Política Destaque

Petecão aumentou seu patrimônio honestamente, diferente de Gladson que desviou mais de 800 milhões do estado, segundo apuração da PF

Petecão aumentou seu patrimônio honestamente, diferente do governador Gladson Cameli que desviou mais de 800 milhões da Saúde e Educação do estado, segundo apuração da Polícia Federal.

Publicados

Política Destaque

Petecão aumentou seu patrimônio honestamente, diferente do governador Gladson Cameli que desviou mais de 800 milhões da Saúde e Educação do estado, segundo apuração da Polícia Federal.

Recentemente vem sendo noticiado a porcentagem em que cresceu o patrimônio do Senador Sérgio Petecão, pré-candidato ao governo do Estado do Acre, como se fosse algo ilegal, mas pode-se dizer que as preocupações do senador são outras, haja vista que, todo o seu patrimônio foi declarado e comprovado a sua lisura.

Essa situação não se aplica a outras figuras políticas que também irão concorrer as eleições deste ano, como é o caso do governador Gladson Cameli que de acordo com a Operação Ptolomeu, desencadeada pela Polícia Federal, o patrimônio do governador teria aumentado significativamente em um curto período de tempo em que estava a frente do governo.

Mas o que chama a atenção é que esse aumento no patrimônio de Gladson Cameli (que por sinal já é rico) se deu por meio de desvio de recursos públicos da saúde e educação o que resultou em um prejuízos de quase um bilhão de reais aos cofres públicos e pior, esta mesma Operação considera Gladson Cameli chefe de quadrilha, o mais beneficiado do esquema criminoso.

Leia Também:  Gladson Cameli usou a força policial contra manifestantes do Pentecostes, afirma internauta

Diante disso, Petecão têm mais é que se dedicar a sua campanha, até porque, foi o único até o momento capaz de montar a sua chapa majoritária e com muita organização está levando o nome de sua coligação em todos os cantos do estado do Acre.

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: A vereadora do município de Brasileia, Neiva Badotti, afirma que o mensalinho, agora na atual gestão o feito é praticado via pix, o que antes era mensalinho por meio de folhinha agora, na gestão de Fernanda Hassem foi informatizado, ou seja, modernizaram a possível prática de lavagem de dinheiro.

Acompanhe nossas Redes Sociais

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na Página do Instagram 3_de_Julho_Notícias, seja membro e compartilhe.

Veja o Vídeo:

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Política Destaque

Se Gladson Cameli passar mais 4 anos como governador poderá ser o homem mais rico do Acre; em menos de 4 anos seu patrimônio cresceu 76%

Publicados

em

Ac24horas – O patrimônio do governador Gladson Cameli (PP), que busca a reeleição nas eleições deste ano, cresceu cerca de 76% nos últimos quatro anos. A informação consta no Portal DivulgaCand do Tribunal Superior Eleitoral que mostra os registros oficiais e contas eleitorais das eleições de 2022. A candidatura de Cameli e e da senadora Mailza como vice foi registrada nesta terça-feira, 9, no sistema eleitoral. O Progressista não realizou nenhum ato sobre o registro no Tribunal Regional Eleitoral.

De acordo com a lista de bens disponibilizada pelo candidato progressista, seu patrimônio totalizado em 2022 é de R$ 5,1 milhões (R$5.161.383,44). Nas eleições de 2018, quando concorreu pela cadeira de governador pela primeira vez, Cameli registrou R$ 2.9 milhões em bens e quando disputou o senado federal em 2014, seus bens eram avaliados em apenas R$ 514 mil.

De acordo com a lista de bens atualizados disponibilizadas pelo governador ao TSE, consta uma aeronave de R$ 1,5 milhões, dois carros de R$ 600 mil e R$ 449 mil, respectivamente, um terreno avaliado em R$ 600 mil e alíquota de empresas no valor de R$ 1 milhão. Esses são os itens mais caros declarados por Cameli.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Mega da virada é fichinha perto do "esquemão azul" que envolve o governador Gladson Cameli, diz Perpétua
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA