Política Destaque

Petecão diz que Major Rocha paga um alto preço por não compactuar com a corrupção de Gladson Cameli

Publicados

Política Destaque

O pré-candidato ao governo pelo PSD, Sérgio Petecão, estava com a língua afiada durante entrevista concedida a uma emissora local na tarde desta sexta-feira.

Durante uma entrevista, o senador Petecão afirmou que o governo de Gladson Cameli -PP chegou ao fundo do poço e que está confiante em uma vitória na eleição majoritária deste ano. Ao ser questionado sobre o que acha do governo de Gladson, o senador soltou o verbo e se disse estarrecido com a maneira que Gladson governa e defendeu o vice Major Rocha, afirmando que ele paga um preço por não compactuar com os escândalos.

“Eu vou continuar denunciando os escândalos e esquema desse governo na tribuna do senado, pois se a Polícia Federal apontou desvios de R$800 milhões e se comprovado, o Gladson Cameli deve ser preso e devolver esse dinheiro aos cofres do estado. O vice-governador Major Rocha tem pago um preço alto por não compactuar com os esquemas do governo e eu acredito que ele fez o certo em se afastar dessa zona lama de escândalos”, disse Petecão.

Leia Também:  "Tico e Teco viajantes": Enquanto Gladson embarca em uma nova viagem, o vice Rocha já está de malas prontas aguardando sua vez de embarcar

Pré-candidato ao governo nas eleições deste ano, Petecão disse estar preparando a militância e que todos no seu grupo estão muito confiantes em uma vitória.

“Nós vamos ganhar esse governo e eu não tenho dúvida disso, por isso estamos preparando nosso QG, animando nossa militância para ganhar as ruas do Acre. Conheço o estado de ponta a ponta, já o Gladson Cameli, se alguém soltar ele no bairro Airton Sena em Rio Branco ele não sai de lá só”, brincou Petecão.

O PSD prepara um grande evento de apresentação da chapa de deputados estaduais e federais da sigla, que ocorrerá na tarde de sábado, as 17 horas, na Tenda Amarela em Rio Branco.

E Veja Também no 3 de Julho – Acre 24 Horas

Veja o Vídeo Abaixo: Em apoio às reivindicações dos servidores da Educação, Saúde e Segurança do Estado. Leo de Brito anunciou que entrou com uma ação popular, na Justiça Federal, para que o governador Gladson Cameli restitua aos cofres públicos os R$ 800 milhões que a Polícia Federal, por meio da Operação Ptolomeu, apontou que foram desviados. 

Leia Também:  Nova queda no sinal de telefonia e internet em Cruzeiro do Sul, gera prejuízos e deixa população revoltada

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter: 3 de Julho Notícias

Youtube: 3 de Julho Notícias Vídeos

Página: Facebook 3 de Julho Notíci

Portal: 3dejulho.com.br Rio de Janeiro

Página do Instagram: 3 de Julho Noticias

Veja o Vídeo:

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página do Instagram 3 de Julho Noticias, seja membro e compartilhe.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Política Destaque

Governo determina que as máquinas sejam retiradas de Epitaciolândia, moradores não deixam e funcionários saem levando só as chaves

Publicados

em

Governador Gladson Cameli ordena ao DERACRE a retirada imediata do maquinário que estavam no município de Epitaciolândia – Foto: 

Gladson Cameli parece que está brincando de ser governador, pois a instabilidade nas decisões governamentais vem causando transtornos a população acreana. Prova disso é que após o maquinário do Departamento de Estradas de Rodagens do Acre (Deracre) ser levados para o município de Epitaciolândia, com a permissão no governador segundo informações, agora, Gladson (que é conhecido por não cumprir sua palavra) mudou de ideia e determinou que as máquinas fossem retirados do município por pura vaidade politica e deixa comunidades rurais a mercê, uma vez que a prefeitura depende desses maquinário para abertura e melhorias de ramais.

De acordo com denúncias dos moradores de Epitaciolândia, por volta de 12:00 horas, servidores do governo, por determinação do governador, chegaram no local para retirar as máquinas do município, mas houve resistência por parte da população para que o maquinário não fosse retirado, em virtude desta situação, os servidores não retiraram as máquinas, mas saíram levando as chaves de todo o maquinário para que não sejam usados.

Leia Também:  Depasa paga mais de meio milhão de reais de reajuste à empresa da família do presidente da autarquia Tião Fonseca

O fato das máquinas do DERACRE estarem no município de Epitaciolândia é que no dia 26 de Junho de 2021, o Governador Gladson assinou um convênio com as prefeituras da região do Alto Acre para a implementação do programa Ramais Acre, e agora chegou a vez de Epitaciolândia ser contemplada, mas segundo informações, por motivos políticos, Gladson resolveu descumprir o convênio celebrado anteriormente, comprometendo o direito de ir e vir do produtores rurais do referido município.

A população de Epitaciolândia agora irá pagar um preço muito alto por ter um governador que não tem palavra, falta com a verdade corriqueiramente e não cumpre com os compromissos governamentais como é o caso do convênio que ele resolveu descumprir pelo fato de estar preocupado somente com a sua reeleição, embora que isso cause prejuízos para a população.

O programa Ramais Acre visa a abertura e recuperação de estradas vicinais (ramais e estradas municipais), que pretende criar condições necessárias para o fortalecimento e consolidação do agronegócio como nova alternativa de desenvolvimento econômico e social, mas com essa decisão do governador Gladson em retirar o maquinário do DERACRE, derruba o discurso fajuto de Cameli sobre o fortalecimento do agronegócio.

Leia Também:  Senador Petecão gasta quase 43 mil em combustível durante cinco meses só no Acre

A redação do jornal 3 de Julho Notícias tentou contato com a assessoria de comunicação do Governo, mas até a publicação desta matéria não obtivemos êxito, desde já o espaço fica aberto caso os mencionados queiram fazer algum esclarecimento a respeito do assunto.

 

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA