RIO BRANCO

Política Destaque

Secretário de Finanças de Tião Bocalom contrata empresa de consultoria de Minas Gerais por R$ 3,1 milhões

Publicados

Política Destaque

O secretário municipal de finanças (Sefin), Antônio Cid, autorizou a contratação por inexigibilidade de licitação do Instituto Aquila de Gestão pelo valor de R$ 3,1 milhões, de Minas Gerais (MG). A contratação foi publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) desta quinta-feira (12).

Segundo o contrato, a empresa prestará serviços técnicos especializados e singulares de consultoria, para implementação do programa Cidades Excelentes na Prefeitura de Rio Branco por meio do Desdobramento do Compromissos de Gestão e Alinhamentos de Metas e Indicadores correlacionados com o Índice de Gestão Municipal Aquila (IGMA), Implementação dos Projetos Estruturais, Excelência Financeira e Formação de Gestores.

A contratação gerou críticas na sessão desta quinta-feira, 12, na Câmara de Vereadores de Rio Branco (CMRB). O vereador Emerson Jarude (MDB) afirmou que em uma busca prévia encontrou que a empresa responde por irregularidades em um contrato com a Prefeitura de Divinópolis, em Minas Gerais (MG).

“Nós vamos investigar a fundo essa contratação da prefeitura. Queremos saber o por quê dessa instituição ser contratada e, principalmente, o critério utilizado para isso. Essa empresa já tem um histórico questionado em Minas Gerais. Quero deixar claro que essa contratação vai entrar no nosso radar. Estamos de olho nas ações da prefeitura de Rio Branco”, destacou o emedebista.

Leia Também:  Eu tô pouco me lixando se vou ser exonerado: Silvio Santos afirma que governo Gladson tem que parar de se acovardar para os deputados

E veja também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: A gestão do prefeito Jailson Amorim e seu vice-prefeito Pr. Nilson vem desenvolvendo ao longo destes sete meses um excelente trabalho voltado para o bem star da população e visando o desenvolvimento do município. Durante o início da gestão, houve alguns problemas que o município enfrentou como por exemplo a alagação em algumas comunidades rurais o que gerou prejuízos para os moradores. Mas apesar de tantos transtornos a prefeitura de Rodrigues Alves prestou todo o apoio às famílias atingidas, inclusive levou atendimento médico a comunidades rurais.

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter 3 de Julho Notícias

Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook 3 de Julho Notíci

Veja o Vídeo:

Inscreva-se no Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe.

Inscreva-se no Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Inscreva-se na Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Política Destaque

Governo Gladson não paga empresa que presta serviço para o estado e servidores amargam três meses de salários atrasados

Publicados

em

Acre in Foco – Na Maternidade de Cruzeiro do Sul, terra Natal do governador Cameli trabalhadores terceirizados da maternidade amargam três meses de salários atrasados.

Segundo os trabalhadores, a empresa Tec News que tem contrato para a prestação de serviços terceirizados na Maternidade, sequer dá satisfação para pais e mães de famílias aflitos que estão passando necessidades.

O parente de um dos servidor, contou que a família está fazendo vaquinha para que ele não passe fome e nem tenha a energia cortada.

“É uma vergonha o que vem acontecendo nesse governo, olha que a Maternidade fica a menos de 100 metros do escritório do governador Gladson Cameli em Cruzeiro do Sul. Nós estamos preocupados porque temos um parente sem receber faz 3 meses e estamos vendo a hora ela ser despejada do aluguel, isso é revoltante”, desabafou o denunciante.

“Gladson Cameli vive afirmando que paga em dia, mas se tratando de trabalhadores terceirizados, ele vem maltratando e muito”, disse outro terceirizado.

Não conseguimos contato com o gerente da empresa Tec News, mas o espaço está aberto.

Leia Também:  Até agora não vi o prefeito de Rio Branco, Tião Bocalom, fazer nada na guerra contra o Covid-19, diz o vereador N. Lima

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA