Política Destaque

Na administração Cameli, MP instaura procedimento para investigar possível fraude no concurso dos Bombeiros

Publicados

Política Destaque

Concurso público abriu 153 vagas de nível superior para o Corpo de Bombeiros Militar. Aplicação da prova ocorreu no dia 3 de abril – Foto: Marcos Vicentti / Secom

O Ministério Público do Acre (MP-AC) informou que vai investigar denúncia de possível irregularidade em uma das etapas do concurso público do Corpo de Bombeiros do Acre (CBM-AC) e instaurou um procedimento.

As denúncias, segundo o órgão são de que alguns candidatos teriam sido favorecidos no Teste de Aptidão Física (TAF). O procedimento vai ser instaurado pela 1ª Promotoria de Justiça Especializada de Defesa do Patrimônio Público. O órgão não detalhou qual o tipo de favorecimento.

Segundo o portal G1 Acre, o governo informou que o comando do Corpo de Bombeiros não recebeu nenhuma notificação do MPE. Assim que isso acontecer fará os esclarecimentos.

O concurso público abriu 153 vagas de nível superior para o Corpo de Bombeiros Militar. A aplicação da prova ocorreu no dia 3 de abril. O certame, realizado pelo Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IBFC), tem prazo de validade de dois anos e o cadastro de reserva ficará limitado ao percentual de 20% das vagas existentes.

Leia Também:  "Trabalhador em Educação que votar em Gladson é porque não tem vergonha”, diz diretora de escola

O certame chegou a ser suspenso após o resultado da prova objetiva, após um candidato entrar com uma liminar, e o Juizado Especial da Fazenda Pública de Rio Branco deferiu tutela de urgência e determinou que fossem suspensas as etapas do exame psicotécnico e prova de aptidão física.

Mas, o governo recorreu e o concurso foi restabelecido. O resultado do TAF, que agora é alvo da investigação, foi divulgado em maio. E no último dia 30, foi feita a convocação dos candidatos aptos no exame psicotécnico para o curso de formação de aluno-soldado combatente a efetuarem a realização do exame médico e toxicológico e investigação criminal e social.

MP instaura procedimento para investigar possível fraude em etapa do concurso dos Bombeiros no AC – Foto: Agência de Notícias

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Política Destaque

No governo Gladson Cameli, gestores do hospital de Brasileia estão tentando traficar órgão para a Bolívia, denuncia vereadora Neiva Badotti

Publicados

em

A vereadora do município de Brasileia, Neiva Badotti, fez uma revelação assustadora, na manhã desta terça-feira (16), sobre os gestores que foram nomeados pelo governador Gladson Cameli no Hospital Regional do Alto Acre, localizado no município de Brasileia.

Em tribuna, a parlamentar afirmou e afirma ter prova de que no Hospital tem autoridades de saúde tentando traficar órgão para a Bolívia. Neiva destaca ainda a gravidade que é essa situação e que as autoridades competentes devem intervir.

A vereadora Neiva relata ainda que muitas outras situações graves estão acontecendo naquela regional e que ninguém faz nada. A mesma cita ainda que diante do que vem acontecendo no governo de Gladson Cameli, ele deveria pedir perdão para a população pelos gestores que ele tem colocado naquela regional.

Veja o Vídeo:

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Leo de Brito cobra providências de Gladson e de Bolsonaro sobre a "Crise Aérea no Acre"
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA