Política Destaque

Governador Gladson Cameli diz que até aceitaria baixar o ICMS, se a União apresentasse uma alternativa para o estado não quebrar

Publicados

Política Destaque

Governador Gladson Cameli Progressista – Imagem: Reprodução do Notisul

Durante entrevista ao programa Café com Notícias, o govenador Gladson Cameli (PP), respondeu perguntas relacionadas a proposta de mudança na cobrança do ICMS – Imposto sobre Circulação de Mercadorias, aprovado no congresso nacional e que é vista como jogo para plateia do governo federal.

“Eu topo fazer esse debate, mas jamais sem ter uma alternativa que não venha a quebrar o estado. Se eu fizer isso, depois de 60 dias atrasa os pagamentos e quem mesmo vai responder por isso?” Indagou Cameli. Eu baixei o ICMS do querosene da aviação para apenas 3% e eu pergunto; as passagens aéreas baixaram?, pois é, eu não vou fazer algo dessa natureza, sem que tenha uma saída para o problema que pode surgir”, disse o governador.

Bolsonaro tenta creditar os autos preços dos combustíveis no País, nas contas dos governadores, sendo que é determinação do próprio governo federal, a política de preço da Petrobrás; hoje cotada em dólar, o que vem deixando os preços sem controle no Brasil.

Leia Também:  Jorge Viana fala a respeito dos assuntos que estão sendo debatidos no 7º congresso do PT

Atualmente o Acre cobra 27% de alíquota de ICMS, que não aumenta faz 24 anos.

E Veja Também no 3 de Julho Notícias

Veja o Vídeo Abaixo: Vereadora Neiva Badotti solicita do secretário de Ação Social providências sobre as crianças Haitianos que fica na ponte todo os dias pedindo dinheiro, e que o Poder Público proporcione dignidade para essas crianças. Neiva solicita também que seja encaminhado um oficio para a gerente do hospital para saber se chegou algum saco funerário doado pela prefeitura, comprado com o dinheiro do covid, e que solicita que seja agendado novamente a reunião com a secretaria de segurança pública do estado, para se tratar sobre o IML, pois a mais de 20 anos o problema se arrasta e até o momento nada foi resolvido.

Acompanhe nossas Redes Sociais

Twitter 3 de Julho Notícias

Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos

Página Facebook 3 de Julho Notíci

Página do Instagram 3 de Julho Noticias

Veja o Vídeo:

Veja-se no  Twitter 3 de Julho Notícias, seja membro e compartilhe

Leia Também:  Bolsonaro quer Márcia Bittar no Senado: Deputada Vanda Milani critica projeto político enfiado de goela abaixo

Veja-se no  Youtube 3 de Julho Notícias Vídeos, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página Facebook 3 de Julho Notíci, seja membro e compartilhe.

Veja-se na  Página do Instagram 3 de Julho Noticias, seja membro e compartilhe

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Política Destaque

Enquanto a diária do servidor público custa R$ 150 reais (diária miserável), a do Governador custa mais de R$ 1.700 reais, denuncia Daniel Zem

Publicados

em

“Gladson despreza a nossa história mas se apega às suas diárias”, afirma Daniel Zen

Acreinfoco – O deputado estadual Daniel Zen (PT-AC) comentou, em sessão ocorrida nesta terça-feira (05), na ALEAC, sobre o vandalismo praticado contra a estátua de Chico Mendes, localizada na Praça Povos da Floresta, no centro de Rio Branco, capital do Acre.

“Chico não é só Patrono do Meio Ambiente Brasileiro e Herói Nacional, com o nome inscrito no Livro dos Heróis da Pátria. Ele é um dos fundadores da Aliança dos Povos da Floresta, criador do conceito de sócio-ambientalismo. Seu legado transborda o Acre e o Brasil, pois sua luta teve, tem e terá importância mundial: ontem, hoje e sempre. O ataque à sua estátua – e o descaso do governo em reparar os respectivos danos – são ataques a tudo o que ele representa. Chico merece muito mais respeito!” afirmou o deputado de oposição ao governo bolsonarista de Gladson Cameli (PP-AC).

Zen ainda prosseguiu: “Enquanto o governo permite que a memória de um de nossos mártires seja violada, desprezando nossa cultura em uma tentativa insistente de reescrever a nossa história, o governador publica um decreto aumentando o valor de suas diárias para deslocamentos para fora do Estado para mais de R$ 1.400,00.”

Leia Também:  Exclusivo: Acre entra para a faixa vermelha e fechamentos do comércio é decretado pelo governo do Estado

Entendendo se tratar de uma situação absurda e vexatória, o Líder do Partido dos Trabalhadores na ALEAC complementou: “Enquanto o trabalhador assalariado tem que escolher entre pagar a talão de luz, comprar a botija de gás ou adquirir uma cesta básica para dar de comer à sua família, uma única diária do governador equivale a mais de um salário mínimo. Com esse valor, dava pra consertar a estátua do Chico, devolvê-la para o seu lugar e, assim, demonstrar algum respeito pela memória dos acreanos”, concluiu o parlamentar

Veja o Vídeo:

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA