RIO BRANCO

Política Destaque

Senador Marcio Bittar esquece o Acre e destina R$ 10 milhões de emenda para prefeitura de Miracatu, em São Paulo

Publicados

Política Destaque

Cidade em que irmão de Bolsonaro é chefe de gabinete recebe verbas do orçamento secreto – Foto: Reprodução

O senador Marcio Bittar, aparentemente não ama o povo acreano, ao que parece ele só precisa da população acreana quando se trata de votos. O senador, que tem tentado empurrar a mulher de goela abaixo para o senado, só vem ao Acre para passear ou pedir votos, como se não bastasse Bittar destinou R$ 10 milhões para a cidade paulista de Miracatu deixando o Acre longe de seus planos secretos.

Bittar que é bolsonarista, talvez tenha atendido a um pedido de seu chefe e destinou o recurso para aonde o irmão do presidente Bolsonaro, Renato Bolsonaro, é chefe de gabinete do prefeito Vinícius Brandão, de Miracatu em São Paulo, essa verba é proveniente do orçamento secreto e faz parte das emendas de relator (RP9). Bittar foi relator do Orçamento executado em 2021. Miracatu fica no interior paulista e tem 20 mil habitantes.

A Prefeitura de Miracatu (SP), fica localizada no Vale do Ribeira, e assim como mencionado acima é comandada pelo prefeito Vinícius Brandão (PL) e tem como chefe de gabinete Renato Bolsonaro, irmão do presidente Jair Bolsonaro (PL). Segundo o Portal da Transparência, a cidade recebeu, entre os dias 17 e 30 de dezembro, R$ 35 milhões em verbas da União. Desse valor, pelo menos R$ 10 milhões são de emendas de relator, conhecidas como orçamento secreto. 

Leia Também:  Uma semana da chuva que causou estragos em Rio Branco e o prefeito Bocalom continua em Brasília

O portal identificou que parte do dinheiro foi destinado pelos ministérios do Desenvolvimento Regional, Agricultura, Cidadania e Turismo. A quantia será utilizada na compra de tratores, manutenção de estradas vicinais (que fazem a conexão da área rural com a urbana), melhorias na drenagem das ruas e obras no centro de eventos da cidade.

Ainda de acordo com as apurações do O Globo, o desempenho de Renato Bolsonaro foi fundamental para que as verbas fossem liberadas. Por exemplo, ele tratou diretamente com o ministro da Cidadania, João Roma, o recurso reservado para Miracatu.

Reclamação

O prefeito de Peruíbe, Luiz Maurício (PSDB), reclamou do dinheiro destinado para a cidade vizinha.

“Temos os recursos federais, mas são aqueles de repasses obrigatórios. Eu gostaria muito de ter um recurso desses chegando para o município. Apanhei muito dos militantes de Bolsonaro quando ele veio aqui na minha cidade comer pastel. Eu queria mostrar para ele os problemas do município, cobrar recursos, mas ele comeu pastel e foi embora.”

Ao serem questionados, o prefeito de Miracatu, Vinícius Brandão (PL), e Renato Bolsonaro não se pronunciaram.

O Ministério do Turismo comunicou que a verba destinada tem relação com os “recursos de programação” que servem para a “melhoria da infraestrutura turística”. O Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), ligado ao Ministério da Agricultura, disse que os procedimentos adotados “seguiram todos os normativos técnicos e legais, e de forma transparente”. Já os ministérios da Cidadania e do Desenvolvimento Regional não se manifestaram. As informações são do O Globo.

Leia Também:  Prefeito de Sena Madureira, Mazinho Serafim, inicia serviço de limpeza nas ruas do Bairro Vitória

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: O ex-deputado federal, Sibá Machado, gravou um vídeo polêmico onde fez um desabafo contra o presidente da República, Jair Bolsonaro, o Juiz Sérgio Moro e o governador do Acre, Gladson Cameli. Sibá não perdeu a oportunidade de alfinetar o gestor em se tratando do escândalo de corrupção no qual para a Polícia Federal, Cameli é tido como o chefe de uma organização Criminosa que desviou quase R$ 1 bilhão de reais dos cofres públicos do Estado.

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter: 3 de Julho Notícias

Youtube: 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook: 3 de Julho Notíci

Página do Instagram: 3 de Julho Noticias

Veja o Vídeo:

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página do Instagram 3 de Julho Noticias, seja membro e compartilhe.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Política Destaque

Conselheiro Tutelar diz que estão perseguindo Bocalom para desviar os desvios no governo Cameli e que estão pagando R$ 100 reais, para alguns bater no prefeito

Publicados

em

O Conselheiro Tutelar Ari Oliveira, usou uma postagem em um grupo de debates no whatsapp bem movimentado para criticar o excesso de críticas contra o prefeito Tião Bocalom (Progressista).

O mesmo ainda disse que ficou sabendo que um grupo de políticos estariam pagando R$100 para populares detonar Bocalom e sua gestão nas redes sociais.

Na sua mensagem o Conselheiro supõe que, as críticas contra o prefeito são para tirar o foco dos últimos escândalos envolvendo membros da cúpula do governo Gladson Cameli (PP), pois Bocalom tem apenas um ano de mandato e não tem como resolver todos os problemas da cidade em tão pouco tempo.

“Rapaz já virou bagunça, aliás virou caso de perseguição o que estão fazendo com prefeito. Ontem mesmo falei com um rapaz aí em RBO e disse que teve político oferecendo 100 reais para os moradores detonar o Prefeito em vídeo. Tá feio já. Prefeito tem 4 anos de mandato. Eu fico perguntando pq até agora nenhum jornal foi até a fundo para descobrir de onde saiu tanto dinheiro desviado na operação Ptolomeu ou como funciona o esquema dos precatórios. Porque estão tão calados? Bocalom pode até aqui ainda não ter acertado o compasso da gestão, mas já virou caso de perseguição e isso é ridículo. Eu tenho as minhas críticas em relação a gestao, mas o que estão fazendo já passou dos limites. Qual foi o prefeito que mudou tudo em RB? Qual Prefeito melhorou a vida das pessoas da noite para o dia?”, Indagou Ari.

Leia Também:  Junto com bancada federal, senador Sérgio Petecão garante R$ 9 milhões para ponte de Rodrigues Alves

Nas redes sociais o clima entre militantes do palácio Rio Branco e da prefeitura municipal é de guerra, inclusive foi motivo de um alerta por parte de um vereador do PP esta semana.

O pano de fundo dessa briga é o reflexo da eleição de 2020 e o que vai ser 2022, quando parte do PP estará com Gladson Cameli, enquanto a outra com Sérgio Petecao (PSD).

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: Em meio a maior crise do sistema de transporte coletivo dos últimos tempos, a população de Rio Branco vive um dilema e acorda todo dia sem saber se terá ônibus passando em sua região. O prefeito Tião Bocalom tentou amenizar o problema repassando R$ 2 milhões e quatrocentos mil para as empresas quitar os débitos com empregados, acordo não cumprido e que foi um dos motivos para a intervenção no setor.

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter: 3 de Julho Notícias

Youtube: 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook: 3 de Julho Notíci

Leia Também:  Prefeitura de Plácido de Castro, através da equipe do Meio Ambiente, reconstrói canteiro destruídos

Página do Instagram: 3 de Julho Noticias

Veja o Vídeo:

Veja o Vídeo:

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página do Instagram 3 de Julho Noticias, seja membro e compartilhe.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA