até quando vai suportar tanto sofrimento e descaso das autoridades. “Eu e minha família sempre vivemos aqui no Icuriã, fico triste só em pensar que podemos ser obrigados a deixar esse lugar por falta de condições para sobreviver. Não é justo, só estamos pedindo o mínimo de atenção por parte do senhor prefeito que nunca nos visitou para ver de perto nossa situação”, desabafa.
ÍndiceOs moradores do Icuriã relembram com saudades os tempos de alegria, quando eram realizados eventos esportivos, festas e os moradores tinham maior contato com o povo da cidade. “Aqui no Icuriã tínhamos uma grande festa realizada pela comunidade com apoio da Prefeitura, eram três dias de atividades esportivas, corrida de cavalos e festa dançante com música ao vivo. Vinha muita gente da cidade e os moradores lucravam com as vendas de comida e produtos regionais”, relembra a moradora Jocelina Araújo.
Os moradores agora perguntam qual o futuro do Icuriã. Será que todas as famílias vão ter que abandonar o lugar onde nasceram e se criaram? Como suportar o isolamento, a falta de médico e remédios? São perguntas que só o tempo irá responder.
COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Deputada Federal, Perpétua Almeida, se reúne com prefeito Jerry Correia e anuncia investimentos para Assis Brasil

Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Política

Temos ex-secretário milionário, compra de bois, fazenda na Bolívia e apartamento fora do Acre, está escandalizada a corrupção em Brasileia, diz Marinete

Publicados

em

Veja o Vídeo:

A vereadora Marinete Mesquita não poupou palavras para enfatizar que a corrupção no município de Brasileia por meio da gestão da prefeita Fernanda Hassem está escandalizada, quando na verdade milhões de recursos foram aprovados para 2022 e não se sabe onde foram empregados.

Essa fala da parlamentar voltada para os casos de corrupção na gestão da prefeita Fernanda se deu devido o poder executivo enviar um projeto de lei solicitando crédito adicional suplementar, mesmo após a Câmara de Vereadores ter aprovado R$ 120.000.000,00 (cento e vinte milhões de reais) e mais 30% de remanejamento para o orçamento anual e o município está um caos.

Marinete cita que R$ 12 milhões foram destinados para a agricultura e os serviços não estão chegando para os produtores, sobretudo, os pequenos produtores. Mesquita questiona ainda com qual moral, com qual justificativa chega um projeto do executivo solicitando crédito suplementar e aonde foram gastos os R$ 120 milhões para que venham pedir mais dinheiro?

“Estão ignorando a nossa existência aqui e estão fazendo com propriedade porque quando chegam esses projetos imorais tem como resultado a aprovação. Então tem como fazer isso porque boa parte dos senhores não se prestam ao devido respeito que esta Casa deve ter e não adianta um ou dois vereadores ficarem aqui clamando, nós queremos as prestações de contas. Me diga em que foram dispensados esses 120 milhões para ter o poder de pedir crédito adicional”, destacou.

Leia Também:  “A partir de hoje sou pré-candidato ao governo do Acre”, diz Vagner Sales

Marinete afirma ainda que a falta de zelo de gestores com o erário públicos está feio! O escândalo está feio! A cara de pau desta gestão está feia! A falta de respeito com a população está demasiada, passou da conta.

“Eu não quero acreditar que este projeto será aprovado nesta Casa. Aí, sim! Eu vou utilizar-me do meu poder, das redes sociais e vou desmascarar esse município que inclusive a Federal está batendo nas portas aí, senhoras e senhores. Temos secretários aí, “ex-secretário” milionários, temos denúncias graves, de compra de bois com dinheiro na mão, com dinheiro na bolsa. É muito escândalo! Fazendas na Bolívia, apartamentos fora do Acre, casas reformadas é tanta coisa que eu não conseguiria fazer se eu ganhasse R$ 50 mil por mês, eu não conseguiria! Está escandalizada a questão da corrupção no município de Brasileia”, concluiu a vereadora Marinete Mesquita.

Veja o Vídeo:

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA