RIO BRANCO

Política Destaque

MP e Câmara de Vereadores investigam pagamentos de quase um milhão mensais, da Zeladoria de Rio Branco ao Grupo Energisa

Publicados

Política Destaque

O Ministério Público do Acre instaurou notícia de fato para apurar possíveis irregularidades praticadas pelo Departamento de Iluminação Pública – DIP, órgão da Diretoria Operacional – DOP, da Secretaria Municipal de Zeladoria de Rio Branco, comandada pelo secretário Joabe Lira de Queiroz.

Já na Câmara de Vereadores, o vereador Fábio Araújo (PDT), autor da proposição que pede a investigação exigindo esclarecimentos da Zeladoria, disse que “existem fortes indícios de que o dano ao erário municipal pode superar R$ 923.845,30 mil reais ao mês, uma vez que os pontos de iluminação pública, possivelmente, não estão atualizados ou mapeados, deixando de existir um controle e fiscalização eficientes por parte do Departamento de Iluminação Pública – DIP, e da Diretoria Operacional – DOP, ambos órgãos integrantes da Secretaria Municipal de Zeladoria da Cidade – SMZC”.

Consta, ainda, que o Departamento de Iluminação Pública – DIP, chefiado pelo servidor Jessé Melo dos Santos, subordinado à chefia da Diretoria Operacional – DOP, Cícero Jean de Almeida Rocha, paga todos os meses ao Grupo Energisa S/A, sem licitação e sem cobertura contratual, faturas mensais de quase um milhão de reais.

No procedimento ministerial há informações de que “nunca houve procedimento licitatório na modalidade dispensa de licitação por inexigibilidade e, portanto, inexiste contrato de prestação de serviço, firmado entre a SMZC e Grupo Energisa S/A; existindo apenas entre a SMZC e Grupo Energisa S/A, um Convênio de Arrecadação, com a única finalidade de arrecadar a contribuição da iluminação pública – COSIP, e não contrato tendo o município como consumidor final. Com efeito, a Zeladoria paga faturas mensais sem contrato e sem fiscalização, ensejando possíveis danos ao erário municipal”.

Leia Também:  "Tem que arrancar aqueles pilantra do STF". Internauta diz que o exército só serve pra correr na rua e atrapalhar o trânsito, outro afirma que no exército tem esquema

Segundo o jornalista Lucas Vitor do ac24horas, a investigação do Ministério Público vai averiguar se as faturas mensais emitidas pela Energisa são pagas pela Secretaria Municipal de Zeladoria da Cidade – SMZC, sem cobertura contratual ou sem fiscalização quanto aos pontos/postes com iluminação pública, visando ainda detectar se as faturas mensais pagas correspondem ou não com o consumo real do município, ao integrar unidades consumidoras de praças, prédios públicos e pontos/postes acessos ou apagados.

Na documentação que instrui o procedimento, consta que há “fortes indícios de desempenho operacional incompatível ou incompatibilidade entre a fatura paga e a quantidade de pontos/postes ativos* (seja com lâmpada de led ou sódio). Não há relatório técnico ou mapeamento discriminando a quantidade de unidades consumidoras ativas ou inativas (praças, prédios, órgãos públicos e postes com luminárias)”.

A Procuradora-Geral de Justiça, do Ministério Público do Acre, Kátia Rejane de Araújo Rodrigues, em despacho, destacou que “Analisando a documentação coligida, extrai-se que os fatos narrados indicam supostos atos de improbidade e outras irregularidades administrativas perpetradas no âmbito do Departamento de Iluminação Pública – DIP, e da Diretoria Operacional -DOP, ambos órgãos integrantes da Secretaria Municipal de Zeladoria da Cidade – SMZC”.

Leia Também:  Com vagas para o Acre concurso da AGU está em pauta com 100 oportunidades e salário de quase 20 mil

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: A câmara de Brasiléia aprovou por 8 votos o Anteprojeto de Lei, de autoria da Vereadora Neiva Badotti, que dispõe acerca de procedimentos e limites de pagamentos das Requisições de Pequeno Valor (RPV) devidas pelo município de Brasiléia-Acre. Atualmente, portanto, qualquer débito judicial transitado em julgado em desfavor da Fazenda Pública no município de Brasiléia superior a R$ 6.600,00 (seis mil e seiscentos reais), estará sujeito ao regime de expedição de precatórios, ou seja, respeitando-se a ordem cronológica de suas apresentações.

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter: 3 de Julho Notícias

Youtube: 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook: 3 de Julho Notíci

Página do Instagram: 3 de Julho Noticias

Veja o Vídeo:

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página do Instagram 3 de Julho Noticias, seja membro e compartilhe

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Política Destaque

Deu as costas para Tarauacá: Trabalhadores mostram o drama do acesso a ETA e imploram Gladson por recuperação do ramal, vídeo

Publicados

em

Trabalhadores do DEPASA em Tarauacá, gravaram um vídeo para mostrar o drama para chegar na ETA – Estação de Tratamento de Água da cidade do município de Tarauacá. O Ramal conhecido como Pirajá, está com acesso quase impossível de ser feito por carro e somente com um trator os homens conseguem vencer o lamaçal, para substituir o motor que está quebrado.

No vídeo, um dos trabalhadores mostrou o drama que os mesmos enfrentam para chegar na ETA, o mesmo pede sensibilidade de Gladson Cameli (PP), para que mande fazer reparos no local, pois caso o ramal receba a manutenção que precisa, eles jamais esquecerão o governador.

“Olá governador, isso é nosso ramal de acesso a ETA, Ramal do Pirajá, tenha pena do pessoal de Tarauacá. Estamos levando um motor para trocar em uma retroescavadeira, mande piçarrar”, desabafa o servidor em questão.

Em Tarauacá, as reclamações contra o governo são inúmeras de tudo que é segmento da sociedade, inclusive o hospital geral da cidade estar a meses com o aparelho de raio x quebrado.

Leia Também:  Ação itinerante da DPE/AC, Prefeitura e Carreta Ambiental realiza quase mil atendimentos em Senador Guiomard

Veja o Vídeo:

Veja o Vídeo:

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: Vereador diz que o prefeito Kiefer Cavalcante paga mais de 5 mil para dono de empresa que faz faculdade em Rio Branco – Vereador Ronaldo Reis de Feijó, gravou um vídeo onde fez graves denúncias contra a atual gestão do prefeito Kiefer Cavalcante a quem acusa de perseguição política e possível pagamentos irregulares em sua gestão. De acordo com o vereador, o prefeito demitiu a sua esposa só aconteceu depois que trouxe a tona um pagamento supostas irregularidades o que confirma a perseguição política que vem sofrendo por parte do gestor.

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter: 3 de Julho Notícias

Youtube: 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook: 3 de Julho Notíci

Página do Instagram: 3 de Julho Noticias

Veja o Vídeo:

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página do Instagram 3 de Julho Noticias, seja membro e compartilhe.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA