Política Destaque

Gladson Cameli cogita gastar até R$ 3 milhões para trazer estrutura de Barretos para Expoacre

Publicados

Política Destaque

Alegando falta de recursos para aumento dos servidores, governo quer trazer estrutura milionária de Barretos para Expoacre – Foto: Assessoria Secom

Produtores de rodeio acreano estão indignados com as tratativas que estão se dando entorno da organização da 47ª Expoacre, prevista para acontecer depois de dois anos da Pandemia em Rio Branco, seria este mais um esquema no governo Gladson?

Segundo uma fonte que repassou as informações ao portal 3 de Julho Notícias, o governo do Acre deu aval para a contratação de uma estrutura para realizar o rodeio, estrutura esta de Barretos em São Paulo, que segundo informações, tem a disposição o montante de até R$ 3 milhões de reais, dos cofres acreanos, se caso se concretize será mais uma empresa que vai abocanhar milhões para girar fora do Estado, sendo que poderia perfeitamente circular no Acre, haja vista que, o Acre é um dos Estados que dispões de rodeio de boa qualidade.

Mas ao invés de aquecer a economia local, Gladson, como de costume, segundo informações pretende contratar empresa de fora e deixar os produtores de rodeio com as mãos abanando sendo que poderia usar uma das maiores festas do segmento da América Latina para fortalecer o Estado Economicamente.

Leia Também:  É humilhante o tratamento que Cameli tem dado aos trabalhadores terceirizados que estão com salário atrasado

O governo que jura para os servidores públicos que não tem recursos para dar aumento acima de 5,42%, vai esnobar na festa agropecuária e farrear em véspera de eleição.

O evento está previsto para ocorrer na capital, entre os dias 30 de julho e 7 de agosto. Já no município de Cruzeiro do Sul, a Expojuruá deve ser realizada entre os dias 1 e 4 de setembro. A decisão foi tomada pelo governador Gladson Cameli, após dois anos sem a realização da feira, em consequência da pandemia.

Os Peões e companhias de rodeios acreanos, vem crescendo bastante e se preparado para grandes eventos, inclusive as festas do Alto Acre vem ganhando notoriedade regional.

O governo chega no último ano de mandato, só os frangalhos e nas cordas com os servidores públicos do estado. Há uma insatisfação generalizada e a reeleição de Gladson Cameli que tinha tudo para ser tranquila, já é vista como algo quase impossível.

O outo lado

Diante da denúncia entramos em contato com a Secretaria de Comunicação do Estado pelo Telefone 3215-2323 para que o Estado pudesse dar algum esclarecimento a respeito do assunto, porém nem a secretária e nem o responsável por dar esclarecimentos se encontravam no local, desde já o espaço fica aberto para que o Governo dê a sua versão dos fatos.

Leia Também:  Na administração Cameli, MP instaura procedimento para investigar possível fraude no concurso dos Bombeiros

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Política Destaque

Enquanto a diária do servidor público custa R$ 150 reais (diária miserável), a do Governador custa mais de R$ 1.700 reais, denuncia Daniel Zem

Publicados

em

“Gladson despreza a nossa história mas se apega às suas diárias”, afirma Daniel Zen

Acreinfoco – O deputado estadual Daniel Zen (PT-AC) comentou, em sessão ocorrida nesta terça-feira (05), na ALEAC, sobre o vandalismo praticado contra a estátua de Chico Mendes, localizada na Praça Povos da Floresta, no centro de Rio Branco, capital do Acre.

“Chico não é só Patrono do Meio Ambiente Brasileiro e Herói Nacional, com o nome inscrito no Livro dos Heróis da Pátria. Ele é um dos fundadores da Aliança dos Povos da Floresta, criador do conceito de sócio-ambientalismo. Seu legado transborda o Acre e o Brasil, pois sua luta teve, tem e terá importância mundial: ontem, hoje e sempre. O ataque à sua estátua – e o descaso do governo em reparar os respectivos danos – são ataques a tudo o que ele representa. Chico merece muito mais respeito!” afirmou o deputado de oposição ao governo bolsonarista de Gladson Cameli (PP-AC).

Zen ainda prosseguiu: “Enquanto o governo permite que a memória de um de nossos mártires seja violada, desprezando nossa cultura em uma tentativa insistente de reescrever a nossa história, o governador publica um decreto aumentando o valor de suas diárias para deslocamentos para fora do Estado para mais de R$ 1.400,00.”

Leia Também:  Secretaria Municipal de saúde fará mutirão contra Dengue e abrirá mais 4 unidades de referências para prevenção da COVID-19 em Rio Branco

Entendendo se tratar de uma situação absurda e vexatória, o Líder do Partido dos Trabalhadores na ALEAC complementou: “Enquanto o trabalhador assalariado tem que escolher entre pagar a talão de luz, comprar a botija de gás ou adquirir uma cesta básica para dar de comer à sua família, uma única diária do governador equivale a mais de um salário mínimo. Com esse valor, dava pra consertar a estátua do Chico, devolvê-la para o seu lugar e, assim, demonstrar algum respeito pela memória dos acreanos”, concluiu o parlamentar

Veja o Vídeo:

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

EDUCAÇÃO

CONCURSO

ESPORTE

MAIS LIDAS DA SEMANA