Política Destaque

UPA da Sobral clama por socorro, tem apenas um médico para atender vários pacientes

Publicados

Política Destaque

A população acreditou que com Gladson no Governo tudo melhoraria, mas a situação só piorou na noite desta quinta-feira (30), onde foi registrado que há um médico para atender inúmeros pacientes na Unidade de Pronto Atendimento da Baixada da Sobral, infelizmente é a realidade que os acreanos enfrentam a um bom tempo e provavelmente continuarão enfrentando.

Pacientes afirmam que é revoltante a demora para conseguir um atendimento médico e depois de muito tempo de espera ainda não são atendidos, na UPA havia pacientes desde as hs 14:00 da tarde que até o momento inda não foram atendidos, aproximadamente haviam noventa pacientes dentre eles crianças e idosos aguardando por atendimento.

Com apenas um médico para atender a grande demanda acabam sobrecarregando o profissional da saúde e traz grandes transtornos para os pacientes.

Esperamos que o Governo do Estado através do Governador Gladson não meça esforços para disponibilizar uma saúde mais digna para os moradores da Capital, pois do jeito que está só nos resta esperar que algo seja feito e que esta situação não se repita, pois mostra um grande desrespeito com os pacientes.

Leia Também:  Em encontro na sede do PP Gladson defende fortalecimento da sigla e reafirma apoio a reeleição da prefeita Socorro Neri

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Política Destaque

Vereador Ronaldo Reis denuncia trabalho mal feito pelo governador Gladson Cameli realizado na escola Dom Pedro, na BR-364, em Feijó

Publicados

em

A Escola Dom Pedro I localizada no quilômetro cinquenta e sete da BR-364 no município de Feijó, está abandonada pelo governo do estado, diz vereador Ronaldo Reis.

Segundo informações as reformas que foram realizadas foram apenas pra camuflar, já que o trabalho realizado foi mal feito.

“As salas são pequenas e não comporta de maneira adequada a quantidade de alunos. Desde 2020 que encaminhamos ofícios informando que a escola não tem condição de receber alunos, um mês após as reformas, alguns lugares estão caindo, quebrando”. Informou o denunciante ao blog.

Em 2021 uma empresa foi fazer a reforma, mas antes de concluir, fizeram uma pausa para voltar depois, e não voltaram, segundo informações.

“Vem sempre pessoas da secretaria, mas apenas tiraram fotos e vão embora e não resolve nada”. Lamenta uma moradora.

“O ano letivo já deveria ter começado, mas o descaso do poder público com a situação é tão grande, que depois de dois anos e meio sem aula. A evasão, desistência e transferência são vivenciadas todos os dias”. Relata a comunidade escolar.

Leia Também:  O Acre não tem governo! Enquanto o produtor está abandonado e sem apoio, veículo da SEPA é usado para atender demanda de clube de futebol em Porto Walter

“Tenho vergonha, como gestor escolar de participar desse descompromisso do poder público molha dentro da escola porque a cobertura foi iniciada, mas não foi terminada, os banheiros não funcionam,  não tem banheiros para cadeirante, precisa-se de vigias porque já houve roubo e é perigoso deixar os computadores,  impressoras e etc., porteiro,  secretaria (o), auxiliar escolar,  mais um servente”. Destacou os profissionais em educação da escola.

Desde 2018 que a gestão da escola solicita a organização da energia, pois o transformador é pra escola e outras casas, e até agora nada foi feito.

A própria comunidade começou um abaixo assinado para ver se muda a situação da escola, mais até o momento continuam desamparados pelo governo do estado.

“Esse é o retrato do governo de Gladson Cameli em Feijó, juntamente com o deputado Marcus Cavalcante, já que o núcleo de educação foi entregue a ele para acomodar seus pares, um descaso com a educação.” Destacou o vereador Ronaldo Reis.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA