RIO BRANCO

Política Destaque

Reforma da Previdência é aprovada. Veja a lista dos deputados que votaram a favor e contra a reforma da previdência

Publicados

Política Destaque

Os deputados estaduais que formam a base de sustentação do governo na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), aprovaram na tarde desta terça-feira (26), na sala das comissões, a PEC-05- Projeto de Alteração à Constituição, que dispõe sobre a Reforma da Previdência do Estado, mas com os deputados de oposição e independentes se mostrando contra.

Em seguida o projeto da reforma da previdência foi para discussão no plenário da Assembleia e enviado a mesa diretora, o resultado da votação foi de 17 votos favoráveis e 6 votos contrário. A base do governo Gladson Cameli conseguiu aprovar a Proposta de Emenda Constitucional que modifica o sistema de previdência social por 17 votos favoráveis e 6 contra.

Diante da mudanças realizadas na reforma pelo governo do estado e aprovada na Aleac, a classe educadora é que sairá mais prejudicada devido o cálculo de tempo de contribuição e idade que é uma regra especial somente aos professores, na reforma da previdência do Acre, será de 91 para os homens e 81 para as mulheres.

Leia Também:  Indefinição é a palavra chave na disputa da mesa diretora da câmara de Cruzeiro do Sul, os vereadores Keleu e Franciney continuam sendo os mais cotados

Deputados que votaram contra a Reforma da Previdência Estadual:

Maria Antônia (PROS)

Jenilson Leite (PSB)

Fagner Calegário (PL)

Daniel Zen (PT)

Edvaldo Magalhães (PCdoB)

Jonas Lima (PT)

Deputados que votaram a favor da Reforma da Previdência Estadual:

Gerlen Diniz (PP)

Roberto Duarte (MDB)

Meire Serafim (MDB)

Antônia Sales (MDB)

Luiz Tchê (PDT)

Neném Almeida (SD)

Chico Viga (PHS)

José Bestene (PP)

Dotoura Juliana (PRB)

Marcos Cavalcante (PTB)

Manoel Moraes (PSB)

Josa da Farmácia (PODE)

Antônio Pedro (DEM)

Wagner Felipe (PR)

Nicolau Junior (PP)

Cadmiel Bonfim (PSDB)

Wendy Lima (PSL)

Entenda as principais mudanças da reforma do acreprevidência 

As Novas regras da reforma da previdência estadual terá efeito aos servidores contratados após 2003, os que foram contratados anteriormente terão seus direitos adquiridos estabelecidos;

No cálculo de tempo de contribuição e idade que é uma regra especial somente aos professores, na reforma da previdência do Acre, será de 91 para os homens e 81 para as mulheres.

Leia Também:  "Mamando no Governo": Casal de Manaus troca a vida de empresários por cargos comissionados no governo Cameli

Aos servidores que serão alcançados pela reforma, terão a modalidade de pedágio, que seria a inclusão de 100% do tempo restante para se aposentar, exemplo, quem irá se aposentar daqui um ano, este terá que contribuir por mais um ano;

Não haverá aumento sobre o valor da contribuição, que hoje é de 14% ao servidor, mas ao patronal sim, que irá contribuir de 14% para 22%.

Nesta reforma, está assegurado a sexta parte, auxílio-funeral e licença-prêmio ao servidores, mas a princípio seria tirado esse direito dos trabalhadores.

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Política Destaque

Pagamento sem o auxílio: Governador Gladson Cameli corta gratificação do Ensino Especial e revolta a categoria

Publicados

em

Governador do Acre, Gladson Cameli (Progressista) – Foto: Assessoria Secom

Acre in Foco – O pagamento está previsto para esta sexta-feira (28), mas os contracheques são disponibilizados antes. Foi através da consulta aos contracheques que os professores descobriram que o pagamento veio sem o auxílio.

O auxílio pago aos professores que têm em suas classes alunos com necessidades especiais, varia entre 5 e 15%, de acordo com o número de alunos com necessidades especiais em cada turma.

A retirada do auxílio provocou revolta na categoria. Nos grupos de whatsapp de professores da rede estadual de ensino, é o assunto dominante nesta quinta-feira (27). Os professores afirmam que vão buscar seus direitos.

E Veja Também no 3 de Julho Brasil 24 Horas

Veja o Vídeo Abaixo: A leseira dessa turma da potoca parece não ter limites e também falta a eles conhecimento da minha história no Amapá. No contra-ataque de hoje, vai uma aula sobre minha vida no Amapá. Do Santina Rioli, passando pelo CCA e pela UNIFAP até os dias como professor e parlamentar. Criei raízes no antigo bairro da Favela, hoje Santa Rita, onde moro até hoje. Mas essas e tantas outras coisas são ignoradas pelos que vivem da mentira. Já a gente, compartilha a verdade.

Leia Também:  MP e Câmara de Vereadores investigam pagamentos de quase um milhão mensais, da Zeladoria de Rio Branco ao Grupo Energisa

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter: 3 de Julho Notícias

Youtube: 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook: 3 de Julho Notíci

Página do Instagram: 3 de Julho Noticias

Veja o Vídeo:

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página do Instagram 3 de Julho Noticias, seja membro e compartilhe.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA