Política Destaque

Gladson tá pagando na mesmo moeda: Depois da rasteira em Cameli, família Milani quer manter seus cargos

Publicados

Política Destaque

Família Milani quer pressionar governador para manter seus apoiadores no governo depois da rasteira em Cameli – Foro: Arquivo da Família

A filiação do amor da prefeita de Brasileia, Fernanda Hassem, e de sua sogra ao Republicanos, surtiu um efeito muito negativo dentro do pior governo da região Norte. Isso porque Israel havia garantido a filiação dele no Progressista, partido do governador Gladson, mas acabou assinando a ficha no Republicanos, partido do grupo do “Superman do orçamento”.

Apesar da pré-candidata Márcia Bittar ser aliada de Gladson Cameli, o “climão” se deu porque ainda no dia 1º de abril, último dia de filiação daqueles que querem concorrer às eleições deste ano, o amor de Fernanda Hassem teria dito que voltaria ao partido, mais tarde, com pessoas mais próximas, para fazer um ato de registro apenas dele. Isso não aconteceu, Milani deu uma baita de uma rasteira em Gladson.

Segundo informações, o apaixonado Milani prometeu ao governador e Gladson estava contando com Israel na chapa do Progressista, para fortalecer a legenda de deputado Federal. Só que Israel enganou na cara dura, e deixou todo mundo sem entender o que era aquilo. O governador, claro, não gostou e autorizou a exoneração de alguns cargos. Faz parte: ou é governo, ou não é!”, disse o emissário da Casa Rosada de Cameli.

Leia Também:  Gladson é blindado por orçamento de R$17 milhões aos meios de comunicação, que só restam disparar em Bocalom

No grupo de Israel Milani, após as exonerações do início desta semana, o clima é tenso: aliados temem não conseguir de volta os cargos, mas ao mesmo tempo, a Família Milani, que por muito pouco não caiu de paraquedas no MDB que é oposição ao governo, pretende colocar Gladson Cameli “na parede” e reaver os espaços que haviam sido garantidos.

Ex-secretário de Meio Ambiente, Israel Milani, Prefeita de Brasileia Fernanda Hassem e a deputada Vanda Milani – Foro: Arquivo Secom prefeitura de Brasileia

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Política Destaque

Governo determina que as máquinas sejam retiradas de Epitaciolândia, moradores não deixam e funcionários saem levando só as chaves

Publicados

em

Governador Gladson Cameli ordena ao DERACRE a retirada imediata do maquinário que estavam no município de Epitaciolândia – Foto: 

Gladson Cameli parece que está brincando de ser governador, pois a instabilidade nas decisões governamentais vem causando transtornos a população acreana. Prova disso é que após o maquinário do Departamento de Estradas de Rodagens do Acre (Deracre) ser levados para o município de Epitaciolândia, com a permissão no governador segundo informações, agora, Gladson (que é conhecido por não cumprir sua palavra) mudou de ideia e determinou que as máquinas fossem retirados do município por pura vaidade politica e deixa comunidades rurais a mercê, uma vez que a prefeitura depende desses maquinário para abertura e melhorias de ramais.

De acordo com denúncias dos moradores de Epitaciolândia, por volta de 12:00 horas, servidores do governo, por determinação do governador, chegaram no local para retirar as máquinas do município, mas houve resistência por parte da população para que o maquinário não fosse retirado, em virtude desta situação, os servidores não retiraram as máquinas, mas saíram levando as chaves de todo o maquinário para que não sejam usados.

Leia Também:  Progressista vai se dividir na eleição: Gladson o "chefão da quadrilha" vai sentir na pele o que Bocalom passou em 2020

O fato das máquinas do DERACRE estarem no município de Epitaciolândia é que no dia 26 de Junho de 2021, o Governador Gladson assinou um convênio com as prefeituras da região do Alto Acre para a implementação do programa Ramais Acre, e agora chegou a vez de Epitaciolândia ser contemplada, mas segundo informações, por motivos políticos, Gladson resolveu descumprir o convênio celebrado anteriormente, comprometendo o direito de ir e vir do produtores rurais do referido município.

A população de Epitaciolândia agora irá pagar um preço muito alto por ter um governador que não tem palavra, falta com a verdade corriqueiramente e não cumpre com os compromissos governamentais como é o caso do convênio que ele resolveu descumprir pelo fato de estar preocupado somente com a sua reeleição, embora que isso cause prejuízos para a população.

O programa Ramais Acre visa a abertura e recuperação de estradas vicinais (ramais e estradas municipais), que pretende criar condições necessárias para o fortalecimento e consolidação do agronegócio como nova alternativa de desenvolvimento econômico e social, mas com essa decisão do governador Gladson em retirar o maquinário do DERACRE, derruba o discurso fajuto de Cameli sobre o fortalecimento do agronegócio.

Leia Também:  Depois de muita pressão, PGE inclui outros servidores da educação estadual na lista do abono prometido pelo governo

A redação do jornal 3 de Julho Notícias tentou contato com a assessoria de comunicação do Governo, mas até a publicação desta matéria não obtivemos êxito, desde já o espaço fica aberto caso os mencionados queiram fazer algum esclarecimento a respeito do assunto.

 

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA