RIO BRANCO

Política Destaque

Vídeo: Seguranças de Gladson Cameli, tentam levar cartazes do movimento do cadastro de reserva da Polícia Civil

Publicados

Política Destaque

Integrantes do cadastro de reserva da Polícia Civil do Acre, resolveram radicalizar contra a inércia do governo Gladson Cameli (PP), que prometeu contratar todos os aprovados do último concurso e não cumpriu até aqui com a palavra dada aos jovens aprovados.

Um dos jovens resolveu manifestar de maneira diferente, se acorrentando no Monumento em frente ao Palácio do governo, ficando durante todo dia de terça (1) e cercado de faixas e cartazes criticando as promessas de Gladson.

Incomodados com as frases escritas, três seguranças do governo que estavam no Palácio Rio Branco resolveram pegar alguns dos cartazes e tentar esconder em um bagageiro de veículo da segurança palaciana, que estava estacionado ao lado do palácio Rio Branco.

Tão logo os manifestantes avistaram os mesmos colocando as faixas no porta malas, correram lá e pediram imediatamente de volta. Os seguranças não esboçaram reação, pois um dos membros estava filmando tudo e eles de imediato entregaram tudo.

Veja o vídeo:

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: Com o intuito de ajudar na manutenção do espaço do Educandário Santa Margarida, que atende crianças de zero a 12 anos de idade, o deputado Leo de Brito está destinando R$ 350 mil, por meio de emenda, à instituição. A emenda será viabilizada por meio de convênio com o Tribunal de Justiça do Estado do Acre (TJAC).

Leia Também:  Nadando de braçada: Vereador Marquinhos diz em vídeo que está igual galinha de bingo, quem der mais, leva!

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter: 3 de Julho Notícias

Youtube: 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook: 3 de Julho Notíci

Página do Instagram: 3 de Julho Noticias

Veja o Vídeo:

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página do Instagram 3 de Julho Noticias, seja membro e compartilhe.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Política Destaque

Deputados recebem áudios de servidores da Saúde que choram exaustos pelo excesso de trabalho e lamentam fim do pagamento do auxílio

Publicados

em

O deputado Neném Almeida (Podemos), cobra a volta do pagamento do auxílio – Foto: Reprodução

Acre in Foco – O governo do Acre pagou a última parcela do Auxílio Temporário de Emergência em Saúde (ATS), no mês de dezembro de 2021. Esse adicional de insalubridade destinava-se a suprir os gastos excepcionais e emergenciais decorrentes da exposição excessiva de agentes públicos aos efeitos da pandemia.

Cada funcionário da linha de frente de combate à pandemia de covid-19 recebeu um adicional de cerca de R$ 500 por mês, desde julho de 2021. Um ano e 4 meses depois do intenso trabalho contra o coronavírus. A pandemia de covid-19 se intensificou a partir de março de 2020. O mês de férias dos servidores não foi contemplado com o auxílio que também não foi pago no mês de setembro, garantem os funcionários da Saúde.

O auxílio acabou em dezembro de 2021. Em janeiro de 2022, a covid-19 associada a gripe H3N2 voltaram a lotar as unidades de saúde. O padrão de 5 pacientes para cada técnico foi alterado para 14 pacientes para cada técnico. Um número considerado impossível: “é desumano”, chora de exaustão a servidora em áudio enviado aos deputados.

Leia Também:  Equipe de governo pode ter cometido improbidade administrativa ao não publicar declaração de bens

Isso vem acontecendo com frequência e a gestão da unidades não consegue resolver porque não tem profissional suficiente para atender a demanda”, afirma diretoria de Unidade de Saúde.

O deputado Neném Almeida (Podemos), cobra a volta do pagamento do auxílio e justifica: “muitos destes servidores após o contato com essa doença ficaram com sequelas (respiratória, ansiedade, depressão) e outros chegaram a perder a própria vida nessa guerra. Eles voltaram a ser muito exigidos no combate à doença, em 2022 e por isso é extremamente importante que todos os servidores que estejam na linha de frente, sejam contemplados com o benefício”.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA