Política Destaque

Gladson Cameli deve faltar na festa preparada pelo PL e uma nova crise com os Bittar deve espatifar as relações de vez

Publicados

Política Destaque

Quando tudo parecia pacificado no campo político do governador Gladson, que dava sinais de ter aceitado a escolha de Márcia Bittar (PL) como vice na chapa que disputará a reeleição, eis que surge um novo episódio e pelo visto pode ter desdobramentos trágico.

O PL preparou uma grande festa em conjunto com outros vários partidos que estão sob a órbita do casal Bittar, para agradecer ao governador Gladson Cameli (PP) pela escolha de Márcia Bittar como sua vice na disputa de governo. O evento está sendo mobilizado pela militância e dirigentes do PL, União Brasil, Republicanos, Solidariedade e PSDB, previsto para acontecer nesta quarta-feira (13) às 17:00 horas no Auditório da Livraria Paim em Rio Branco.

Acontece que corre nos bastidores, informações de que o anfitrião da festa pode não ir. Isso mesmo, o governador Gladson Cameli teria sumido de Rio Branco, para não participar do evento, o que segundo alguns aliados com quem falamos, pode ser um indício de que Gladson estaria refletindo sobre a sua escolha de vice.

Leia Também:  Com zelo e transparência na Gestão de Ilderlei Cordeiro, Cruzeiro do Sul se transforma em um canteiro de obras e ações de melhorias da cidade

Márcia Bittar ainda não foi bem aceita dentre aliados, muito menos da militância do PP, que vê a esposa de Márcio Bittar como um peso negativo na chapa de Cameli. Analistas políticos enxergam uma possível crise e dessa vez definitiva, entre o grupo dos Bittar e o Palácio Rio Branco.

A festa foi preparada, a militância de Márcia está mobilizada, resta saber se o convidado principal estará presente.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Política Destaque

Se Gladson Cameli passar mais 4 anos como governador poderá ser o homem mais rico do Acre; em menos de 4 anos seu patrimônio cresceu 76%

Publicados

em

Ac24horas – O patrimônio do governador Gladson Cameli (PP), que busca a reeleição nas eleições deste ano, cresceu cerca de 76% nos últimos quatro anos. A informação consta no Portal DivulgaCand do Tribunal Superior Eleitoral que mostra os registros oficiais e contas eleitorais das eleições de 2022. A candidatura de Cameli e e da senadora Mailza como vice foi registrada nesta terça-feira, 9, no sistema eleitoral. O Progressista não realizou nenhum ato sobre o registro no Tribunal Regional Eleitoral.

De acordo com a lista de bens disponibilizada pelo candidato progressista, seu patrimônio totalizado em 2022 é de R$ 5,1 milhões (R$5.161.383,44). Nas eleições de 2018, quando concorreu pela cadeira de governador pela primeira vez, Cameli registrou R$ 2.9 milhões em bens e quando disputou o senado federal em 2014, seus bens eram avaliados em apenas R$ 514 mil.

De acordo com a lista de bens atualizados disponibilizadas pelo governador ao TSE, consta uma aeronave de R$ 1,5 milhões, dois carros de R$ 600 mil e R$ 449 mil, respectivamente, um terreno avaliado em R$ 600 mil e alíquota de empresas no valor de R$ 1 milhão. Esses são os itens mais caros declarados por Cameli.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Senador Petecão diz que por onde passa se desculpa com eleitores por ter pedido votos para Gladson em 2018
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA