RIO BRANCO

Política Destaque

Nomeada pelo governador Gladson Cameli, esposa de Minoru Kimpara foi aposentada da UFAC por invalidez, ganhou um cala boca

Publicados

Política Destaque

Minoru Kimpara, Degmar Ferreti, Gladson Cameli e Correinha – Imagem: Reprodução de arquivo pessoal

O rompimento do ex-reitor Minoru Kimpara (PSDB), para o grupo de aliados do governador Gladson Cameli (PP), continua repercutindo na imprensa e nas mídias sociais. O dia de segunda-feira foi de polêmicas, acusações entre a deputada Mara Rocha (PSDB), seu irmão Werles Rocha (PSL), contra a cúpula Tucana no Acre.

Minoru que foi trazido pelos irmãos Rocha para o PSDB, onde disputou e perdeu a eleição para prefeito de Rio Branco, teve sua esposa nomeada para um cargo de primeiro escalão no governo do Estado, o IMC – Instituto de mudanças Climáticas.

Acontece que a esposa de Minoru Degmar Ferreti, foi aposentada das funções de professora da UFAC, isso no ano de 2014 quando o próprio esposo Minoru assinou a portaria regulamentando o ato em questão.

No mundo jurídico, o tema divide especialistas, mas a grande maioria entende que, por receber a aposentadoria por invalidez a pessoa se mostra através de laudos legais, a incapacidade permanente para exercer qualquer tipo de atividade profissional.

Leia Também:  Mazinho Serafim deve deixar o MDB e se filiar ao PSD de Petecão, para disputar uma vaga de deputado Federal em 2022

Por isso ao ser aposentado dessa modalidade e deseja retornar a trabalhar, entende-se que o mesmo não necessita mais do benefício. Aposentada por invalidez não poder lecionar, mas pode ser secretária de estado?

Segue a portaria editada em 2 de maio de 2014

PORTARIA Nº 1.052, DE 2 DE MAIO DE 2014 O REITOR DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE, no uso das atribuições legais que lhe conferem o Art. 80, Inciso III, do Regimento Geral, e o que consta no processo nº 23107.005532/2014-54, resolve: CONCEDER Aposentadoria por Invalidez, com proventos integrais, a servidora DEGMAR APARECIDA FERRETI, Professora do Magistério Superior, Classe Adjunto, Nível 601, Matrícula SIAPE n.º 2308492, Identificação Única nº 013084925, Grupo/Cargo 705/001, Código de Vaga nº 323973, lotada no Centro de Ciências Jurídicas, Sociais e Aplicadas, com fundamento no Art. 186, inciso I da Lei n.º 8.112/90.
DECLARAR vago, em decorrência, o cargo acima citado.
MINORU MARTINS KINPARA

Nossa reportagem tentou falar com a porta voz do palácio Rio Branco, mas até o fechamento da matéria não obtivemos êxito.

Leia Também:  Exclusivo: Polícia Federal concluiu inquérito que investiga crime de peculato na Prefeitura de Brasileia, onde Tadeu Hassem é um dos investigados

E veja também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: O empresário do ramo da construção civil, Candiru, transmitiu uma live para fazer alguns questionamentos semelhantes aos que o vice-governador Major Rocha fez recentemente, como por exemplo, os que tem vez no governo de Gladson Cameli que segundo Candiru e o vice são os parentes, os amigos mais próximos e as empresas de Manaus.

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter 3 de Julho Notícias

Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook 3 de Julho Notíci

Veja o Vídeo:

Inscreva-se no Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe.

Inscreva-se no Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Inscreva-se na Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Política Destaque

Após denúncias de irregularidades, Zeladoria suspende licitação da iluminação pública de Rio Branco

Publicados

em

A Secretaria Municipal de Zeladoria da Cidade – SMZC, publicou no Diário Oficial do Estado – DOE, na edição nº. 13.171, fls. 128, um Aviso de Suspensão da licitação prevista para a iluminação pública.

No Aviso de Suspensão, o secretário municipal, Joabe Lira, não detalhou os motivos da suspensão do processo licitatório. Segundo o comunicado, a suspensão da abertura do certame, foi em virtude de “impugnações ao instrumento convocatório, sem resposta em tempo hábil”.

O objeto da licitação que seria realizada consistia na “contratação de empresa de engenharia especializada na Elaboração de Diagnóstico Energético e Projeto de Luminotécnico para expansão, Eficientização e Modernização de todo Parque de Iluminação Pública no Munícipio de Rio Branco- AC”, diz trecho do comunicado.

Esta semana, o site divulgou a denúncia apresentada pelo vereador Fábio Araújo (PDT) na Câmara de Vereadores. A denúncia tramita no Ministério Público do Acre, onde a Procuradora-Geral de Justiça, Kátia Rejane de Araújo Rodrigues, em despacho, destacou que “Analisando a documentação coligida, extrai-se que os fatos narrados indicam supostos atos de improbidade e outras irregularidades administrativas perpetradas no âmbito do DIP, e DOP, ambos órgãos integrantes da SMZC”.

Leia Também:  MPF de olho em Bittar: Sindicalista Issac Ronaltti denuncia no Ministério Público Federal, emenda de R$ 126 Milhões destinada pelo senador a Santa Casa de Misericórdia

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: Muitas são as dúvidas, e eu esclareço algumas. Quem tem direito a receber o abono pago com a sobra do recurso do Fundeb, anunciado pelo Governo do Acre? Uma grande manifestação foi realizada durante todo dia pela manhã em frente à casa civil e a tarde na sede da PGE – Procuradoria Geral do Estado.

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter: 3 de Julho Notícias

Youtube: 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook: 3 de Julho Notíci

Página do Instagram: 3 de Julho Noticias

Veja o Vídeo:

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página do Instagram 3 de Julho Noticias, seja membro e compartilhe

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA