Política Destaque

Gladson Cameli faz a reza do pião roxo e alguns deputados “mamadores” votam contra as categorias

Publicados

Política Destaque

Acreinfoco – Em sessão histórica realizada na madrugada desta sexta-feira (01), sob pressão do governo, os deputados da base de sustentação aprovaram a proposta do governo do estado. A sessão que foi acompanhada pelo funcionalismo público dentro da Assembleia Legislativa e por mais de 20 mil pessoas pelo YouTube, teve lances dramáticos.

De nada adiantaram os esforços dos deputados. Calegário perdeu os cargos, Chico Viga ficou com a saúde ainda mais fragilizada, mas a emenda foi derrotada pelos 13 votos dos deputados do governador Gladson Cameli. E o reajuste para os servidores públicos, inclusive os da Educação, foi estabelecido em 5,42%.

Veja o Vídeo:

Fagner Calegário e Chico Viga (Podemos) foram convocados para uma reunião na sala do presidente Nicolau Júnior (PP). Não se dobraram e a resposta veio rápida. Uma edição extraordinária do Diário Oficial, com a exoneração dos cargos de Calegário.

O deputado Chico Viga ainda convalescendo de uma cirurgia sofreu tanta pressão por parte dos “soldados do Executivo” que provocou o temor que precisasse ser medicado. A preocupação com o colega parlamentar levou o deputado Jenilson Leite a se aproximar da tribuna. Jenilson permaneceu ao lado de Viga enquanto este discursava visivelmente nervoso, trêmulo. A cena pode ser observada no vídeo da sessão.

Leia Também:  Vereador Nego demostra indignação com a atitude de Gladson Cameli em tirar Sérgio Mesquita da secretaria de saúde de Epitaciolândia

Veja o Vídeo:

A bancada do Podemos foi a que sofreu a maior pressão. Os 4 deputados do partido assinaram a Emenda que propôs o aumento de 10% para o funcionalismo público juntamente com o deputado Edvaldo Magalhães (PCdoB), Daniel Zen e Jonas Lima (PT), Jenilson Leite (PSB), Antônia Sales (MDB), Roberto Duarte (Republicanos).

Veja o Vídeo:

Contrariando o pedido de Daniel Zen para que aprovassem o percentual maior e deixassem que Gladson o vetasse se quisesse. Zen chamou de truculenta a forma que o governo negociou com a categoria. “Governo truculento e mal amanhado, que não sabe negociar”, disse

Veja o Vídeo:

O presidente da Aleac, Nicolau Júnior (Progressistas), teve papel decisivo no resultado das votações. Além da reunião de pressão com os deputados do Podemos, participou ativamente da negociação com a Polícia Civil.

O presidente teria ido pessoalmente à casa do delegado Pedro Resende e em nome do governador prometido a concessão dos 15% em cima do valor do salário. O acordo, segundo o delegado, passou por Rômulo Grandidier, então secretário da Casa Civil.

Nicolau parabenizou seu cunhado  Gladson Cameli: “Quero, inclusive, agradecer a sensibilidade de Gladson, como também aos parlamentares, que se uniram para que essa fosse a decisão”

Leia Também:  Escola do KM 26 está sem professores e transporte escolar, vereadora e Vice-governador fazem reunião para discutir o problema

Major, o caçador de corrupto:

No dia em que os deputados aprovaram sob protestos dos servidores públicos o aumento de 5,42% com alguns penduricalhos como auxílio- alimentação de 400 a 420 reais para os funcionários públicos, também regulamentaram a licença-prêmio dos magistrados e a fixação dos honorários de sucumbência para os procuradores da PGE, o governo do estado publicou no Diário Oficial a exoneração da denunciante do esquema de “rachadinhas” na Codisacre e a contratação de 3 empresas de táxi aéreo para atender o gabinete do Governador. São 10,6 milhões para contratar “jatinhos’ e outras aeronaves para o estado que já possui 2 jatinhos e 2 helicópteros.

Veja o Vídeo:

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Política Destaque

Enquanto a diária do servidor público custa R$ 150 reais (diária miserável), a do Governador custa mais de R$ 1.700 reais, denuncia Daniel Zem

Publicados

em

“Gladson despreza a nossa história mas se apega às suas diárias”, afirma Daniel Zen

Acreinfoco – O deputado estadual Daniel Zen (PT-AC) comentou, em sessão ocorrida nesta terça-feira (05), na ALEAC, sobre o vandalismo praticado contra a estátua de Chico Mendes, localizada na Praça Povos da Floresta, no centro de Rio Branco, capital do Acre.

“Chico não é só Patrono do Meio Ambiente Brasileiro e Herói Nacional, com o nome inscrito no Livro dos Heróis da Pátria. Ele é um dos fundadores da Aliança dos Povos da Floresta, criador do conceito de sócio-ambientalismo. Seu legado transborda o Acre e o Brasil, pois sua luta teve, tem e terá importância mundial: ontem, hoje e sempre. O ataque à sua estátua – e o descaso do governo em reparar os respectivos danos – são ataques a tudo o que ele representa. Chico merece muito mais respeito!” afirmou o deputado de oposição ao governo bolsonarista de Gladson Cameli (PP-AC).

Zen ainda prosseguiu: “Enquanto o governo permite que a memória de um de nossos mártires seja violada, desprezando nossa cultura em uma tentativa insistente de reescrever a nossa história, o governador publica um decreto aumentando o valor de suas diárias para deslocamentos para fora do Estado para mais de R$ 1.400,00.”

Leia Também:  O coveiro com desvio de função, que mama nas tetas da prefeitura, tem veículo do povo a sua deposição e faz aquilo que sua mestre Nandinha mandar

Entendendo se tratar de uma situação absurda e vexatória, o Líder do Partido dos Trabalhadores na ALEAC complementou: “Enquanto o trabalhador assalariado tem que escolher entre pagar a talão de luz, comprar a botija de gás ou adquirir uma cesta básica para dar de comer à sua família, uma única diária do governador equivale a mais de um salário mínimo. Com esse valor, dava pra consertar a estátua do Chico, devolvê-la para o seu lugar e, assim, demonstrar algum respeito pela memória dos acreanos”, concluiu o parlamentar

Veja o Vídeo:

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA