RIO BRANCO

Política Destaque

Vergonha Gladson!! Foi um fiasco de público na entrega das viatura com a participação de Sérgio Moro em Rio Branco

Publicados

Política Destaque

Tinha mais viatura para entregar, do que público para apreciar ou ver o Ex-Juiz Sérgio Moro. 

Por ser o estado que deu maior votação ao presidente Jair Bolsonaro nas eleições de 2018, que obteve 77% dos votos, a visita do Super Ministro Sérgio Moro foi considerada um verdadeiro Fiasco e com o mínimo de prestígio.

Eram 11 horas da manhã quando o avião da Força Aérea Brasileira (FAB) que trazia o ministro da Justiça e Segurança (Sérgio Moro) pousou no aeroporto de Rio Branco, sendo este recepcionado pelo governador Gladson Cameli (Progressistas), pelo vice Major Rocha (PSDB) e diversas autoridades locais.

Do aeroporto, a comitiva de Moro seguiu de carro ao Memorial dos Autonomistas, no Centro da cidade, onde ele recebeu a condecoração da Ordem da Estrela do Acre, a maior honorária do Estado, concedida a um civil ou autoridade.

Em seguida, toda comitiva seguiu a pé até o Palácio Rio Branco, onde protagonizou junto do governador, a entrega de 127 viaturas tipo Caminhonete, que foram adquiridas via recursos parlamentares da bancada federal passada junto com a atual bancada do Acre, onde serão usadas pelo sistema de segurança do estado.

Leia Também:  “Perdido no mato” é pra lá de surreal!! Durante reunião da AMAC, Bocalom volta a defender o uso precoce da cloroquina e ivermectina

O esquema de segurança mobilizou centenas de homens de todas as forças policiais, que isolou parte das ruas do centro da cidade, tudo para  que não houvesse contratempos.

Pelos dias que o governador vem anunciando a vinda de Moro ao Acre, esperava-se uma grande mobilização de apoiadores e simpatizantes do governo Bolsonaro, o que não aconteceu.

Menos de 200 pessoas, alguns com cartazes pedindo foto com ministro, foram levantados em uma tímida manifestação de apoio; para se ter ideia a manifestação dos trabalhadores e sindicalistas contra a reforma absurda do governo Gladson deu um maior número de pessoas.

De Rio Branco, a comitiva do ministro embarcou para Cruzeiro do Sul, onde cumpre agendas pontuais e segue direto para Brasília.

Moro já está sendo considerado pela a população Brasileira como o Juiz que prendeu Lula só para se tornar Ministro da Justiça e assim dar uma mãozinha para Bolsonaro se tornar presidente.

Outros preferem acreditar que todo aquele alvoroço da Lava Jato, encabeçada por Sérgio Moro e Cia não foi pelo fato de eles estarem preocupados com o país, mas sim com seus próprios interesses.  

Leia Também:  Bateu o desespero: Com a derrota batendo na porta, oposição usa Blog de Manaus para espalhar Fake News sobre entrega de cestas básicas em Guajará

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Política Destaque

Conselheiro Tutelar diz que estão perseguindo Bocalom para desviar os desvios no governo Cameli e que estão pagando R$ 100 reais, para alguns bater no prefeito

Publicados

em

O Conselheiro Tutelar Ari Oliveira, usou uma postagem em um grupo de debates no whatsapp bem movimentado para criticar o excesso de críticas contra o prefeito Tião Bocalom (Progressista).

O mesmo ainda disse que ficou sabendo que um grupo de políticos estariam pagando R$100 para populares detonar Bocalom e sua gestão nas redes sociais.

Na sua mensagem o Conselheiro supõe que, as críticas contra o prefeito são para tirar o foco dos últimos escândalos envolvendo membros da cúpula do governo Gladson Cameli (PP), pois Bocalom tem apenas um ano de mandato e não tem como resolver todos os problemas da cidade em tão pouco tempo.

“Rapaz já virou bagunça, aliás virou caso de perseguição o que estão fazendo com prefeito. Ontem mesmo falei com um rapaz aí em RBO e disse que teve político oferecendo 100 reais para os moradores detonar o Prefeito em vídeo. Tá feio já. Prefeito tem 4 anos de mandato. Eu fico perguntando pq até agora nenhum jornal foi até a fundo para descobrir de onde saiu tanto dinheiro desviado na operação Ptolomeu ou como funciona o esquema dos precatórios. Porque estão tão calados? Bocalom pode até aqui ainda não ter acertado o compasso da gestão, mas já virou caso de perseguição e isso é ridículo. Eu tenho as minhas críticas em relação a gestao, mas o que estão fazendo já passou dos limites. Qual foi o prefeito que mudou tudo em RB? Qual Prefeito melhorou a vida das pessoas da noite para o dia?”, Indagou Ari.

Leia Também:  Rocha diz que sofre perseguição por denunciar Avancard e dispara: ‘Negar que o governo virou uma cópia genérica da Frente Popular é tentar tapar o sol com a peneira’

Nas redes sociais o clima entre militantes do palácio Rio Branco e da prefeitura municipal é de guerra, inclusive foi motivo de um alerta por parte de um vereador do PP esta semana.

O pano de fundo dessa briga é o reflexo da eleição de 2020 e o que vai ser 2022, quando parte do PP estará com Gladson Cameli, enquanto a outra com Sérgio Petecao (PSD).

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: Em meio a maior crise do sistema de transporte coletivo dos últimos tempos, a população de Rio Branco vive um dilema e acorda todo dia sem saber se terá ônibus passando em sua região. O prefeito Tião Bocalom tentou amenizar o problema repassando R$ 2 milhões e quatrocentos mil para as empresas quitar os débitos com empregados, acordo não cumprido e que foi um dos motivos para a intervenção no setor.

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter: 3 de Julho Notícias

Youtube: 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook: 3 de Julho Notíci

Leia Também:  Bateu o desespero: Com a derrota batendo na porta, oposição usa Blog de Manaus para espalhar Fake News sobre entrega de cestas básicas em Guajará

Página do Instagram: 3 de Julho Noticias

Veja o Vídeo:

Veja o Vídeo:

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página do Instagram 3 de Julho Noticias, seja membro e compartilhe.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA